Só a troca de secretário não resolve o problema da segurança, diz Álvaro Porto

alvaro-porto-foto-alepe
O deputado Álvaro Porto (PSD) voltou a criticar nesta terça-feira (18), na Assembleia Legislativa, a política de segurança do governo Paulo Câmara.
Ele disse que a “simples troca” do secretário de Defesa Social não resolverá o problema da insegurança no Estado e que o governador tem que chamar para si essa responsabilidade.
Semana passada, o secretário Alessandro Carvalho entregou o cargo e foi substituído por Ângelo Fernandes Gioia. Ambos são delegados da Polícia Federal.
Segundo o deputado governista (?), “na vida real as pessoas estão presas em casa, ou sendo assaltadas, ou mesmo morrendo”, porque o “Pacto pela vida” fracassou.
E perguntou: “O que falta acontecer em Pernambuco para que o governo decida tomar as rédeas da segurança? Explosões de caixas eletrônicos? Todos os dias acontecem. Campeonato de vale-tudo dentro dos presídios? Já tem. Detentos saindo dos presídios sem tornozeleiras eletrônicas? Tem também. Arrastões na Avenida Conde da Boa Vista? Aconteceu hoje (18). Assalto a ambulâncias? É a nova onda”.
Segundo o parlamentar, na última segunda-feira (17) dois veículos que transportavam doentes de Angelim e Canhotinho para o Recife foram interceptados por assaltantes na comunidade de Vila Nova, em Quipapá. Os bandidos levaram dinheiro e pertences dos pacientes, dos acompanhantes e dos motoristas.
Já em sua cidade, Canhotinho, contou, detentos que cumprem pena no sistema semi-aberto estão saindo do presídio sem tornozeleira eletrônica porque o Governo do Estado não pagou o que deve aos fornecedores desse equipamento.
Na vizinha Angelim, acrescentou, cuja população é de pouco mais de 10 mil habitantes, três assassinatos foram registrados em apenas 24 horas. E em Cumaru, também na região Agreste, a enfermeira-chefe do Hospital de Riacho das Almas, Maria Goretti Bezerra, foi assassinada num assalto, também nesta segunda-feira.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense