domingo, 20 de novembro de 2016

Renan pintado para a guerra


Coluna do Moreno
Renan avisou às cúpulas do PMDB e do governo que será o próximo alvo da Justiça, no rega-bofe que ofereceu a elas para comunicar as retaliações com as quais pretende revidar o que considera perseguição da lei contra ele.
Quem se considera perseguido pela lei é porque anda na contramão dela.
Entre os presentes a essa triste exposição estavam, infelizmente, os presidentes da República e da Câmara, guardiões da democracia.
Renan Calheiros não será o único presente de Natal oferecido pelo STF.
Ministros da Corte avaliam que haverá tempo para examinar, antes do recesso, pelo menos mais um caso de um político importante encrencado com a Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário