DEM protocola moção de repúdio contra Venezuela


Gabriel Garcia
De Brasília
O líder em exercício do Democratas na Câmara, deputado Efraim Filho (PB), protocolou um requerimento de Moção de Repúdio contra o governo da Venezuela, por conta da prisão arbitrária e deportação ilegal de parlamentares equatorianos e sua comitiva, em visita ao país. “É inadmissível este tipo de conduta”, protestou Efraim. “Isso só demonstra o grau de totalitarismo que impera na Venezuela atualmente”, afirmou.
O parlamentar lembra ainda que é sintomático o recrudescimento da perseguição a opositores políticos. “Milhões de pessoas têm ido ás ruas de Caracas protestar contra o governo do presidente Maduro”, ponderou. “O povo venezuelano, assim com o brasileiro fez recentemente, tem dado demonstrações inequívocas de que quer mudanças”, argumentou. “Nós, que defendemos a liberdade e o Estado Democrático de Direito, apoiamos os venezuelanos”, acrescentou.
Os deputados equatorianos receberam voz de prisão dos agentes do SEBIN (o serviço de inteligência da Venezuela), quando estavam em visita oficial à Venezuela atendendo um convite da própria assembleia venezuelana. A visita tinha por objetivo prestar solidariedade ao povo daquele país, que sabidamente vive um momento de profunda crise política, institucional e humanitária, com a falta de alimentos básicos e medicamentos, e ainda constantes violações dos Direitos Humanos, liberdades e garantias individuais de parte do governo do presidente Nicolás Maduro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense