Temer diz que faz pacto federativo em seu governo


Falando para três mil prefeitos na marcha de Brasília, há pouco, o presidente Temer diz que tem governado com espírito aberto e democrático para atender a todos. Ele citou que quando assumiu o Brasil a inflação atungia uma média de 10% e com menos de um ano chegou a menos de 2%. Disse que o País voltou a se reencontrar com o desenvolvimento, citando o crescimento do PIB em 1,5 pontos.

Sobre os estados e municípios, o presidente afirmou que trabalha para prestigiar e fortalecer a idéia da federação, citando que já autorizou a renegociação das dívidas dos Estados.  "Isso tem um grande significado. Há pouco, em Alagoas, o governador me dizia que havia economizado R$ 300 milhões, ou seja,  dinheiro que iria pagar dívidas das União serviu para fazer obras", afirmou.

Para os municípios, Temer citou os recursos da repatriação liberado no fim do ano passado.  "Aliviou bastante o caixa dos municípios", afirmou. O presidente assinou, antes de falar,  uma Medida Provisória autorizando os municípios a renegociar suas dúvidas com a Previdência em até 200 parcelas.

O presidente também deve fazer um agrado aos prefeitos de cidades acima de 50 mil habitantes. O governo quer disponibilizar linhas de financiamento da Caixa Econômica Federal e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no valor aproximado de R$ 2 bilhões, mais consultoria, para auxiliar os municípios a deslanchar projetos de parcerias público-privadas em áreas de saneamento, iluminação pública e tratamento de resíduos sólidos. Este anúncio, contudo, deve ficar para um segundo momento, em conversas com a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense