Duelo federal


Na disputa pelo texto final do projeto de anistia para repatriar recursos remetidos ilegalmente ao exterior, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deverá levar a melhor em relação ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.
Está prevalecendo o lobby dos deputados e de escritórios de advocacia de clientes com recursos no exterior que defende que o cálculo para a multa e impostos devidos deva ser o dia 31 de dezembro de 2014. Mas Meirelles tenta fazer com que a cobrança tenha por base a data em que a conta tenha tido o saldo mais alto durante toda a sua existência. Nesta quinta, saberemos quem vencerá essa contenda, porque o projeto deverá ir a voto na Câmara. (Kennedy Alencar)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo