Tensão: Lula enfrenta ameaça de debandada do PT


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez, nesta quinta-feira (10), novo apelo por um acordo para eleição interna do partido.
O gesto de Lula encerrou tensa reunião sobre o formato de votação do comando partidário, marcada até por ameaça velada de desfiliação partidária.
Secretário de formação do PT e representante da esquerda do partido na Executiva, Carlos Henrique Árabe lançou uma ameaça velada, afirmando que "haverá consequências" caso não exista um debate sobre o modelo de votação.
Hoje no comando do PT, a corrente CNB (Construindo o Novo Brasil) entendeu a declaração como ameaça de debandada. Com maioria na reunião do partido, a tendência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ameaça derrotar a esquerda no voto.
A CNB quer que a eleição ocorra em votação aberta nos municípios para montagem do colégio que elegerá o presidente da sigla.
Já a tendência mais à esquerda defende a realização de congressos na primeira e segunda instâncias.
Após intervenção de Lula, presente na reunião, a CNB concordou que a escolha do presidente do PT ocorra em congresso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense