Discurso à esquerda, PT dificilmente voltará ao poder


Estratégia de ataque serve para atravessar deserto e enfrentar Lava Jato
Blog do Kennedy
O PT sabe que é inviável a ideia de antecipar a eleição de 2018. O partido rejeitou essa proposta quando apresentada por Dilma Rousseff há pouco tempo. No entanto, faz a defesa de Diretas-Já a fim de desgastar o presidente Michel Temer.  Agora, insistirá na mesma tese para argumentar que ele não tem a legitimidade que o voto popular dá.
Os petistas continuam com um discurso radical basicamente por dois motivos. O impeachment acabou de acontecer e seria preciso manter mobilizada sua base social. A outra razão é que está ciente de que mais fatos desgastantes serão revelados pela Lava Jato.
Por isso, o PT, Dilma e o ex-presidente Lula estão fazendo um discurso mais à esquerda. O partido critica medidas que implementou, por exemplo, no governo Lula: reforma da Previdência e ajuste fiscal.
Essa é uma forma de tentar manter unida uma fatia importante da sociedade para atravessar o deserto. No entanto, é um discurso que dificilmente dará maioria ao PT para voltar ao poder.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense