Justiça Eleitoral: Belo Jardim terá novas eleições

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na sessão de hoje, decidiu, por unanimidade, pela realização de eleições suplementares no município de Belo Jardim, no Agreste do estado. O candidato João Mendonça, que tinha vencido o pleito de 2016, teve o registro de candidatura impugnado pelo Ministério Público e coligações adversárias por improbidade administrativa com dano ao erário e enriquecimento ilícito.
Ele concorreu à eleição de 2016 com o registro indeferido, aguardando julgamento definitivo do recurso pela Justiça Eleitoral. João Mendonça estava no cargo amparado por liminar concedida pelo TSE.


Segundo o TRE-PE, o presidente da Câmara dos Vereadores de Belo Jardim deverá assumir o cargo de prefeito da cidade até o resultado das eleições suplementares, mas o TSE ainda não divulgou data para esse pleito.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense