terça-feira, 18 de julho de 2017

Temer tenta atrair os descontentes do PSB que estão conversando com o DEM

O presidente Michel Temer reuniu-se em Brasília, nesta terça-feira (18), com dissidentes da bancada federal do PSB a fim de convidá-los para se filiarem ao PMDB. O encontro aconteceu na residência da líder da bancada, deputada Teresa Cristina (MS).
Os socialistas estão descontentes com o partido porque sua direção nacional defende a renúncia do presidente da República e fechou questão contra a reforma trabalhista, tendo inclusive aberto processo ético-disciplinar contra os que votaram a favor das mudanças na CLT, entre eles o ministro pernambucano Fernando Filho (Minas e Energia).
O presidente participou de um café da manhã na casa da líder do PSB que durou uma hora e 30 minutos. A bancada socialista tem 34 deputados e cinco senadores (tinha seis mais perdeu Romário, do Rio de Janeiro, para o Podemos).
“O presidente nos disse que o PMDB está de portas abertas e que seria muito bom se pudéssemos nos juntar a eles”, disse em coletiva de imprensa a líder do PSB.
Além do PMDB, outros partidos estão tentando atrair os dissidentes do PSB, entre os quais o Democratas através do presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (RJ).
Após o café da manhã com Temer, a líder do PSB se encontro com Rodrigo na residência oficial do presidente da Câmara, em Brasília.
Segundo o deputado Danilo Forte (PSB-CE), há entre 16 e 18 parlamentares do PSB insatisfeitos com o comando nacional do partido e discutindo a possibilidade de uma debandada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

André Gadelha contraria MDB e adere à Lucélio Cartaxo

A pré-candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) ganhou adesão de mais uma importante liderança do Sertão paraibano. Na manhã desta sexta-feir...