sexta-feira, 21 de novembro de 2014

O Sargento Reformado da Polícia Militar Rômulo Maciel acaba de ser nomeado o novo Secretário de Trânsito e Transportes de São José do Egito e seu filho o Vereador Rômulo Maciel Junior passa para a base do Prefeito Romério Guimarães.


Dilma escala seu time na área econômica

t
Conforme adiantou o 247, presidente Dilma Rousseff anunciará nesta sexta-feira Joaquim Levy, ex-secretário do Tesouro, como novo ministro da Fazenda no lugar de Guido Mantega e Nelson Barbosa, ex-secretário-executivo da Fazenda, como titular do Planejamento; Alexandre Tombini permanece no Banco Central; senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) vai para o ministério da Agricultura e o senador eleito Armando Monteiro (PTB-PE) para o Desenvolvimento; de bom humor, Bolsa sobe quase 4%; Petrobras dispara 8%

Armando Monteiro é o ministro do Desenvolvimento


O senador Armando Monteiro Neto (PTB) foi confirmado, há pouco, como ministro do Desenvolvimento. O senador estava reunido com a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, no Palácio da Alvorada, residência oficial da presidente.

A pasta de Desenvolvimento está ocupada interinamente por Mauro Borges, desde que deixou o posto Fernando Pimentel, da cota pessoal da presidente Dilma.
Ex-deputado por três mandatos, Armando Monteiro foi eleito senador em 2010 e presidiu a Confederação Nacional da Indústria (CNI) entre 2002 e 2010. Candidatou-se ao governo de Pernambuco neste ano, com o apoio do PT, mas foi derrotado em primeiro turno por Paulo Câmara, nome do ex-governador Eduardo Campos (PSB).

CPI Mista da Petrobras pode ser prorrogada por mais 1 mês

Mendonça Filho - foto agência câmara

Por Inaldo Sampaio

A pedido de parlamentares da oposição, a CPI mista da Petrobras poderá ser prorrogada por mais 30 dias.
Ela encerraria seus trabalhos neste domingo, dia 23. Mas diante da dimensão que tomou o escândalo do desvio de recursos na estatal, eles desejam prorrogá-la até o dia 22 do próximo mês.
O requerimento de prorrogação foi lido nesta quinta-feira pelo 1º vice-presidente do Senado,  Jorge Viana (PT-AC).
Ele está assinado por 29 senadores e 218 deputados federais, entre os quais o líder do DEM, Mendonça Filho (PE), mas até a meia noite é possível retirar assinaturas.
Para ser prorrogada, a CPI precisa do apoio de, no mínimo, 27 senadores e 171 deputados federais.
A CPI do Senado já teve seus trabalhos prorrogados até o dia 22 de dezembro próximo. No entanto, a última vez que se reuniu foi em julho deste ano.

Se o PPS radicalizar na reunião de amanhã, botando para fora do partido os três vice-prefeitos e 19 vereadores que não votaram em Raul Jungmann para a Câmara Federal, corre o sério risco de se acabar. O partido ficou fragilizado em Pernambuco após perder João Lyra Neto e Fernando Bezerra Coelho para o PSB e o prefeito de Jaboatão, Elias Gomes, para o PSDB.


O sumiço de Dilma tem a ver com o de João Santana?

 A impressão geral, inclusive dentro do governo e do PT, é que Dilma Rousseff está encolhida, se escondendo da crise, avalia Lauro Jardim, em sua coluna na Veja Online.
Segundo o colunista um experiente ex-governador do PMDB acha que descobriu porque Dilma se enrolou tanto desde o dia seguinte à sua vitória na eleição. Eis o diagnóstico do irônico ex-governador:
- Foi o João Santana sumir e a coisa desandar.

Jarbas e o 'quanto pior melhor'

 Deu na coluna de Carlos Chagas: 
Recém eleito para a Câmara dos Deputados, depois de dois mandatos de senador, o ex-governador de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos, foi sondado para candidatar-se à presidência da Câmara. Recusou com veemência, dizendo que seu candidato é Eduardo Cunha. Diante da surpresa de companheiros que concordam ser Eduardo Cunha a pior das soluções, fisiologicamente falando, Vasconcelos explicou a opção.
Para ele, o atual líder do PMDB é o que de mais nocivo poderia acontecer para o Congresso. Seria a explosão final das estruturas políticas atuais. Depois, alguma coisa acontecerá em termos de mudanças fundamentais. Por isso, é eleitor de Eduardo Cunha…

Implacável, Moro conduz com cautela Lava Jato


Gil Ferreira:
Meticuloso, formal e reservado, o juiz federal Sérgio Moro tem atuado com sucesso em notórios casos de lavagem de dinheiro por 11 anos, e escreveu um livro sobre o assunto após estudar nos Estados Unidos; a investigação vai se aprofundar ainda mais nos próximos meses, disseram à Reuters promotores que trabalham no caso, e pode ainda envolver alguns bancos nacionais, outras companhias e políticos

Observatório combaterá racismo e violência LGBT

Foto: Valter Pontes:
O Observatório Permanente da Discriminação Racial e Violência contra LGBT foi inaugurado pelo prefeito ACM Neto (DEM) e já está funcionando; além de ser um espaço de acompanhamento e encaminhamento de casos de discriminação e violência, a entidade também fará pesquisas que fornecerão dados sobre como a sociedade se comporta frente a esse tipo de situação"A homofobia deve ser tão combatida quanto o racismo e a violência contra as mulheres. Esse é o objetivo da Prefeitura", disse o prefeito ACM Neto

ACM Neto descarta demissão de Mauro Ricardo


:
Encabeçando a lista dos secretários que possivelmente serão substituídos na reforma de ACM Neto (DEM) no início de 2015, o tucano 'importado' de São Paulo tem garantia do próprio prefeito de que não deixará seu governo; "Mauro Ricardo não vai deixar a prefeitura. Essa especulação não tem fundamento. Mauro continua na Fazenda", disse ACM; principal motivo pelo qual Mauro está na berlinda (pelo menos no rol das especulações) é o aumento do IPTU, que teve efeito contrário e fez cair a arrecadação tributária da cidade

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Dilma: “Brasil sairá muito mais forte desse processo”

          Roberto Stuckert Filho/PR: Brasília - DF, 20/11/2014. Presidenta Dilma Rousseff durante Conferência Nacional de Educação (CONAE 2014). Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Sem citar diretamente a Operação Lava Jato, presidente reforça autonomia dos órgãos de investigação em seu governo e afirma que combate à corrupção "nunca foi tão firme e severo como agora"; "Não há qualquer tipo de pressão do governo para inibir as investigações", discursou Dilma Rousseff durante a Confederação Nacional de Educação (Conae), em Brasília; "Queremos a investigação em toda a sua integralidade e garantir também as condições democráticas do direito à defesa. O Brasil sairá muito mais forte desse processo. Mais forte ainda por respeitar as regras do Estado de Direito em que vivemos", acrescentou

''Não há um cidade, um Estado sem obras superfaturadas'

Para promotor especialista em cartéis, algumas empresas atuam como a máfia
Para o promotor de Justiça de São Paulo Marcelo Batlouni Mendroni, especialista em investigar crimes financeiros e cartéis, somente uma ampla reforma na legislação diminuirá a ocorrência de casos de corrupção que, na avaliação dele, é endêmica. (Do El País - Marina Novaes)

Petrobras fez mais de 60% das compras sem licitação

 Dados preliminares do Tribunal de Contas da União (TCU) apontam que a Petrobras não usou licitação em pelo menos 60% dos contratos de compras entre 2011 e 2014, que totalizam entre R$ 60 e 70 bilhões. A informação foi dada nesta quarta-feira pelo secretário de Fiscalização de Obras para a área de energia do órgão,  Rafael Cavalcante, à CPI mista da Petrobras.
O decreto que aprova o regulamento do procedimento licitatório foi assinado pelo então presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, em 1998 para facilitar as compras da estatal.  O representante do Ministério Público Federal (MPF) na reunião, Marcelo Moscogliato, defendeu a importância da licitação para a economia de recursos da sociedade.
"Ninguém concorre com a Petrobras no mercado", disse, ao considerar que a estatal não seria prejudicada numa eventual revisão da norma. A Petrobras afirma que o regime vigente de contratação é importante para a atuação da estatal em um mercado competitivo. (Do Portal Terra)

Diretor queimado por dirigir Conselho da refinaria

 Embora a Polícia Federal tenha retirado o nome de José Carlos Cosenza do rol oficial de investigados na Operação Lava Jato, o Palácio do Planalto avalia que sua permanência na diretoria da Petrobras é "insustentável". Diretor de Abastecimento da estatal desde 2012, Cosenza fica em uma posição frágil porque substituiu Paulo Roberto Costa na presidência do conselho de administração da refinaria de Abreu e Lima -- principal obra sob investigação da Polícia Federal. As informações são de Vera Magalhães, na Folha de S.Paulo desta quinta-feira.
A preocupação do comando da estatal com as obras de Abreu e Lima ficou clara ontem com o afastamento do gerente de Engenharia Glauco Colepicolo, diz a colunista. Ele era chefe de fiscalização da construção da refinaria de Pernambuco.
O conselho de administração era o órgão responsável pela aprovação de aditivos na realização das obras. No caso de Abreu e Lima, foram assinados 153 aditivos que aumentaram o preço da construção da refinaria, segundo a Petrobras.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Eventual “impeachment” de Dilma já está sendo encarado com naturalidade por jornais do Sul. Merval Pereira escreveu no “Globo” que as manifestações pela queda da presidente podem até ser precipitadas, “mas não golpistas”. E Raimundo Costa escreveu no “Valor” que o PT e o governo estão preocupados porque o ato pró “impeachment” que houve em SP reuniu cerca de 10 mil pessoas.


Procurador da República em Patos diz que documentos da Secretaria de Saúde serão analisados quanto à veracidade das informações.



                
 
A pedido do procurador da república do MPF em Patos, João Raphael, a Polícia Federal esteve na sede da Secretaria Municipal de Saúde, na manhã desta quarta-feira (19), para recolher alguns documentos que contém informações técnicas sobre o órgão. Segundo João Raphael, o mandado de busca e apreensão visa investigar um possível cometimento de falsidades.
“Em determinado momento expedi ofício à secretaria municipal de saúde e, tivemos um pouco de dificuldade na obtenção da resposta. Daí começamos a suspeitar que a secretaria poderia estar maquiando determinadas informações para o Ministério Público Federal. Basicamente foi esse o motivo de eu ter solicitado uma expedição de um mandando de busca e apreensão, que foi cumprido pela Polícia Federal na manhã de hoje. Tudo isso foi para que tenhamos acesso direto a determinados documentos, e assim, possamos comparar as informações anteriormente prestadas, para que seja possível constatarmos se realmente houve falsidade ideológica”, esclareceu.
O procurador ainda esclareceu que uma funcionária do órgão foi notificada a prestar esclarecimentos e, nessa condição, a mesma se dirigiu até à procuradoria para isso, sem ser na condição de investigada, mas na condição de testemunha para explicar como funciona determinados procedimentos no setor que ela trabalha.
Em virtude do procedimento investigatório no âmbito do Ministério Público Federal estar sob grau de sigilo, a conclusão da investigação será apresentada no prazo de duas semanas.
Antônio Glauter, delegado da PF, disse que todo o processo investigativo está sob sigilo, e que alguns documentos foram apreendidos. “Não podemos dar mais detalhes”, disse.

Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão na Secretaria de Saúde do Município de Patos



                
 
Uma operação da Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão na Secretaria de Saúde do Município de Patos. A ação aconteceu nesta quarta-feira, dia 19, logo que teve início o expediente de trabalho no órgão que está localizado na Rua João Soares, Bairro Brasília.
De acordo com informações, a operação é comandada pelo próprio delegado da Polícia Federal, Dr. Glauter Morais. O mandado cumpre determinação para verificação de documentos que ajudarão nas investigações em um caso ainda não revelado, mas que está aos cuidados da Delegacia de Polícia Federal, em Patos.
O movimento de policiais federais na sede da Secretaria de Saúde o Município chamou a atenção dos servidores. A revelação dos motivos da movimentação em torno da busca e apreensão ainda estão sendo aguardados.
Ação na manhã desta quarta-feira aconteceu em parceria com o Ministério Público Federal (MPF) na cidade de Patos.
De acordo com o Procurador da República, Dr. João Raphael, a ação se fez necessária devido a Secretaria de Saúde do Município de Patos está dificultando documentação exigida pelo Ministério Público Federal (MPF)


Jozivan Antero – Patosonline.com

MPF em Goiás investiga 'doutrinação bolivariana'


:
Procurador da República Ailton Benedito instaura inquérito civil para apurar ações ou omissões da União com relação à condução de crianças e adolescentes brasileiros à Venezuela; inquérito baseou-se em notícias de que Elías Jaua, ministro venezuelano das Comunas, leva, desde 2011, jovens brasileiros à Venezuela a fim de "doutriná-los a implementar a revolução bolivariana no Brasil"; deputado Ronaldo Caiado (DEM) apresentou requerimento na Câmara para que os ministros Luiz Alberto Figueiredo (Relações Exteriores) e Laudemir André Müller (Desenvolvimento Agrário) sejam convocados para explicar convênio entre o governo da Venezuela e o MST

Tucano anuncia "obstrução em todas as votações"


:
O líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy, anunciou "completa obstrução" em resposta "às inúmeras irregularidades" cometidas, segundo ele, na sessão da Comissão Mista de Orçamento que aprovou parecer do senador Romero Jucá (PMDB-RR) ao projeto que altera o cálculo do superávit primário (PLN 36/14); a oposição já solicitou ao colegiado os áudios e as filmagens da reunião desta terça-feira (18) para tomar providências judiciais

Petrobras demite executivos após sindicância



:
Estatal decidiu demitir altos executivos da Diretoria de Engenharia, segundo reportagem da Folha de S. Paulo; demissões ocorreram após a realização de diversas sindicâncias internas realizadas pela companhia e que buscava apurar o envolvimento de funcionários em superfaturamento de obras; entre os demitidos estaria Glauco Colepicolo, gerente geral de Engenharia; área é a responsável pelas licitações e contratações de empreiteiras, que estão no centro dos escândalos da Lava Jato; presidente da estatal, Graça Foster, anunciou na segunda-feira 60 medidas para melhoria da governança