quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Obras da Transposição param por falta de pagamento



As obras da Transposição do São Francisco no trecho entre Cabrobó (PE) e Penaforte (CE), onde está sendo construído um canal, voltaram a ser paralisadas, ontem, porque a empreiteira Mendes Júnior não está pagando em dia as empresas terceirizadas. Segundo trabalhadores que entraram em contato com a redação deste blog, tem empresa terceirizada que não recebe há mais de cinco meses.

Já a empresa de alimentação Xique-Xique, que cuida das refeições diárias dos trabalhadores, estaria com uma pendência acima de R$ 2 milhões, o que vem refletindo na baixa qualidade nutricional das refeições servidas. “Ontem, serviram cuscuz, macarrão, feijão e um pedaço de frango para o jantar”, disse um dos trabalhadores.
“A lei manda que as refeições tenham pelo menos dois tipos de proteína. Pela manhã, estamos comendo pão com margarina no café”, disse um dos trabalhadores. Neste trecho, segundo ele, trabalham, hoje, em torno de 1,5 mil operários. O total já foi bem maior, mas a Mendes Júnior, ainda segundo os trabalhadores, que pediram anonimato para não serem perseguidos, mais de 400 foram demitidos pela empreiteira na semana.
“O Governo, devido a campanha, pressionou a Mendes Júnior, que readmitiu”, contou um deles. Os trabalhadores temem, entretanto, que após as eleições, possa ocorrer demissão em massa, principalmente por parte das empresas terceirizadas que não estão tendo mais condições de arcar com as despesas sem receber da Mendes Júnior.

FHC e Aécio convocam atos contra “podridão” no País


Após a inversão de posições na corrida presidencial, lideranças do PSDB tentam realizar atos em diversas capitais para tentar resgatar o espírito das "jornadas de junho"; a poucos dias do segundo turno, convocação promete radicalizar os ânimos do País; "Sou neto de nordestino, tenho orgulho disso. Nós aqui de São Paulo precisamos estar juntos com vocês todos, nós todos juntos em indignação contra essa podridão que está havendo no Brasil", diz o ex-presidente FHC num dos vídeos; "Nesta quarta-feira, a partir das 19h, o Brasil inteiro vai estar mobilizado pela mudança", afirma Aécio; com o Brasil dividido, tucanos vão à guerra, enquanto Dilma adota a linha "paz e amor"

José Aníbal ataca presidente da ANA: "vagabundo"


:
Deputado federal José Aníbal (PSDB-SP) reagiu pelo Twitter contra críticas do presidente da ANA (Agência Nacional de Águas), Vicente Andreu, à gestão da crise hídrica pelo governo Alckmin (PSDB): 'Este vagabundo,Vicente Andreu,q deveria estar trabalhando em Brasília,disse q segunda cota do volume morto é "pré-tragédia". Lodo é p onde vai Andreu. Está na Agência p aparelhar os interesses da ruína q representa. Torce contra SP. Vai dar c os burros n'água/lodo'

Tom dos colunistas revela desalento com pesquisas


Colunistas que têm sido a tropa de choque da oposição no País demonstram certo desânimo com as mais recentes pesquisas eleitorais, que mostraram uma inversão de posições entre a presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves, a despeito do empate técnico; Ricardo Noblat admite o fracasso do discurso udenista e fala que agora todos podem roubar; Merval Pereira afirma que o Brasil segue uma trilha fascista; da mesma forma, Arnaldo Jabor prevê um bolivarianismo light, enquanto Dora Kramer diz que a força do PT se deve à "covardia" da sociedade brasileira; calma, a eleição ainda não acabou

Ex-candidato a deputado do PMDB de Cajazeiras adere a Cássio

 O ex-prefeito de Cajazeiras Carlos Rafael, que se candidatou a deputado estadual nessas eleições pelo PMDB e obteve 1.728 não conseguindo sucesso  para uma das 36 vagas a Assembleia aderiu ontem (21) a candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB). Rafael não vai seguir a orientação da direção estadual da legenda de alinhamento político com o atual governador Ricardo Coutinho neste segundo turno das eleições.

Carlos Rafael não participou das deliberações dos membros do partido, a nível local, por se encontrar em João Pessoa, mas manteve vários contatos via telefone com Cássio, em virtude das questões políticas da cidade, onde faz oposição a atual gestão, que por sua vez é aliada de Ricardo Coutinho.

