terça-feira, 30 de setembro de 2014

O PSDB deve estar arrependido por não ter lançado candidato próprio ao governo estadual. Na PB, onde lançou Cássio Cunha Lima, Aécio está com 18% de intenções de voto.


Todos cantam vitória antes do tempo

 Os comitês das campanhas de Aécio Neves e Dilma Rousseff iniciam a última semana da campanha no primeiro turno em clima de confiança. Petistas e tucanos acreditam que a abertura das urnas no domingo pode trazer alguma reviravolta, revela Lauro Jardim, na Veja Online.
A turma de Aécio se apega no crescimento dele nas últimas pesquisas para sustentar a esperança de uma ida ao segundo turno. Já o entorno de Dilma, com o distanciamento em relação a Marina Silva nas pesquisas, acredita que a eleição pode acabar no domingo.
Ainda que a palavra “impossível” deva ser evitada nesta campanha, o que as pesquisas autorizam a falar neste momento é que são cenários altamente improváveis.

Aécio Neves promete 'desnudar' rivais em debate da Globo


:
"A minha participação no próximo debate será propositiva, mas também cobrarei coerência entre aquilo que se propõe hoje e aquilo que se praticou no passado", disse o candidato Aécio Neves (PSDB); ele se referiu aos anos 1990, em relação ao Plano Real e à Lei de Responsabilidade Fiscal, quando Marina Silva estava no PT; "Onde estava a candidata do PSB naquele instante? No Senado, sabendo do que se tratava. Levantou-se para votar a favor da LRF, contra a farra das administrações públicas? Não. Ela se levantou para votar contra a LRF"

Alexandre Padilha será pior votação do PT desde 1998


:
Enquanto o governador Geraldo Alckmin (PSDB) aparece perto dos 50% nas pesquisas de intenções de voto, frente ao segundo candidato, Paulo Skaf, do PMDB, Alexandre Padilha não ultrapassa os 9%; o ex-presidente Lula atribui o resultado ao desconhecimento do eleitor de quem é o candidato do PT; mas sigla critica ex-ministro da Saúde por não ter não abraçado de início a bandeira do partido com as causas sociais

Lula: 'essa é a semana da mentira na imprensa'




STUCKERT:
"Essa semana agora é a semana das mentiras. Vocês vão ver quantas mentiras vão ser contadas na imprensa. Vocês não têm que acreditar porque todas as vezes que aparece um candidato que tenta fazer as coisas para o povo mais humilde, ele é achincalhado pela elite brasileira que não quer que a gente faça", afirmou o ex-presidente Lula, em ato do PT em São Paulo, ao lado da presidente Dilma Rousseff e do candidato petista ao governo do Estado, Alexandre Padilha; ele também rechaçou as comparações com a presidenciável Marina Silva (PSB): "Quando escolhi a Dilma foi pela competência"

Instituto de Marina levou R$ 6,8 mi de Neca e Leal

 


Acionistas do Itaú e da Natura, Neca Setubal e Guilherme Leal bancaram praticamente todos os custos do Instituto Democracia e Sustentabilidade, criado por Marina Silva; ambos deram R$ 6,8 milhões, em cotas idênticas de R$ 3,4 milhões, dos R$ 7 milhões arrecadados pela entidade desde 2010; revelação foi feita pela ex-secretária-executiva da ONG, Alexandra Reschke, ao jornalista Thiago Herdy, do jornal O Globo; tanto o Itaú quanto a Natura foram multados pela Receita Federal durante o governo Dilma; o banco em R$ 18,7 bilhões e a produtora de cosméticos em R$ 628 milhões; Neca, que fala em nome da candidata sobre temas como a independência do Banco Central, também doou mais R$ 1 milhão para outra entidade criada pela ex-senadora, o Instituto Marina Silva

Aécio Neves respira na reta final

Magno Martins
 
Na reta final, a eleição presidencial ganhou um fator inesperado: uma chance, embora remota, do tucano Aécio Neves ser o adversário de Marina Silva no segundo turno, deixando de fora Marina Silva, do PSB. O comando da campanha de Dilma já trabalha com este cenário depois de cruzar números de várias pesquisas.
De acordo com levantamentos diários de um instituto de pesquisa nacional, Marina caiu drasticamente em São Paulo, nas cidades grandes e médias do País. Com os números, a presidente Dilma teria 38%, contra 23% de Marina e 19% de Aécio. Essa distância, de apenas quatro pontos, configuraria uma situação de empate técnico entre o tucano e a candidata socialista.
Outro dado relevante foi a simulação de segundo turno. Dilma venceria Marina Silva por 45% a 40%. E a distância para Aécio seria praticamente a mesma: 46% a 39%. Isso mostra que deu certo a estratégia tucana de enfatizar, nos programas eleitorais, que Aécio seria o 'voto útil para derrotar o PT'.
Até então, Marina vinha se beneficiando de uma debandada de eleitores tucanos que enxergavam nela a possibilidade mais concreta de derrotar o PT. Eleitores que preferiam Aécio, mas a viam como uma espécie de 'plano B', com maiores perspectivas de vitória.
Com os novos dados, que devem ser confirmados já nas próximas pesquisas, Aécio deverá partir para o embate direto com Marina, para, assim, passar para o segundo turno.
Como a candidata socialista vem em queda, sem aparentemente apontar qualquer sinal de reação, nos próximos dias o tucano pode ultrapassá-la cabalando os eleitores ainda indecisos. Marina perdeu substância eleitoral em todas as regiões do País.
O que pode tirá-la da disputa é a queda nos grandes colégios eleitorais, como Minas, São Paulo e Rio. Se Aécio ultrapassar Marina, a eleição volta à velha polarização do PT contra o PSDB, o que, naturalmente, beneficia Dilma.
Para Dilma, aliás, o melhor adversário na disputa final seria Aécio por ser o candidato do neoliberalismo, da herança que o PT herdou e pela vantagem na comparação da era PT com a era tucana do ponto de vista de alcance social. Com Marina, representante da chamada terceira via, Dilma fica diante do imponderável.
Até porque, além de ser uma adversária mais perigosa, porque tem uma história de vida muito semelhante a de Lula, identificada com a pobreza, Marina, que não teve tempo de propaganda eleitoral no primeiro turno, terá igual espaço na TV e no rádio com Dilma.
Mais do que isso, Marina é mulher e tem capacidade de agregar muito mais. Mas um Aécio renascido das cinzas e com fôlego renovado por novas denúncias de corrupção contra o Governo pode vir a ser um adversário mais perigoso, na avaliação do PT.
PESQUISAS– Até as eleições do próximo domingo deve sair um grande número de pesquisas trazendo o cenário da sucessão estadual. Ibope, Datafolha, Ipespe e Nassau já estão em campo para divulgação até sexta-feira, mas devem sair sondagens mais atualizadas no sábado, véspera do pleito, e no próprio domingo. A legislação permite divulgação de pesquisa no dia da eleição.

Mercado sinaliza dias difíceis para Dilma

 
Cartaz da artista Cela Luz, no Rio. / Silvia Izquierdo (AP)

Se Dilma Rousseff vier a ser reeleita nas eleições deste ano, ela terá de promover não só as mudanças esperadas por 80% dos eleitores, mas também atender às expectativas do mercado financeiro, que nesta segunda-feira mandou um recado duro para a presidenta. A Bolsa de Valores teve uma queda abrupta ao longo do dia, fechando com queda de quase 5% em relação a sexta-feira, com destaque para os papéis da Petrobras, que caíram 11%. Ao mesmo tempo, o dólar subiu aos níveis de dezembro de 2008, com alta de 1,53%, fechando a 2,4510 reais.
O comportamento de cavalo selvagem desta segunda lembrou o período pré eleitoral de 2002, quando o ex-presidente Lula liderava as pesquisas, e a bolsa de valores oscilava de modo descontrolado, assim como o câmbio, que chegou a 4 reais quando seu nome foi confirmado nas urnas.
Embora alguns indicadores fundamentais sejam até melhores do que há 12 anos, o cenário para uma repetição de Dilma Rousseff é muito mais desafiador do que naquela eleição, acredita a economista Zeina Latif. “Naquele ano havia o medo do que havia por vir. Agora, a história é outra, pois a credibilidade do Governo está muito abalada, dizendo inclusive que tudo está muito bem”, diz Latif. “Pois se está tudo bem é como se achassem que não há ajustes a serem feitos”, completa.(Do El País - Carla Jiménez)

Dilma em SP: 'chegou a hora da onça beber água'


:
Em comício ao lado de Lula, presidente Dilma Rousseff disse que o PT vai buscar os votos “de casa em casa” na reta final da campanha; ela lembrou que projetos anunciados pelo governador Geraldo Alckmin tiveram recursos federais: “A onça vai beber água. Eu vou botar os pingos nos “i”s. Vai vencer quem tem competência para levar o país para o rumo certo, um governo que tirou 36 milhões de pobreza e que dará continuidade ao projeto que o ex-presidente Lula começou”

FHC: "Dilma arrebentou tudo ao mesmo tempo"


:
Ao participar de uma palestra em Fortaleza (CE), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso bateu duro na presidente Dilma Rousseff e também admitiu que são remotas as chances do senador Aécio Neves (PSDB-MG) vencer as eleições; "Ela [Dilma] merece o Prêmio Nobel de Economia, pois conseguiu arrebentar tudo ao mesmo tempo. Isso é muito díficil de fazer em economia", disse ele; FHC também indicou que já está perdendo as esperanças sobre uma vitória do candidato tucano; "Se fosse pelas qualidades, ele iria, mas a máquina federal está muito organizada para reeleger a presidente e o apelo de Marina é forte"

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Vinte e um prefeitos do PMDB decidem apoiar Wilson Santiago e dividem legenda na Paraíba

 Vinte e um prefeitos do PMDB decidem apoiar Wilson Santiago e dividem legenda na PB

 Vinte e um prefeitos do PMDB da Paraíba decidem apoiar a candidatura de Wilson Santiago a senador pela coligação ‘A vontade do povo’ e dividem legenda do adversário José Maranhão ao meio no Estado. São apoios de cidades consideradas redutos tradicionais do partido do principal adversário de Wilson na corrida eleitoral pela vaga no Senado Federal.


Ainda anunciaram o apoio a Wilson Santiago, vários ex-prefeitos e ex-deputados do PMDB que, nesta reta final da campanha, fica dividido entre os dois principais candidatos a senador.


Entre os prefeitos do PMDB, está Dudu de Brizola (Rio Tinto), João Ribeiro (Jacaraú), Euda Fabiana (Cuité), Domingos Neto (São José de Piranhas), Eduardo Torreão (Serra Branca), Dudu Dantas (Cubati), Adriana Andrade (Pilões), Ailton Suassuna (Tavares), Nael Rosa (Malta), Márcia Mousinho (Sertãozinho) e Danizio Mangabeira (Triunfo).

Redação com Assessoria

Aécio, para se apresentar como “pai de família”, batiza filhos em São João del Rey

290914 - Foto Orlando Brito-Coligação Muda Brasil

Por Inaldo Sampaio

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, esteve ontem em São João Del Rey (MG), terra do seu avô, Tancredo Neves, para batizar os filhos gêmeos Júlia e Bernardo, fruto do seu relacionamento com a modelo Letícia Weber.
Do primeiro casamento, o senador teve apenas uma filha, Gabriela, hoje com 22 anos de idade.
O tucano sempre gostou da vida de solteiro. Mas, para não ficar “inferiorizado” em relação a Eduardo Campos, que era muito bem casado e seria o seu “calo” na eleição presidencial, casou-se com Letícia Weber e passou a usar aliança de casado.
Em coletiva de imprensa, o senador disse o seguinte em frente ao Solar das Neves, de propriedade de sua família:
“Há 30 anos, eu saí da porta dessa casa para iniciar minha caminhada política, acreditando muito que política e decência devem ser como irmãs siamesas. O tempo passou, os cabelos ficaram um pouco mais brancos, mas, no momento em que se aproxima a eleição, quero reiterar a minha crença de que, além das propostas, além das ideias, dos projetos, é fundamental nós resgatarmos na vida pública a ética, a decência, a generosidade”.
Adiante, disse o seguinte: “É aqui que eu busco a fé. É aqui que eu busco a energia, que são as minhas melhores companheiras. Levarei sempre comigo a minha fé e as verdades que eu tenho professado por todo o Brasil para construir um projeto novo. A cada dia, a cada instante, por onde eu passo, tenho mais confiança de que nós temos um projeto extraordinário, para que os brasileiros voltem a ter esperança, vivam com maior saúde, com mais educação, com mais segurança”.
ao lado da mãe, Inês Maria, filha de Tancredo, e da mulher, Letícia Weber, Aécio batizou os gêmeos na Igreja de Nossa Senhora do Pilar.
Amigos, parentes e os padrinhos das crianças, o empresário Alexandre Accioly e Camila Weber, irmã de Letícia, participaram da celebração, conduzida pelo pároco Geraldo Magela e pelo padre Fábio de Melo.
Diante da pia batismal, a cantora lírica Leila Taier entoou um canto gregoriano, emocionando os presentes. Na mesma Igreja também foram batizados a filha mais velha de Aécio, Gabriela, e o seu avô, o ex-presidente da República Tancredo Neves.

"PT ataca ACM Neto por inveja de sua avaliação"


Foto: Valter Pontes:
Em debate entre os candidatos ao governo do Estado nesta madrugada, na TV Record, Paulo Souto (DEM) respondeu aos ataques do adversário do PT, Rui Costa, de que "eles" atacam seu correligionário por "inveja" do jovem democrata, que foi avaliado como melhor prefeito do Brasil em 2013 entre 18 capitais pesquisadas; "Ao querer desmerecer os avanços da prefeitura de Salvador para me atacar, o PT só demonstra ter inveja de uma administração que está tendo uma avaliação espetacular"

"Por favor, governador, desça do helicóptero"


:
Embate ACM Neto x Jaques Wagner, os ex-amigos, teve mais um episódio neste sábado, após o governador dizer que a gestão do democrata na Prefeitura de Salvador "é uma perfumaria" e de "pouca relevância estrutural para a cidade"; na réplica, o prefeito convidou o petista a "descer do seu helicóptero" e andar pelas ruas da cidade; "Por favor, governador, desça do helicóptero e venha ver as obras que a prefeitura está fazendo em Salvador com recursos próprios. São varias intervenções com dinheiro da própria prefeitura"

Armando Monteiro usará depoimento de Eduardo Campos no guia do PTB


:
Candidato ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro (PTB) usará, em seu guia eleitoral, um depoimento do ex-governador Eduardo Campos (PSB) elogiando o petebista em 2010, quando o parlamentar disputa o Senado pelo palanque de Campos; antes de Campos aparecer na tela pelo guia do PTB, a apresentadora diz que Paulo Câmara (PSB), adversário do parlamentar, "deve, no mínimo, respeitar a opinião de Eduardo sobre Armando Monteiro"; em um dos trechos do seu depoimento, Campos afirma que "o trabalho de Armando Monteiro está presente no que aconteceu de melhor em Pernambuco durante o nosso governo"

Roberto Amaral atende Renata Campos e adia eleição interna do PSB

 
:
Presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, decidiu atender a "apelo" da viúva de Eduardo Campos, Renata, e adiou reunião marcada para a próxima segunda-feira (29) para escolher o novo líder maior da legenda; nova data é dia 13 de outubro, após as eleições; Amaral enviou carta ao presidente do PSB em Pernambuco, Sileno Guedes, comunicando adiamento e reiterando sua candidatura à reeleição; leia íntegra

Corrente do PT decide apoiar candidato do PSB



:
Uma das correntes do Partido dos Trabalhadores, a PT de Lutas e Massa (PTLM) decidiu apoiar a candidatura do ex-secretário estadual da Fazenda Paulo Câmara (PSB) ao governo de Pernambuco; em nota, a tendência diz que "o PT de Pernambuco vem seguindo um caminho que o afasta dos seus princípios éticos fundamentais"; coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) no estado, Gilson Guimarães também afirma que o candidato ao governo de Pernambuco Armando Monteiro (PTB) e do postulante ao Senado (PT) João Paulo escondem a petista de suas campanhas

Teresa Leitão: "A corrente PTLM está saindo do PT"

:
Presidente do partido em Pernambuco, deputada estadual Tereza Leitão disse que a tendência PT Lutas de Lutas e Massas está rompendo com o partido; a declaração veio após a corrente abandonar o palanque da legenda, que tem o senador Armando Monteiro (PTB) como candidato ao governo do estado e o deputado federal João Paulo (PT) ao Senado; segundo a parlamentar, seu partido discutiu de forma democrática estratégias políticas para as eleições deste ano, e, portanto, não há motivos para a corrente não apoiar a chapa da legenda; "Acontece que a corrente (PTLM) está saindo do PT", afirma

PT já se prepara para segundo turno com Aécio


:
Lideranças do Partido dos Trabalhadores receberam números que mostram queda acentuada de Marina Silva, especialmente em São Paulo e nas cidades grandes e médias do País; com isso, a situação entre ela e Aécio Neves, do PSDB, já seria de empate técnico na briga pelo segundo lugar; dados do recebidos pela campanha indicam percentuais próximos a 38% para Dilma, 23% para Marina e 19% para Aécio; neste domingo, dirigentes do PT avaliaram o novo cenário; petistas acreditam que tucano irá ultrapassar a candidata socialista e não consideram isso uma boa notícia, pois Marina seria derrotada com mais facilidade

Paulo Souto: "Vamos dar um basta no holocausto do PT"


:
"Vamos tomar medidas firmes e eficientes na segurança pública para dar um basta no holocausto de mais de 37 mil baianos assassinados durante o governo do PT", disse o candidato do DEM ao governado do Estado neste domingo (28), antes de ir para Canavieiras, onde fez comício à noite; "A situação da segurança pública na Bahia é tão grave que, se eleito, vou trabalhar desde o primeiro dia, com muita determinação, para reverter os índices epidêmicos da violência, que se alastrou por todo o estado na gestão petista"