quinta-feira, 31 de março de 2011

Eduardo Campos faz turismo no Sertão. enquanto a violência e a dengue tomam conta de Pernambuco

 O Governador Eduardo Campos resolveu fazer turismo em Pernambuco, denominado por sua equipe de “Todos Por Pernambuco”. Durante este final de semana o vendedor de ilusões vai visitar as regiões do São Francisco e do Pajeú , onde não existe estradas, segurança, saúde e a falta de água é um problema na maioria dos municípios visitados pelo governador, como é o caso de Petrolândia , onde tem a água , mas a compesa não atende a população.
A dengue toma conta do Pajeú, Principalmente em Afogados da Ingazeira, onde o prefeito é do partido do governo e sede da X geres de saúde
 As estradas são uma imoralidade, falta de respeito do governo com a população.
O povo quer sabe, Quais as providências tomadas em relação as denuncias feitas nos outros seminários? Governador o povo não é besta, queremos segurança, saúde, educação, estradas etc. Não queremos um vendedor de ilusões que visita nossa região e não faz nada. Cadê a transposição do rio São Francisco? Como anda a ferrovia transnordestina? O povo está de olho!   

Bem que o governador deveria trocar o avião pelo carro, pelo menos no trecho de Ibimirim a Floresta, na viagem que fará hoje até Petrolândia, para ver in loco a situação da PE-360. E depois conhecer um drama muito maior: a estrada de Floresta até Serra Talhada. Ambas têm trechos que são verdadeiras crateras. É impossível ultrapassar a velocidade média de 30 km. Folha Política

Estradas que são uma vergonha. É uma imoralidade, Eduardo Campos!                

DEMOCRATAS vai devolver site JK.org.br à família Kubitschek

O presidente nacional do DEM, senador José Agripino Maia (RN), decidiu devolver à família do ex-presidente Juscelino Kubitschek o domínio www.JK.org.br, registrado pelo prefeito paulistano Gilberto Kassab quando ainda presidia o partido em São Paulo. No Registro.br, ele aparece como “responsável” pelo site, numa tentativa de se apossar da imagem positiva do falecido presidente da República
O senador Agripino Maia telefonou a familiares de JK colocando-se à disposição para acabar com a apropriação indevida. CH,31/03/11.

Justiça condena ex-prefeito de Paulista e 13 vereadores a restituir R$ 6,1 mi

A juíza da Vara da Fazenda da Comarca do Paulista, Ana Carolina Fernandes Paiva, julgou procedente a ação popular interposta por Genivaldo Ribeiro do Nascimento, atual presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Paulista (Sinsempa) e condenou o ex-prefeito Antônio Speck e os vereadores do município de forma solidária, à restituição dos valores indevidamente sacados/transferidos da conta destinada ao Fundo Municipal de Previdência (Funprev-Paulista).

Os parlamentares condenados foram: Antônio José de Lima Valpassos, André Gustavo Carneiro Leão, Mário Jorge de Siqueira Carvalho, José Rufino Neto, Luiz Raimundo Fernandes Ribeiro, João Pereira Leite Neto, Antônio Roberto Figueiredo Martins, Josemir Borges Rodrigues, Domício de Lima, Fernando Antônio da Silva, João Batista Carlos de Mendonça, Nelson Falcão de Melo, Marcos Pereira Gomes.

Aleluia envia carta ao reitor de Coimbra contestando título de doutor dado a Lula

Professor universitário, presidente da Fundação Liberdade e Cidadania e vice-presidente nacional do Democratas, o ex-deputado José Carlos Aleluia , enviou carta ao Reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva, contestando a entrega do título de ´Doutor Honoris Causa` ao ex-presidente Lula. "Tomando como referência o significado que tem, para nós brasileiros, a Universidade de Coimbra, entendo que a iniciativa destoa aberta e completamente de toda a sua tradição", diz. Para ele, "a concessão do mencionado título contraria frontalmente toda a idéia que nós fizemos da Universidade de Coimbra, pelo fato, sobejamente conhecido, de que o ex-Presidente sempre se vangloriou de não haver freqüentado qualquer curso". Para ele, Lula "notabilizou-se por institucionalizar a corrupção, alegando inclusive tratar-se de fenômeno arraigado, que não lhe competia combater". CH,31/03/11

Pesquisa aponta que desemprego no país sobe para 10,5%



A taxa de desemprego no país apresentou leve alta em fevereiro, de acordo com pesquisa realizada pela Fundação Seade e pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em sete regiões metropolitanas e divulgada nesta quarta-feira. O índice ficou em 10,5%, ante taxa de 10,4% registrada em janeiro, informa a Folha Online.
O índice em São Paulo também apresentou leve alta no mês passado, passando de 10,5% em janeiro para 10,6% em fevereiro. Em Porto Alegre, a taxa se manteve estável (7,3%). Em Recife, variou de 13,5% para 13,9%. Em Salvador, passou de 13,6% para 14,3%. Em Belo Horizonte e Fortaleza, as taxas tiveram alta, de 7,7% para 7,8% e de 8,5% para 8,6%, respectivamente. No Distrito Federal, a taxa passou de 12,6% para 12,7%.
O contingente de desempregados nos sete locais analisados foi estimado em 2,318 milhões de pessoas em fevereiro, 27 mil a mais do que o estimado em janeiro. Esse número é resultante do fechamento de 123 mil ocupações, aliado à saída de 96 mil pessoas do mercado de trabalho.
Por Magno Martins

quarta-feira, 30 de março de 2011

Maria é a vencedora do Big Brother Brasil 11 e ganha R$ 1,5 milhão

No G1

Maria é a vencedora do Big Brother Brasil 11, ganhando R$ 1,5 milhão. Bial faz o seu discurso em homenagem à atriz.

"Ah, Maria, você encantou o Brasil com a sua doçura e sua verdade. Ah, Wesley, você também nos encantou só por ser bem educado, atencioso. Mas convenhamos Maria, convenhamos doutor, que surra!", diz o apresentador que conta uma história de Guimarães Rosa para dar um exemplo. "A ela, a única Maria do mundo!", diz Bial. A sister se surpreende e começa a chorar. "Não acredito!", exclama a atriz.  
Relembre a trajetória de Maria no BBB11
“Estou pronta para me exibir para o Brasil inteiro”. Foi com essa afirmação que Maria chegou à casa do BBB11. A paulista, de 27 anos, viveu seus primeiros momentos do reality numa espécie de Acampamento, montado na área externa da casa. Ela enfrentou o Paredão duas vezes, venceu uma vez a Prova do Líder e foi Anjo por uma semana. O único prêmio que a sister faturou, durante o programa, foi uma viagem para Los Angeles. Mesmo assim, ela sempre se empenhou nas provas, como nas Provas do Líder “Vai e Vem” e “João e Maria”.
Maria se uniu às mulheres da casa e formou com Jaqueline e Talula o grupo das “Pretinhas”. Por sua causa, uma nova gíria passou a fazer parte do vocabulário dos brothers e de tantas outras pessoas. “Mariou” foi um termo criado em homenagem à sister que não entende as piadas e canta errado as letras das músicas. A atriz fez perguntas e comentários inusitados e, por isso, foi alvo de gozação entre os brothers. “Vocês falam mariou, mariou, posso ser burra para umas coisas, mas para outras sou bem espertinha”, polemizou ela.
Maria protagonizou um triângulo amoroso digno de novela. Ela formou com Mauricio o primeiro casal do BBB11. Mas o brother foi eliminado na segunda semana e, logo, o charmoso médico entrou no programa. Wesley rapidamente se aproximou de Maria e confessou se sentir atraído por ela. Para surpresa de todos, Mauricio retorna à casa por meio de votação popular. A paulista tentou diversas vezes retomar o antigo romance. Sem ter sucesso e cansada de ser rejeitada, ela caiu nos braços de Wesley. Os dois ficaram juntos até a final do programa. “No fundo quem saiu perdendo foi ele. E um dia ele há de se arrepender de tudo que fez comigo”, concluiu ela sobre Mauricio.

José Alencar ficou devendo

Quase canonizado em vida, José Alencar morreu recusando o gesto que se espera de todo homem que não é canalha: fazer exame de DNA em ação de reconhecimento de paternidade. Renegou a filha mais velha e insinuou que a mãe, enfermeira de Caratinga, era “prostituta”. CH,30/03/11.

Oposição lança campanha “João é João, lembra?”

CAROL BRITO   
Apesar das legendas oposicionistas ainda não terem definido a estratégia para o próximo pleito municipal, alguns partidos começam a afinar o discurso para campanha com críticas à gestão do prefeito João da Costa (PT) e do seu antecessor João Paulo (PT). Um indício é o lançamento do movimento “Recife tem memória. João é João, lembra?”, organizado pelos diretórios municipais do PMN, PPS e PMDB, previsto para sair às ruas na próxima semana. O objetivo da iniciativa é lembrar que a atual administração é a continuidade da anterior. “O nosso intuito não é fazer uma proposta irresponsável, mas relembrar à população quem é o verdadeiro responsável por esse caos que está a cidade. Não queremos permitir que o povo recifense seja novamente ludibriado. O culpado é João Paulo”, explicou, o presidente estadual do PMN, Sílvio Barbosa, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, ontem. Mil adesivos para a campanha já foram produzidos

Despacho a jato. Governador da Paraíba, Ernane Satyro estava impaciente: ainda teria de receber um prefeito e já estava atrasado para um compromisso. Seu chefe de gabinete teve o cuidado de pedir ao prefeito que objetivasse a conversa: - Vá direto ao assunto e seja breve. O governador é muito objetivo. - Vim tratar sobre dois assuntos – disse o prefeito, já diante do governador – Eu sei que o sr. é objetivo e prático... - Muito bem, amigo velho – interrompeu Satyro – diga então qual o segundo assunto! CH,30/03/11.

terça-feira, 29 de março de 2011

Broncas de Dilma podem provocar debandada

O jeito estúpido de ser da presidenta Dilma pode lhe custar algumas defecções em sua equipe de governo. Pelo menos três ministros que despacham mais assiduamente com Dilma afirmaram a esta coluna temerem que novos desaforos provoquem uma certa debandada. “Há ministros que não fazem a menor questão de despachar com a presidenta”, disse um deles, “exatamente para não ouvir seus gritos”. CH,29/03/11.

"Agora que ele aprendeu (a governar), depois de 11 anos de governo?", questiona Mendonça

Diante da declaração do prefeito do Recife, João da Costa (PT), de que agora iniciou seu governo de fato, o deputado federal Mendonça Filho (DEM) fez duras críticas e ironizou: "Agora que ele aprendeu (a governar), depois de 11 anos de governo?". O petista fez o comentário ontem (28), durante entrega do prêmio internacional em reconhecimento ao programa Orçamento Participativo (OP).

"Na verdade, ele (João da Costa) governa há 11 anos, desde a época de quando ele era secretário do ex-prefeito João Paulo. Ele reinou oito anos como grande mentor da gestão passada. Está atrasado e agora ele diz que aprendeu (a governar), depois de 11 anos de governo?", indagou o democrata, ao Blog da Folha, acrestando que o petista não tem interesse em cuidar no Recife.

Sobre a nova celeuma entre o ex-prefeito João Paulo (PT) e o atual chefe do Executivo municipal, Mendonça Filho não quis tecer comentários, mas orientou João da Costa alimentar menos a intriga e cuidar mais do Recife. "A briga deles não tem significado para mim e o povo. É uma questão de relação pessoal entre os dois. Só queria que ele (João da Costa) alimentasse menos a briga e governasse mais. A cidade, para ele, está relegada a segundo plano", disparou.

Ao analisar a gestão petista, Mendonça Filho argumentou que João da Costa demorou 11 anos para "mostrar sua cara". "É uma gestão medíocre, abaixo da expectativa. O governo dele é distante da população. O Recife não está acompanhando o que o Brasil está vivendo e nem o Nordeste", disparou.

Ministro Luiz Fux à Folha de São Paulo: ''Acho a opinião pública muito importante, mas, para nós (do Supremo Tribunal Federal), a Constituição é um santuário sagrado''

Aos 79 anos, o ex-vice presidente José Alencar perde luta contra o câncer

Do G1
O ex-vice-presidente da República José Alencar morreu nesta terça (29), às 14h45, por falência múltipla de órgãos, aos 79 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O político mineiro lutava contra um câncer na região do abdômen. Na última das várias internações, Alencar estava desde segunda (28) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, com quadro de suboclusão intestinal.

O ex-vice-presidente lutava contra o câncer havia 13 anos, mas nos últimos meses, a situação se complicou. Após passar 33 dias internado – inclusive no Natal e no Ano Novo –, o ex-vice-presidente havia deixado o hospital no último dia 25 de janeiro para ser um dos homenageados no aniversário de São Paulo.

A internação tinha sido motivada pelas sucessivas hemorragias e pela necessidade de tratamento do câncer no abdômen. No dia 26 de janeiro, recebeu autorização da equipe médica do hospital para permanecer em casa. No entanto, acabou voltando ao hospital dias depois.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Familiares do ex-deputado, ex-presidente da Assembleia Legis­lativa e ex-prefeito de São José do Egito, Walfredo Si­queira, preparam-se para comemorar o seu centenário no dia 18 de maio próximo. A programação envolve Governo do Estado, prefeitura e Câmara Municipal. Fogo Cruzado

'Aparelhada', Caixa é um dos maiores territórios do PT

É lorota da ex-presidenta da Caixa sua “resistência” ao preenchimento de cargos por indicação política. Ela mesma, militante do PT, foi indicação política. A Caixa é um dos órgãos do governo mais aparelhados pelo PT, que ocupa oito das onze vice-presidências. O PTB indicou um vice-presidente (de Contratos e Segurança), Sérgio Rodrigues, e o PMDB emplacou o ex-ministro Geddel Vieira Lima. CH,28/03/11.

Recordar é viver: na campanha de Dilma, o governador Eduardo Campos adotou um refrão que repetia com o peito estufado: pedia que desse a Pernambuco o mesmo tratamento de Lula. Além de não dar, a presidente não liberou um tostão até o momento. Pelo contrário, projetos estruturadores como a ferrovia Transnordestina e a transposição do São Francisco estão com suas obras paradas em alguns trechos no Sertão. Folha Política

Decisão do STF pode garantir vaga ao PHS

Manoel guimarães   
 
A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de não aplicar a Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2010 abriu a possibilidade de mudanças na composição da Câmara Federal e nas casas legislativas estaduais. A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) pode ser afetada com a inclusão dos votos anulados e, consequentemente, os novos cálculos do quociente eleitoral. Segundo levantamento do economista e consultor político Maurício Ro­mão, do Instituto de Pesquisas Maurício de Nassau, a coligação Frente Popular de Pernambuco (PSB/PT/ PTB/PR/ PCdoB/PDT/ PP/PSC/ RB) perderia uma vaga (de 33 para 32), que passaria ao PHS, que saiu sozinho e aumentaria sua bancada para três deputados. Na prática, o ex-prefeito de Caetés, Zé da Luz (PHS), ficaria com o mandato de deputado estadual de Francismar Pontes (PTB), último integrante da Frente Popular que conquistou mandato em outubro do ano passado. O humanista obteve 28.515 votos no pleito, contra 34.787 do petebista.

domingo, 27 de março de 2011

A importância do DEMOCRATAS para o Brasil

JOSÉ AGRIPINO MAIA

Defendemos a participação do capital privado nos setores nos quais o Estado não tem recursos para proporcionar a infraestrutura que o país exige
Nosso partido, o Democratas, defende o liberalismo econômico com justiça social. Nossos compromissos são fortes e transparentes.
Temos identificação programática com a economia baseada na livre-iniciativa, com o sistema político plural e participativo, com a liberdade irrestrita de imprensa, e com a diminuição da carga tributária. Acreditamos que o Estado deve servir à sociedade e não a sociedade ao Estado.
Nossas formulações também levam em conta o cidadão comum, que quer ver sua pequena empresa crescer e gerar empregos mas que, por outro lado, enfrenta dificuldades burocráticas, precisa pagar inúmeros impostos e não tem a contrapartida necessária do Estado em saúde ou segurança.
Heróis, os empreendedores brasileiros são os principais responsáveis pela criação de vagas de trabalho e diminuição da pobreza.
O DEM possui compromissos irrevogáveis com os direitos individuais, a meritocracia, a educação de alto nível e a igualdade de oportunidades. O partido não tolera os regimes não democráticos, não importa a sua ideologia, e defende a participação do capital privado nos setores nos quais o Estado não tem recursos para proporcionar a infraestrutura que o país exige.
É evidente que o Brasil passa por um período de notável desenvolvimento. O governo do PT, entretanto, esconde que os avanços só foram possíveis pois ideias sempre defendidas pelo Democratas foram implantadas nos governos Itamar Franco e FHC e mantidas no começo da gestão Lula. Entre elas, o combate à inflação, o equilíbrio das contas públicas e o cumprimento à Lei de Responsabilidade Fiscal.
Sem essas ações de cunho liberal, somadas com a enorme demanda pelas commodities brasileiras, governistas sabem que não teriam muito a comemorar. Foram premiados pelas circunstâncias e tiveram a sensatez de não terem colocado em prática muitas ideias que sempre abraçaram, como o rompimento com organismos internacionais.
Mas é preciso dizer que o governo não aproveitou a bonança mundial para tomar muitas medidas necessárias ao Brasil, como aprimorar nossa infraestrutura. Portos, estradas e aeroportos de má qualidade travam a possibilidade do desenvolvimento a longo prazo. Além disso, para ajudar a eleger a atual presidente, o PT novamente desarrumou as contas públicas.
Para se ter uma noção, entre 2006 e 2010, as despesas correntes do governo, decorrentes do gigantismo do Estado, aumentaram em R$ 221 bilhões, ajudando a elevar a dívida interna para R$ 1,7 trilhão, e obrigando o Tesouro a pagar de juros, só em 2010, R$ 195,4 bilhões. Aí vai pelo ralo o dinheiro que falta para investir em infraestrutura.
Fora o corte no orçamento, o governo ensaia tentativas de fazer a população pagar o rombo por meio da recriação da CPMF. Em 2007, não conseguiu. À época, o DEM liderou o movimento que impediu a manutenção da contribuição. Foi o fato mais visível do seu trabalho em obediência ao desejo da sociedade, reafirmando a independência do Poder Legislativo.
Mas a história do DEM é longa. No mínimo remete a 1985, quando a então Frente Liberal contribuiu decisivamente para a eleição de Tancredo Neves, permitindo a volta da democracia, com a realização de eleições diretas em todos os níveis. Atualmente, o partido honra sua tradição exigindo dos integrantes padrão ético. No DEM, envolvidos em desvio de conduta são expulsos ou obrigados a renunciar.
A quem não vence eleições é destinado o papel de oposição, que precisa fiscalizar o governo de modo responsável e propor alternativas. Este é o nosso dever. Uma atuação rigorosa na qual não se permite a presença de oportunistas. Tendo nossas ideias como principais armas, cumpriremos nossa missão.
JOSÉ AGRIPINO MAIA é senador pelo Rio Grande do Norte e presidente do Democratas

sábado, 26 de março de 2011

O petróleo não é nosso. A gasolina, das mais caras do mundo, também está faltando no Brasil. E pensar que “o cara” garantiu que a Petrobras era autossuficiente. CH,25/03/11

Filha de JK diz que Kassab usa o nome para fins menores

A polêmica em torno do uso do nome JK como marca da fundação que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, quer vincular ao PSD, partido que acaba de surgir no cenário nacional, promete esquentar. Filha do ex-presidente Juscelino, Maria Estela Kubitschek Lopes, disse, por meio de nota enviada à imprensa na tarde desta sexta-feira, que ficou absolutamente surpresa com a declaração de Kassab. O prefeito de São Paulo afirmou que teria conversado com Maria Estela sobre a utilização do nome JK. Maria Estela desmente a versão de Kassab e diz que o prefeito jamais tratou deste assunto com ela. "Se o tivesse feito, eu teria tido a oportunidade de manifestar a minha discordância com o uso do nome e da memória do Presidente Juscelino para fins partidários e pessoais", diz a nota. A filha de JK disse, ainda, que a memória do seu pai é patrimônio dos brasileiros, está associada às grandes causas nacionais e não pode ser usada para fins menores da política. Por Magno Martins

Nem pensar! - Mendonça Filho descarta a possibilidade do seu grupo do DEM se aproximar do Palácio das Princesas. Ressalta que a especulação se dá em função da ida de democratas para o PSD, do prefeito de São Paulo. “Mas, o meu grupo não se bica com Kassab e não temos interesse de ser mais um na base de Eduardo”, diz. Folha Política

DEMOCRATAS dissolve diretório do partido no Estado de São Paulo

O diretório do DEM no Estado de São Paulo não está mais sob comando do prefeito Gilberto Kassab. E executiva nacional do partido resolveu dissolvê-lo depois que o prefeito paulistano criou uma legenda (PSD) para si.
Até a próxima semana o senador José Agripino designará uma comissão provisória, que deverá ser presidida pela prefeita da Ribeirão Preto, Darcy Vera. Fogo Cruzado

sexta-feira, 25 de março de 2011

Antonio Moraes lamenta contaminação no transporte de carne

O abate e o transporte de carne continuam sendo um problema em vários municípios, principalmente no Sertão e Agreste pernambucanos. “Falta atenção dos poderes públicos com a saúde da sociedade”, alertou, ontem, o deputado Antônio Moraes (PSDB).

O parlamentar citou como exemplo o que aconteceu em Tabira (Prefeito Dinca Brandino), no Sertão do Pajeú, quando populares denunciaram que a carne do abatedouro público estava sendo transportada no caminhão de coleta do lixo. “É lamentável que isso ainda aconteça. O fato demonstra a falta de responsabilidade daqueles que têm obrigação de cuidar da saúde das pessoas”, denunciou.

O município tem a segunda maior feira de gado da região, com um número de abate significativo, segundo o tucano. “Além de cobrar do Governo do Estado e do Ministério Público, é preciso que os prefeitos cumpram sua parte. Todos os municípios precisam contar com unidades da Vigilância Sanitária”, argumentou. O abatedouro em Tabira está localizado dentro da cidade, por trás de uma escola pública.

“Não me surpreenderei se, em outros municípios, ocorrer algo semelhante. Precisamos evitar que isso venha a se repetir”, ponderou.

DEMOCRATAS acusa Governo de cooptação

BRASÍLIA (AE) - O comando nacional do Democratas acusou ontem o Governo Federal de estar por trás da “segunda onda” de assédio sobre os parlamentares do partido. Depois da primeira reunião da nova Comissão Executiva Nacional do DEM, o presidente do partido, senador José Agripino Maia (RN), disse que o Palácio do Planalto está pressionando governadores e parlamentares de vários partidos para acompanharem o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, no seu projeto de formação do PSD (Partido Social Democrático), como forma de tentar enfraquecer a oposição. “O Planalto está atuando pessoalmente. É uma luta desigual”, criticou Agripino.
Segundo os dirigentes do partido, a estratégia do Governo seria pressionar diretamente não apenas políticos do DEM, como, por exemplo a deputada federal Nice Lobão (MA), que é casada com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB). E garantem que essa ação tem ocorrido também sobre outras legendas. Os dirigentes do Democratas citam os casos do governador do Amazonas, Omar Aziz, e do senador Sérgio Petecão (AC), ambos do PMN, além do prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, do PTB como exemplos dessa operação governista.
Por essa avaliação, o plano seria inflar o PSD com políticos de outros partidos para fortalecer a nova legenda e balançar a resistência dos integrantes do Democratas que hesitaram em se desfiliar assim que Kassab anunciou sua disposição de criar sua sigla. Outro fator que tem provocado a segunda onda são as insatisfações regionais. Para tentar minimizar esses efeitos, dirigentes do Democratas já preparam uma reação para atrapalhar a vida do novo partido. A Executiva Nacional do DEM também aprovou a dissolução do diretório regional do partido em São Paulo e a nova direção será definida possivelmente na próxima semana.

Parlamentares são beneficiados

BOA VISTA (AE) - A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de fazer valer a Lei da Ficha Limpa somente a partir de 2012 livrou da cassação três parlamentares de Roraima, que embora tenham pendências foram diplomados e empossados. A deputada federal Teresa Jucá (PMDB), ex-mulher do atual líder do Governo no Senado, senador Romero Júcá, a mais votada no Estado, estava na corda bamba por uma condenação por improbidade administrativa quando foi prefeita de Boa Vista pela primeira vez, entre os anos de 1992 e 1995.
Outro que vai terminar o mandato é o ex-governador Flamarion Portela (PTC). Eleito deputado estadual em outubro, com 2.295 mil votos, ele teve o registro da candidatura negado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e aguardava decisão do STF sobre o caso. Portela foi considerado inelegível porque em 2004, foi cassado e teve os direitos políticos suspensos, acusado de compra de votos e uso da máquina pública nas eleições de 2002.
O deputado estadual Jalser Renier (DEM) também se beneficiou da decisão. O TSE havia indeferido seu registro de candidatura. Como ele entrou com recurso, foi diplomado e empossado. O parlamentar foi condenado por peculato, por suposta participação no esquema que ficou conhecido como “caso gafanhotos” que desviava recursos públicos através da folha de pagamento do Estado.

Parlamentares são beneficiados II

Na Assembleia Legislativa de Alagoas, com a decisão do STF, o deputado João Beltrão (PRTB) deverá ter seus votos validados, já que não foi diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL), por ter sido enquadrado como ficha suja. Beltrão está com prisão preventiva decretada e é considerado foragido da Justiça. Ele é acusado de participar de um ‘consórcio de deputados’ para matar o ex-cabo da Polícia Militar José Gonçalves, em 1996.

Governador do TO na espera

PALMAS (AE) - O ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda (PMDB) disse ontem que vai aguardar o julgamento do recurso extraordinário que interpôs no Supremo Tribunal Federal (STF), contra a impugnação de sua candidatura pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Eleito com 340.931 votos, Miranda teve a candidatura barrada com base na Lei da Inelegibilidade modificada pela Lei da Ficha Limpa.
Os ministros consideraram que a cassação do ex-governador, em 2009, por abuso de poder econômico e político, o enquadrava na nova legislação. Por cinco votos a dois, impugnaram a sua candidatura, tornando-o inelegível por oito anos, a partir da sua diplomação, em 2006. O recurso extraordinário do ex-governador tocantinense tem como relator o ministro Luiz Fux que, no julgamento do STF, deu o voto decisivo contra a aplicabilidade da Ficha Limpa nas eleições de 2010.
Com a impugnação de Miranda, Vicentinho Alves (PR), terceiro colocado na eleição, assumiu a vaga no Senador. Por meio de nota da sua Assessoria Jurídica, Alves disse considerar que o caso do ex-governador não se enquadra na Lei da Ficha Lim­pa, mas apenas na da Inelegibilidade (Lei nº 64/90).

quinta-feira, 24 de março de 2011

DEMOCRATAS dissolve diretório paulista

A Executiva Nacional do DEM, aprovou nesta quinta (24), a dissolução do diretório regional da legenda em São Paulo. O braço do Dem no estado, era comandado pelo prefeito Gilberto Kassab, que deixou o partido para fundar o PSD. A escolha dos novos dirigentes deve ser feita pela executiva até a próxima semana e deverá contar com a participação da bancada de deputados federais. O DEM quer reduzir ao máximo a influência de Kassab também sobre seu diretório na capital paulista e prestigiar os parlamentares que permaneceram na legenda repassando a eles os espaços que pertenciam ao prefeito.

Jarbas Vasconcelos: Sem veto a Mendonça

MARISA GIBSON - Coluna Diario Político
O senador Jarbas Vasconcelos tomou a iniciativa de colocar um ponto final nas especulações de que poderia não apoiar Mendonça Filho, no caso de o PMDB não apresentar candidato próprio à Prefeitura do Recife. ''As pessoas sabem que não sou de antecipar calendário eleitoral. Não consigo fazer política dessa forma.''

Jarbas observa que a eleição está muito longe e que ainda não sabe qual será a estratégia da oposição, se será de se unir ou de lançar mais de um candidato. Mas assegura: ''Não tenho veto a nenhum dos nomes postos pela oposição, muito menos a Mendonça, uma pessoa com a qual tenho laços políticos e também de amizade. Mendonça é meu amigo.''

Supremo traz Esmeraldo de volta no lugar de Manoel Ferreira

Com a decisão do STF, que em sessão ontem concluiu por 6 votos a cinco que a lei da Ficha Limpa só se aplica às eleições de 2012, o primeiro beneficiado em Pernambuco é o deputado estadual Esmeraldo Santos, do PR, que volta à Alepe no lugar do suplente Manoel Ferreira. A votação de Esmeraldo foi invalidada por ele ser ficha suja, mas teve mais votos que Ferreira e tem direito ao mandato tanto se aplicando o raciocínio da suplência para o partido quanto para a coligação.
Por Magno Martins

O Governo acelerou as obras de recapeamento da estrada que liga Serra Talhada a Afogados da Ingazeira, no Pajeú, mas, paradoxalmente, as máquinas da mesma empresa contratada pela Secretaria de Transportes sumiram do trecho para Tabira, um dos mais esburacados da PE-292. Com a palavra, Isaltino Nascimento! Folha Política

Beneficiados aguardam hora da posse

BRASÍLIA (AE) - Pela decisão de ontem, proferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), todos os candidatos barrados pela Lei da Ficha Limpa que tiveram votos suficientes para se elegerem devem tomar posse nas próximas semanas, entre eles Jader Barbalho (PMDB-PA), João Capiberibe (PSB-AP) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB). Para precisar quantos deputados terão de deixar os mandatos para dar lugar a fichas sujas, será necessário recalcular o quociente eleitoral.
Só depois disso será possível determinar quantos parlamentares terão o mandato interrompido. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou ontem que não dispõe da relação de políticos que assumirão vagas no Congresso. A decisão é uma derrota para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que desde o início defendeu a aplicação imediata da lei e adia a entrada em vigor de uma nor­ma que teve origem numa iniciativa popular, com o apoio de 1,6 milhão de pessoas.
“LOUVADO”
O ex-governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima, usou o Twitter para se manifestar, ontem à noite, sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que pode contemplá-lo com um mandato de senador. “Louvado seja Deus! Sem palavras para agradecer. Saberei honrar este mandato”, disse o ex-governador da Paraíba.
Cunha Lima teve a candidatura ao Senado barrada com base na lei da Ficha Limpa. Mesmo assim, disputou as eleições de outubro do ano passado, obteve mais de um milhão de votos, mas não foi diplomado. A segunda vaga de senador pela Paraíba ficou com o terceiro colocado nas últimas eleições, o então deputado federal Wilson Santiago (PMDB). A primeira, ficou com o então deputado federal Vital do Rêgo Filho (PMDB).
A decisão do STF foi comemorada por eleitores do ex-go­vernador no Twitter e nas ruas de Campina Grande (principal base eleitoral da família Cunha Lima) e João Pessoa. Cunha Lima terá de esperar o julgamento do seu recurso contra a Lei da Ficha Limpa no STF, cujo relator é o ministro Joaquim Barbosa.

Senadores lamentam perda dos cargos

BRASÍLIA (AE) - Há menos de dois meses no cargo, os senadores Gilvan Borges, (PMDB-AP), Marinor Brito (PSOL-RO) e Wilson Santiago (PMDB-PB) devem perder seus mandatos com a decisão de ontem do Supremo Tribunal Federal (STF). O grupo assumiu as vagas no Senado no lugar dos também eleitos João Capiberibe (PSB-AP) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), condenados antes da aprovação da lei, e de Jader Barbalho (PMDB-RO), que renunciou para escapar de um processo pela quebra do decoro parlamentar. Os três foram barrados no ano passado por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Frustrada na expectativa de continuar exercendo o mandato, a senadora Marinor fez ontem um desabafo no plenário. Ela garantiu não vai “arredar pé” da luta contra a corrupção e lamentou a repercussão da decisão do Supremo no Congresso. “Vamos lutar contra todos os corruptos, contra os Jaders Barbalhos, os Rorizes, os Paulo Maluf porque eles nada de bom acrescentam ao País”, afirmou. A senadora se disse “decepcionada” com a decisão do ministro Luiz Fux que, na sua opinião, teria sinalizado na sua sabatina no Senado que seguiria a decisão da Justiça Eleitoral, quando disse que “a Justiça não pode ficar de costas para a intencionalidade da lei”.
Um dia antes da decisão do STF, Gilvan Borges, aliado de primeira hora do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), ainda acreditava que manteria o cargo. “Acho difícil que o STF decida contra uma medida patrocinada por uma gigantesca mobilização popular”. “Seria pesadíssimo para o ministro Fux retroceder na lei, um pênalti inesperado”, disse.
A decepção também atingiu o senador Wilson Santiago, que apostava que, “por justiça”, seu “mandato não seria ameaçado”. “Uma das missões mais nobres de um tribunal não é só representar a legalidade, mas também o pensamento da população”, defendeu.

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) fez um rasante ontem em Brasília para conversar com senadores e deputados da legenda. O motivo da visita foi seu veto à candidatura do deputado Sérgio Guerra, do PSDB-PE, à reeleição no comando da sigla. O impasse continua, pois Guerra mantém a candidatura. DP,24/03/11.

Conta outra. Não, não é piada de português o título de “doutor honoris causa” que Lula receberá na Universidade de Coimbra. CH,24/03/11

Dentistas reivindicam melhores condições de trabalho

“Olá caro colega Benone Leão,

Os Dentistas concursados e contratados pela Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes reuniram-se num movimento de luta por melhores salários e condições de trabalho. Trata-se do “Movimento Dentistas Unidos”.  A luta já vem desde o ano passado, mas, infelizmente, ainda não obtivemos sucesso.

Para se ter uma idéia de nossas dificuldades, a Prefeitura não disponibiliza auxiliar de consultório dentário em alguns turnos, faltam instrumentais em número suficiente para a demanda diária, imposição de uso pela Prefeitura de materiais odontológicos com prazo de validade vencido, unidades odontológicas sem manutenção, com paredes com mofo e sem climatização adequada.

Além disso, há desprestígio às diversas categorias da área de saúde, bastando citar que os médicos da rede tiveram, recentemente, aumento de 100% e seus salários, enquanto os dentistas e demais profissionais de nível superior (enfermeiros, nutricionistas, psicólogos) tiveram apenas 15%.

Não bastasse isso, todos os profissionais citados acima, com exceção dos médicos (que continuam com cargo de médico) foram agrupados em um único cargo: analista de saúde. Ora, não fizemos concurso público para analista, mas, sim, para Dentista.

As nossas reivindicações são:

1) Salário: Reajuste para os Cirurgiões Dentistas da rede pública. E revisão para os da ESF.
2) Produtividade média e igual a todos, levando em conta a carga horária;
3) Insalubridade de 20 % (vinte por cento) sobre o salário, Lei 6,514;
4) Melhoria das condições de trabalho levando em consideração a qualidade dos materiais, instrumentais, instalações físicas, segurança e acessibilidade;
5) Manutenção das vantagens pessoais, e normas de trabalho até o momento;
6) Pagamento da gratificação SUS para adesões ao PSF;
7) Folga de um plantão semanal no PSF conforme vigente até o momento;
8) Liberação para Assembléias 1 vez por mês, pelo menos;

Na próxima segunda-feira (28), estaremos reunidos em assembleia, na sede do Sindicato dos Odontologistas de Pernambuco, para decidir os rumos das negociações, inclusive com a possibilidade de decretação de greve por tempo indeterminado.
 

Benone, pedimos a gentileza de noticiar nosso movimento em seu blog, com nossas reivindicações e data da assembleia, por nos parecer importante que a população pernambucana tenha conhecimento da nossa luta por um serviço público de qualidade e com dignidade para os servidores.

Antecipadamente, agradecemos'.

Movimento Dentistas Unidos
Jaboatão dos Guararapes

Abertas inscrições para o Empreendedor Social 2011

Com mais benefícios a finalistas e vencedores, estão abertas até 1º de maio as inscrições para o 7º Prêmio Empreendedor Social e o 3º Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro. Os concursos buscam líderes sociais que atuam de forma inovadora, sustentável e com forte impacto na sociedade e em políticas públicas.
Neste ano, além de reconhecimento na mídia e em evento que reunirá lideranças acadêmicas, empresariais, públicas e sociais, todos os finalistas terão acesso a benefícios para aprimorar sua formação e a gestão da organização.
O vencedor do Empreendedor Social 2011 receberá uma auditoria independente e integrará a rede mundial de Empreendedores Sociais de Destaque da Fundação Schwab, parceira da Folha nesse prêmio, que é realizado em todos os continentes.
Também será convidado a participar, com despesas pagas, da reunião do Fórum Econômico Mundial para a América Latina em 2012 e, dependendo do perfil, da Reunião Anual do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, em 2013.
"Nos fóruns, há uma troca de know-how entre empreendedores sociais e lideranças empresariais, políticas e de mídia, com o objetivo de catalisar mudanças sociais em larga escala", explica Mirjam Schoening, diretora da Fundação Schwab.
Já o vencedor do Empreendedor Social de Futuro receberá uma bolsa no MBA de Negócios Sustentáveis em 2012, além de uma consultoria de gestão por dez dias.
"Com isso, a Folha reafirma seu papel pioneiro de investigar, descobrir e divulgar iniciativas que merecem ser amplamente conhecidas", afirma o editor-executivo, Sérgio Dávila.
Os prêmios sociais são patrocinados pela Ernst & Young Terco e têm apoio estratégico de Artemisia; Ceats (Centro de Empreendedorismo Social e Administração em Terceiro Setor); Iats (Instituto de Administração para o Terceiro Setor); Figueiredo Lopes, Golfieri, Reicher, Storto Advogados; Gesc (Gestão para Organizações da Sociedade Civil); Neurônio; sitawi e The Hub.
Outros apoiadores são ABCR (Associação Brasileira de Captadores de Recursos), Ashoka, CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável), Ethos, Folha.com, Gife (Grupo de Institutos, Fundações e Empresas), ONG Brasil, P&B, Planeta Voluntários, Sator e UOL.
As inscrições são somente pela internet até o dia 01/05.
Para mais informações, inscrições e regulamento completo, acesse o site:
http://www.newsdoplaneta.com.br/

quarta-feira, 23 de março de 2011

Luiz Fux vota a favor do ficha limpa só para próxima eleição,em 2012.

1- Em voto brilhante, de fácil entendimento por qualquer estudante de Direito, e de grande consistência jurídica, o ministro Luiz Fux desempatou nesta quarta-feira,  no Supremo Tribunal Federal, a questão da validade da chamada “Lei da Ficha Limpa”.
 
2- Para ele, a  Lei resultou de uma das mais belas manifestações populares – quase 2 milhões de assinaturas – e por essa razão deve ser aplaudida.
 
3- Mas, ressalvou, não pode afrontar o principio da “anterioridade eleitoral” previsto no artigo 16 da Constituição Federal. Ou seja, lei que altere o processo eleitoral tem que estar aprovada até um ano antes da data do pleito. E isso não aconteceu.
 
4- Este princípio, disse o ministro, tem por finalidade evitar que os candidatos sejam surpreendidos por medidas casuísticas e que alterem as regras do jogo eleitoral.
 
5- É “cláusula pétrea” do processo eleitoral, acrescentou, o chamado “princípio da segurança jurídica”, que é um dos pressupostos do Estado Democrático de Direito.
 
6- “E o melhor dos direitos não pode ser aplicado contra a Constituição”, complementou.
 
7-  O ministro disse também que a boa doutrina assegura ao cidadão, especialmente ao cidadão candidato, o direito de planejar sua candidatura. E a Lei da “Ficha Limpa” atropelou esse direito porque foi aprovada no ano da eleição (2010).
 
8- Afirmou ainda que a Lei da “Ficha Limpa” não poderia criar um novo tipo de inelegibilidade (condenação por órgão colegiado) que não está previsto na Constituição.
 
9- Por essa razão, concluiu, a Lei tornou incerto o que era certo e instável o que era estável e por isso não pode alcançar o processo eleitoral de 2010 porque  quebraria a confiança do cidadão no Estado.
 
10- A seu ver, a Lei da “Ficha Limpa” alterou, sim, o processo eleitoral que estava curso e “colide frontalmente” com o artigo 16 de Constituição.
 
11-  Assim, está desempatada a votação e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Jáder Barbalho (PMDB-PA) vão assumir suas cadeiras no Senado. 
 
É isso aí.
Por Inaldo Sampaio

Comissão de Justiça da Câmara dos Deputados aprovou, hoje, vaga para suplentes de coligação

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que determina que a vaga de deputado ou vereador que se licenciar renunciar ou perder o mandato será preenchida pelo suplente mais votado da coligação foi aprovada hoje na Comissão de Justiça da Câmara dos Deputados. A Comissão de Justiça acolheu parecer do relator, deputado Mendonça Filho (DEM-PE).  “A PEC reforça a tese, com base inclusive na legislação ordinária, de que a vaga pertence às coligações. Quando você disputa uma eleição com mais de um partido, o ordenamento das vagas obedece ao que foi definido na própria coligação”, explicou o deputado, ressaltando que a decisão da CCJ é uma reafirmação do parlamento e da preservação da Lei.
   A PEC de autoria do deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), estabelece que a vaga do parlamentar que deixar o cargo só será destinada ao suplente do partido quando a legenda não tiver participado de uma coligação na eleição. Esse entendimento foi contrariado em recentes decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a posse de suplentes de partidos, não de coligações. A Constituição estabelece apenas que o suplente será convocado em caso de vacância do cargo.
    Na reunião de hoje, vários deputados manifestaram-se favoravelmente à PEC. Ronaldo Caiado disse que a proposta simplesmente reafirma as regras das eleições de 2010. Segundo ele, o afastamento de um parlamentar para ocupar um cargo no Executivo, por exemplo, é uma decisão partidária e, nesses casos, é válido que assuma o suplente da coligação.
Por Nádia Ferreira

Senado, que já foi ‘o céu’, vive o sucateamento

Vive dias difíceis o Senado Federal, que já foi considerado “melhor que o céu, com a vantagem de não precisar morrer para se chegar lá”, segundo frase imortalizada pelo senador potiguar Dinarte Mariz. Novos senadores estão impressionados com o sucateamento da estrutura da Casa, com os seus equipamentos velhos e obsoletos, sistemas ineficazes e quadro de servidores de carreira inchado e ineficiente.   CH,23/03/11.

O deputado Wolney Queiroz regressou de carro para Caruaru, procedente de Araripina, onde prestigiou o seminário Todos por Pernambu­co. E saiu elogiando a qualidade da estrada percorrida. “Andei por um verdadeiro tapete”, diz. Wolney percorreu um trecho federal em quase sua totalidade. Ele precisa ir ao Pajeú, Alto Sertão, Brígida e Moxotó para conferir a precariedade das estradas estaduais. Boa oportunidade será ir ao seminário de Petrolândia. Folha Política

Será que o Deputado Wolney Queiroz(PDT) sabe onde fica o interior de Pernambuco, além de Caruaru ? Este Deputado faz parte da base de bajulação do Governo Eduardo Campos(PSB).

Deputado chama ministro Joaquim Barbosa, do STF, de "moreno escuro"

Do Congresso em Foco

Uma das principais polêmicas do Projeto de Lei 4208/01, que promove a reforma do Código de Processo Penal, é em relação à prisão especial para autoridades. Ao defender a manutenção do privilégio durante reunião do DEM, no início da tarde de hoje (22) na Câmara Federal, o deputado Júlio Campos (MT) deu uma declaração de viés racista.

“Todo mundo sabe que essa história de foro privilegiado não dá em nada. O nosso amigo Ronaldo Cunha Lima precisou ter a coragem de renunciar ao cargo para não sair daqui algemado. E depois, meus amigos, você cai [sic] nas mãos daquele moreno escuro lá no Supremo, ai já viu”, disse Júlio, em referência ao ministro Joaquim Barbosa e criticando a suposta falta de proteção mútua entre os deputados. As informações são do blog Poder Online, que estava presente à reunião.

Ex-governador e ex-senador por Mato Grosso, Júlio defendia o colega tucano Ronaldo Cunha Lima em relação à acusação de tentativa de assassinato do governador da Paraíba Tarcísio Burity. Depois da reunião, Júlio disse que havia dito “ilustre ministro moreno escuro”, e negou qualquer matiz racista na declaração. “Não foi por maldade, foi porque eu não me lembrava [do nome de Joaquim Barbosa]”, justificou. Pai do ex-governador paraibano Cássio Cunha Lima, Ronaldo renunciou ao mandato de deputado em 2007, na véspera de seu julgamento, alegando que queria ser julgado como um “cidadão comum”.

O ministro Joaquim Barbosa era o relator do caso no Supremo Tribunal Federal. O parecer do então procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, era pela condenação. Com a renúncia, o processo de Ronaldo Cunha Lima voltou à Justiça da Paraíba depois de tramitar por 12 anos sem uma definição do STF.

STF julga Lei da Ficha Limpa hoje

BRASÍLIA (AE) - O Supremo Tribunal Federal (STF) deve derrubar a aplicação da Lei da Ficha Limpa para as eleições do ano passado. Por ter sido aprovada em ano eleitoral, a expectativa na Corte é de que a maioria dos ministros, incluindo o novo integrante do tribunal, Luiz Fux, conclua que a lei só poderia vigorar para as eleições de 2012. Com essa decisão, políticos que foram eleitos, mas barrados pela Lei da Ficha Limpa poderão tomar posse.
Dentre os nomes que serão beneficiados pela decisão estão Jader Barbalho (PMDB-PA), eleito para o Senado, mas barrado por ter renunciado ao mandato em 2001 para fugir do processo de cassação, o ex-governador da Paraíba Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), cassado por abuso do poder econômico, e João Capiberibe (PSB-AP), que teve o mandato de senador cassado em 2004 por compra de votos. Todos tiveram votos suficientes para se elegerem para o Senado.
Os candidatos que assumiram essas vagas deverão perder os mandatos para que os chamados fichas-suja assumam. Na Câmara, com a alteração do coeficiente eleitoral, deputados que hoje estão exercendo mandato deverão deixar a Casa para dar a vaga para outras pessoas. Todo esse processo, adiantam os ministros, deverá gerar confusão.
Mas a decisão do STF deve deixar em aberto se a lei é constitucional ou inconstitucional. Em seu voto, o ministro Gilmar Mendes, relator do recurso que será julgado hoje, do candidato a deputado estadual Leonídio Bouças, questionará todos os pontos polêmicos da lei.

Comissão decide pelo fim das coligações eleitorais

BRASÍLIA (AE) - A comissão especial de reforma política do Senado aprovou ontem, por unanimidade, o fim das coligações nas eleições proporcionais. No entanto, o colegiado adiou para amanhã a decisão sobre o sistema eleitoral, considerado o item principal da reforma política. O modelo será definido entre o voto proporcional com lista fechada, o voto distrital misto com lista fechada e o chamado “distritão”.
Para o presidente da comissão, senador Francisco Dornelles (PP-RJ), o fim das coligações fará com que o número de candidatos em cada Estado “aumente cinco vezes”. Em contrapartida, o novo formato favorece o fortalecimento dos partidos e põe fim ao aluguel de legendas nas eleições, em troca de tempo de televisão e apoio político.
Em defesa do “distritão” - voto majoritário para deputados federais e estaduais -, Dornelles afirmou que o modelo “é o que mais aproxima o eleitor do candidato”. O formato transforma as 27 unidades federativas em distritos, eliminando o cálculo do quociente eleitoral. Segundo o progressista, esse modelo barateia as campanhas e extingue injustiças como a eleição de candidatos “sem voto”, favorecidos pelas coligações. “Quem tem voto se elege, quem não tem não se elege”, resumiu.

Coligação de Lúcio Alcântara pede cassação do governador Cid Gomes, do Ceará

Chegou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um Recurso Contra Expedição de Diploma (RCED) contra o governador reeleito do Ceará, Cid Gomes (PSB), e seu vice, Domingos Gomes de Aguiar Filho, por suposto abuso de poder econômico, conduta vedada e propaganda irregular nas eleições de 2010. A autoria do recurso é da coligação Para Fazer Brilhar o Ceará que apoiou o candidato derrotado Lúcio Alcântara (PR).
A coligação afirma que os eleitos montaram um esquema de propaganda irregular antes mesmo do período destinado à propaganda eleitoral com várias condutas ilegais. O esquema, segundo cita a coligação, consistia em propaganda institucional com a utilização de outdoors e placas em todas as 3.800 obras públicas, com o objetivo de mostrar “um futuro bem próximo em face de tais obras”.

PTB quer barrar criação do PSD

RIO DE JANEIRO (AE) - O Partido Social Democrático (PSD) nem foi criado oficialmente, mas já enfrenta uma celeuma jurídica. O PTB pretende impedir pelos meios legais que a legenda criada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, utilize a mesma sigla do antigo PSD, presidido pelo ex-parlamentar Nabi Abi Chedid e incorporado ao PTB em 2003. A iniciativa de impugnar o registro da nova agremiação partiu do secretário-geral do PTB, deputado estadual Campos Machado (SP), que promete enviar nos próximos dias carta às lideranças de sua sigla na qual comunicará a decisão.
“Após oito anos, desde a incorporação ao PTB, estou cobrindo questões que eram do PSD. Por isso, decidi propor a impugnação do registro”, explicou Machado, de acordo com o qual a causa é uma questão puramente jurídica.
O PTB aguarda qualquer ti­po de registro público do PSD, até mesmo em cartório, para ingressar com o pedido de im­pugnação. O corpo jurídico da agremiação argumenta que, ao incorporar o PSD, o PTB adquiriu os deveres e direi­tos da antiga legenda, ou se­ja, desde as suas dívidas até o seu nome, história e bandeiras.

Bruno Araújo deixa discussão da reforma

RENATA BEZERRA DE MELO   
Cotado no rol dos prefeituráveis para 2012, o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), um dos pernambucanos que integrava a Comissão de Reforma Política na Câmara Federal, abriu mão da vaga em favor da acomodação política em seu partido. Da cota do PSDB, o espaço foi remanejado para o ex-secretário de Saúde de Minas Gerais, Marcus Pestana, deputado federal em primeiro mandato, muito ligado ao senador e ex-governador Aécio Neves (PSDB/MG). Vice-líder da bancada tucana, Bruno ainda acumula a presidência da Comissão de Ciência e Tecnologia. Esta última função teria maior potencial de lhe conferir visibilidade, caso a ideia de uma candidatura à Prefeitura do Recife seja levada a cabo.