Em Cajazeiras o PMDB vem fazendo oposição ao grupo liderado por Carlos Antônio, desde que ele se lançou na política e seus filiados têm sido vítimas de perseguição por parte do esquema político da situação cajazeirense, o que inviabilizou qualquer entendimento no sentido de uma aliança em favor do projeto de reeleição de Ricardo Coutinho. Carlos Rafael participou ontem de comício em Cajazeiras com Cássio. Redação

Aécio reforça palanque no Mato Grosso do Sul


Do Correio do Estado
O candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) chegou, há pouco, no Grand Park Hotel, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, para coletiva de imprensa. Estão presentes o prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP), o candidato ao governo do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), a vice-candidata Rose Modesto, o ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e alguns deputados eleitos.
Esta é a segunda vez que Aécio vem ao Estado neste pleito, com objetivo de pedir votos para seu correligionário à sucessão estadual, Azambuja.
Depois da coletiva, o presidenciável participa de comício na Associação Nipo Brasileira. No primeiro turno, o tucano priorizou o município de Dourados, distante 225 quilômetros da Capital. Mas agora, a volta dele ao Estado será concentrada na Cidade Morena, onde Reinaldo foi o mais votado no primeiro turno.

Aécio volta a contestar pesquisa e diz que está eleito

Campanha Aécio Neves
O candidato tucano a presidente da República contestou hoje a pesquisa Datafolha divulgada ontem que o coloca em posição abaixo de sua concorrente Dilma Rousseff(PT), e disse que tem pesquisas internas que dão como certa a sua vitória. 'Pelo que nós vimos da pesquisa do primeiro turno, o Datafolha está me dando como eleito', ironizou.
Depois de atacar os institutos de pesquisas dizendo que eles 'devem uma explicação aos brasileiros pelos erros grosseiros que vêm cometendo’’, Aécio disse que 'se eu me abalasse por pesquisas, não teria tido o resultado que tive no primeiro turno'.
'Não posso considerar queda uma candidatura que teve 30 e poucos pontos no primeiro turno e depois aparece com 50. A nossa candidatura foi a que mais cresceu', disse.

Aécio diz que vai manter ataques a Dilma até o final

Campanha Aécio Neves
O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, disse nesta terça-feira (21) que vai manter os ataques à adversária Dilma Rousseff (PT) na reta final de sua campanha ao Palácio do Planalto.
 
"Não deixarei nenhum ataque sem resposta. Eu me preparei 30 anos para viver este momento. Vou fazer uma campanha propositiva, mas a cada ataque, vou responder com o mesmo tom. A minha vitória é essencial. (...) A cada mentira e a cada ataque, responderei com a verdade", disse o tucano.
Durante comício em Goiânia, Aécio convocou os brasileiros a deixarem para trás o "tempo da corrupção, do desgoverno, da irresponsabilidade, infâmia e mentira".
"Assim como há 30 anos Tancredo [Neves] convocava de Goiás todos os brasileiros para deixar o regime autoritário, quero convocar os brasileiros a deixar para trás o tempo da corrupção, do desgoverno, da irresponsabilidade, infâmia e mentira."
Aécio disse que a atual campanha presidencial é a de "mais baixo nível" da história, deixando de apresentar propostas aos eleitores.(Da Folha de S.Paulo - Gabriela Guerreiro) 

Aécio diz que não tem medo do PT, e libertará o Brasil

(Foto: Orlando Brito/Coligação Muda Brasil)
Em um dos discursos mais exaltados da campanha até agora, o presidenciável Aécio Neves (PSDB) declarou nesta terça-feira (21) que irá 'libertar o país do PT', e que 'não tem medo' dos adversários.  'Quero dizer a todos os brasileiros: comigo, não. Eu não tenho medo do PT. Vou vencer o PT', bradava, com voz rouca e sob aplausos e gritos de cerca de 2.000 pessoas, que agitavam bandeiras a cada crítica ao partido.  'Vou libertar o país desse partido político que tomou conta do Brasil e esqueceu dos brasileiros.'
O comício foi numa associação em Campo Grande, com a participação do candidato tucano ao governo de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, eleitores e militância paga.
No meio do comício, Aécio tomou alguns goles de tereré, um mate gelado típico de Mato Grosso do Sul, oferecido por um militante em frente ao palco. Ao final, disse: 'bom'. O público aplaudiu efusivamente.

Aécio: 'PT faz de punidos heróis; nosso governo não'

Bruna Fasano, de Campo Grande
O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, cumpre agenda eleitoral em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira (21)
O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, cumpre agenda eleitoral em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira (21) ( Marco Miatelo/Estadão Conteúdo)
'O PT transforma punidos e pessoas a serem punidas em heróis nacionais. No nosso governo isso não acontecerá'. Esta foi a reação do candidato tucano à Presidência da República, quando indagado sobre a presença de integrantes do PSDB no esquema de corrupção da Petrobras, divulgada esta semana.
Acerca dos depoimentos de envolvidos no esquema desbaratado pela Operação Lava Jato da Polícia Federal que envolvem tucanos, o presidenciável disse que o partido vai 'investigar doa a quem doer e punir quem quer que seja'. Afirmou ainda que, ao contrário do que faz o PT, não pretende 'homenagear' os investigados caso se comprove a ligação deles com o esquema.
Aécio Neves visitou nesta terça-feira a cidade de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Sobre a pesquisa Datafolha divulgada na noite de segunda-feira, em que Dilma aparece numericamente à frente, o tucano não demonstrou preocupação. Sobre o aumento em seu índice de rejeição, afirmou: 'O Brasil vai saber responder nas urnas'.  (Com informações do site da Veja)

'Dilma merece a medalha da sacanagem', diz tucano

Deu na coluna de Bernardo Mello Franco, na Folha de S.Paulo desta quarta-feira:

 ''A cúpula da campanha de Aécio Neves culpa a falta d'água em São Paulo pela recuperação de Dilma Rousseff na reta final da eleição. A crise, explorada pela propaganda petista, seria o principal motivo da redução da vantagem do tucano no Sudeste. O clima no tucanato é de revolta com o uso da falta d'água na propaganda do PT. 'Dilma merece a medalha da sacanagem. Fazendo o que faz, vai perder a legitimidade se for reeleita', esbraveja o ex-governador tucano Alberto Goldman.
Os aecistas temem que o problema no abastecimento continue a drenar votos até domingo. O governador Geraldo Alckmin se reelegeu no primeiro turno, quando a situação ainda não afetava as famílias paulistas na proporção atual.  Até o agravamento da crise hídrica, o núcleo próximo ao presidenciável era só elogios ao empenho do governador paulista na campanha do mineiro.
O presidente da Agência Nacional de Águas, Vicente Andreu, também entrou na mira após dizer que a Sabesp terá que buscar água no lodo. 'De lodo ele entende. Foi ele que levou o PT de Campinas para o ralo', ataca o deputado estadual Cauê Macris (PSDB).
Os petistas festejam. 'Aécio disse que a população voltou a fazer filas nos supermercados por causa da inflação. Em São Paulo, o que o povo precisa estocar é água', diz o deputado Paulo Teixeira (PT-SP).

Dilma gasta R$ 12 milhões com Ibope e Datafolha


A presidenta Dilma Rousseff (PT) – que lidera as pesquisas – fez o seu governo gastar mais de R$ 12,7 milhões contratando serviços do Ibope, Datafolha e o instituto MDA, conhecido por suas pesquisas para a Confederação Nacional dos Transportes (CNT). O valor gasto até agora no governo Dilma é bem superior aos R$ 2,8 milhões pagos nos dois mandatos de Lula, seu antecessor.
Dos três institutos, o que mais fatura no governo do PT é o Ibope: R$ 11,5 milhões com Dilma e R$ 2,3 milhões no governo Lula. Já o Vox Populi levou apenas R$ 1,2 mil nos dois mandatos de Lula. Já o governo Dilma não aplicou um só real no instituto mineiro.
Nos serviços contratados pelo governo, há pesquisas de opinião e até levantamentos sobre efeito estufa. Entre os órgãos governo que contrataram pesquisas a Presidência da República, o Ministério do Desenvolvimento Social e a estatal EBC. (Cláudio Humberto).

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Aécio Presidende


Destituição de Inocêncio ameaça rachar o PR


:
A destituição do deputado federal Inocêncio Oliveira do comando do PR em Pernambuco ameaça levar o partido a um racha sem precedentes. O grupo político ligado a Inocêncio classificou o fato como uma "intervenção arbitrária, injusta, incoerente e desrespeitosa" que teria sido orquestrada pelo presidente nacional do PR, senador Alfredo Nascimento. Inocêncio foi substituído pelo deputado federal reeleito Anderson Ferreira; caso a situação não seja revista, o grupo promete acionar a Justiça e, em último caso, uma desfiliação em massa dos membros da legenda no Estado;  o PR pernambucano possui dois deputados federais e três estaduais, 17 prefeitos, 52 vice-prefeitos e 217 vereadores

ALPB aprova projeto que obriga presença de nutricionista em asilos da Paraíba

 A Assembléia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, por unanimidade, na sessão desta terça-feira (21), projeto de Lei, nº 1948/2014, de autoria do deputado Carlos Batinga (PSC), que torna obrigatório a assistência e acompanhamento de profissional nutricionista nos asilos e instituições de longa permanência de idosos e similares no Estado.

De acordo com o projeto, “todos os asilos, casas de acolhimento e repouso e instituições de longa permanência para idosos, bem como quaisquer outros estabelecimentos que ofereçam amparo, proteção, hospedagem, abrigo ou internação a idosos, a título gratuito ou oneroso, de caráter público ou particular, com atuação no Estado da Paraíba, deverão ser assistidos por um ou mais profissionais nutricionistas, para acompanhamento dos idosos atendidos”.

“É fundamental para garantir a qualidade de vida aos idosos à segurança alimentar e correta alimentação. Atendido esse requisito, em muito se avançará no sentido de mantê-los saudáveis por mais tempo”, justifica o deputado.

Batinga destaca que no primeiro semestre deste ano a ALPB já havia aprovado o projeto de Lei, nº 1861/2014, também de sua autoria, que determina que “os estabelecimentos comerciais e não comerciais que prestem serviços de preparo e fornecimento de alimentação humana pronta para consumo que produzam mais de 200 refeições por dia, somente poderão exercer as suas atividades sob a responsabilidade técnica de um nutricionista”. Esta lei já foi sancionada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e está em vigor na Paraíba.

Reconhecimento Durante a votação e discussão do projeto, o deputado Carlos Dunga ocupou a tribuna da ALPB e ressaltou a importância das duas matérias para a segurança alimentar dos paraibanos. Segundo Dunga, estes dois projetos de Batinga estão entre os mais importantes aprovados pela Casa de Epitácio Pessoa em 2014.

Cássio visita cinco cidades do Cariri

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato a governador pela Coligação A Vontade do Povo, reservou o final da tarde e início da noite desta segunda-feira (20) para visitar cinco cidades do Cariri paraibano, onde reiterou seus compromissos e garantiu trabalhar ainda mais pela região, caso seja eleito no próximo domingo (26).

Começando pelo Congo e passando por Camalaú, São João do Tigre, São Sebastião do Umbuzeiro e Zabelê, o tucano conversou com a população.

"Além de trazer o agradecimento a vocês que me ajudaram a vencer o primeiro turno das eleições, trago também uma palavra de tranqüilidade em relação ao prosseguimento das obras das estradas. Até porque esse Anel do Cariri foi projetado e iniciado no nosso governo, com a conclusão das estradas que ligam Zabelê a Monteiro e Sumé ao Congo. Como é que não vou continuar uma obra concebida ainda no meu governo?", ponderou o senador.

Zabelê Ao lado do deputado estadual reeleito João Henrique (DEM) e do vereador Bruno Cunha Lima (PSDB), que vai ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa a partir de 2015, Cássio foi recebido com festa em Zabelê.

A prefeita Íris Henrique (DEM) e o vice-prefeito Zé Cláudio, além de vereadores e lideranças da região, recepcionaram o candidato tucano no palanque.

"Vamos reconciliar o Estado com as prefeituras através das parcerias. E ao lado da prefeita Íris, vamos fortalecer a infraestrutura dessa cidade. Tenho certeza que são muitas ruas que precisam de calçamento. São programas de geração de renda que precisam ser restabelecidos. Vamos trazer de volta o programa do Pão e do Leite", comprometeu-se Cássio, antes de seguir para Monteiro.

A vez do povo!


Aécio Presidente!


Ronaldo Cunha Lima


Vem pra rua