Temer: Não tenho intenção de continuar na política

O presidente Michel Temer disse, em entrevista à Rede TV, na noite de ontem, que não tem "intenção" de continuar na política após 2018. Ele deu a declaração após ser questionado se "necessariamente" se aposentaria após o término do mandato.
"Aposentar-me, nunca, jamais. Mas eu não tenho nenhuma intenção de continuar na atividade política. Acho que já prestei... é um pouco pretensioso dizer que prestou serviço, né? Mas, já cumpri o meu papel", afirmou o presidente.
Temer disse que o objetivo dele é que as reformas propostas pelo governo, como a trabalhista e a da Previdência, deem certo e que é importante abrir espaço para que surjam novas lideranças políticas.
"Eu acho que já fiz o meu papel na cena política nacional. Então, acho que o espaço para outros que venham é muito útil. É essa a ideia que eu tenho hoje na minha cabeça. Eu só espero que as reformas dêem certo e que não haja necessidade de pedir para eu continuar", completou Temer.
O presidente aproveitou para defender as reformas do governo que estão em tramitação no Congresso, em especial a da Previdência, e afirmou que quem faz campanha contra essa última faz "a campanha dos poderosos."
"E parece até que quem está fazendo a campanha contra são os mais vulneráveis, não é verdade. Quem está fazendo campanha são aqueles que ganham R$ 20, R$ 15, R$ 16 [mil reais] que tinham cinco anos a menos, para se aposentar, nós estamos equiparando o serviço público com a Previdência geral, nós estamos equiparando com a classe política, para que todos tenham as mesmas condições", disse Temer.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo