Ciro e Dino: opções da centro-esquerda para 2018


Leandro Mazzini - Coluna Esplanada
Além de Ciro Gomes (PDT), que já desponta e se dissociou da imagem de aliado do ex-presidente e do PT, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), é citado nas altas rodas de Brasília como um potencial sucessor do lulismo, representante da centro-esquerda, para as próximas eleições presidenciais.
Para caciques partidários da direita à esquerda, até 2018 Lula da Silva será condenado em segunda instância num dos três processos em que é réu em 1ª instância, e cairá na lista da Ficha Limpa.
Enquanto isso, com Rodrigo Maia (DEM-RJ) praticamente fora do páreo para a disputa pela presidência da Câmara Federal em fevereiro, a corrida começou para valer, e Rogério Rosso (PSD-DF) desponta claramente como o nome apoiado pelo Palácio do Planalto.
Correm por fora Jovair Arantes (PTB-GO) e o líder do Governo, André Moura (PSC-SE).
Celso Russomano (PRB-SP) tem ligado para deputados para sondar seu nome – e pedir votos para os que indicam que há possibilidade de se lançar. Todos fazem campanha na surdina, entre gabinetes e telefonemas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense