Oposição revela problemas no Sertão e no Agreste

A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) apresentou, ontem, um balanço das primeiras quatro edições do Pernambuco de Verdade. Ao todo, foram percorridos 3.200 quilômetros (km) nas regiões do Agreste Setentrional, Agreste Meridional, Sertão do Moxotó, Sertão do Pajeú e Sertão do Araripe, abrangendo 60 municípios.
As visitas a obras paradas, promessas não cumpridas e equipamentos públicos renderam 52 pedidos de informação ao Governo do Estado, dos quais 40 já foram encaminhados. O trabalho de fiscalização deverá fomentar ainda denúncias a serem apresentadas ao Ministério Público do Estado, Ministério Público Federal e Tribunal de Contas do Estado.
Líder da Bancada de Oposição, o deputado Silvio Costa Filho (PRB) destaca o papel do programa na fiscalização das ações do Governo e no debate dos problemas com a sociedade. “Nas cinco regiões que já visitamos, alguns problemas se repetiram, como o déficit de efetivo policial nos três batalhões de polícia aonde fomos; a falta de profissionais e insumos nos cinco hospitais regionais visitados, obras de infraestrutura paralisadas (estradas, aeródromos, unidades de saúde) e desabastecimentos nas farmácias do Estado e do Lafepe”, descreveu.
Vice-líder da Oposição, o deputado Joel da Harpa destacou que a Polícia Militar trabalha hoje com um déficit de cerca de 8 mil homens, além da falta de infraestrutura e sucateamento dos equipamentos. “O crescimento da violência em todo o Estado é consequência da falta de diálogo com a corporação, do déficit de policiais e do desaparelhamento da tropa”, destacou.
Até a última edição, no Araripe, foram realizadas quatro plenárias nos municípios de Serra Talhada, Santa Cruz do Capibaribe, Garanhuns e Araripina, reunindo mais de duas mil pessoas. “Esses encontros do Pernambuco de Verdade têm o microfone aberto. Qualquer pessoa pode falar, apresentar críticas, sugestões e cobranças, inclusive aos deputados”, explicou a deputada Priscila Krause (DEM).
Amanhã, os parlamentares visitam a Zona da Mata Norte, dando início à segunda metade do Pernambuco de Verdade, que tem previsão inicial de oito edições, com visitas previstas ainda à Zona da Mata Norte, Sertão do São Francisco, Agreste Central e Sertão Central. “Dependendo das demandas apresentadas pela sociedade, podemos estender um pouco essa programação”, afirmou Silvio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo