sábado, 31 de maio de 2014

Quem é Eduardo Campos? indaga Xuxa



 Depois de procurar uma saída diplomática para a celeuma envolvendo o deputado pastor Eurico (PSB-PE) e a apresentadora Xuxa numa sessão da CCJ, o emissário socialista, Júlio Delgado (MG), não imaginava o desfecho do episódio. Ó episódio é contado por Marcel Frota, no blog Poder Online:
''O mineiro procurou falar em nome do presidenciável Eduardo Campos (PE) para amenizar as palavras de Eurico sobre a apresentadora.
Depois de ouvir o pedido de desculpa do parlamentar, Xuxa tentou se
situar e questionou um interlocutor: “Quem é Eduardo Campos?”.

Brivaldo Pereira e seu grupo político adere a Armando Monteira




Acompanhado do deputado federal João Paulo (PT), pré-candidato ao Senado, em viagem pelo Sertão do Araripe, o senador Armando Monteiro (PTB) recebeu o apoio do ex-prefeito de Bodocó, Brivaldo Pereira Alves (PSD) à sua pré-candidatura ao governo de Pernambuco. Brivaldo organizou uma festa com mais de 3 mil pessoas especialmente para fazer o anúncio do apoio de todo o grupo de oposição no município, incluindo vereadores, ex-vereadores e suplentes, além de lideranças comunitárias.

“Fomos abandonados, esquecidos pelo governo do Estado, mas não é só por isso que estamos apoiando Armando Monteiro, é pela sua capacidade, por ser um homem empreendedor, que foi presidente da Confederação Nacional da Indústria, considerado o senador nota 10 do país”, disse Brivaldo, observado pelo senador Humberto Costa (PT), deputados federais e estaduais, além de prefeitos da região.

Siqueira contra Kátia, a confidente de Dilma



 O futuro da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), uma das mais prestigiadas figuras femininas da política brasileira, encontra-se em situação de risco.
O veterano Siqueira Campos, fundador e patrono do Tocantins, considerado imbatível na disputa de todo cargo eleitoral, decidiu transformar a campanha de 2014 em guerra pessoal.
Se Kátia disputar o Senado, Siqueira entra no mesmo combate. Se ela for para o governo estadual, também. Com boa intimidade no Planalto, Kátia Abreu chega a fazer confidências à presidenta sobre seus namorados. Paulo Moreira Leite - ISTOÉ

sexta-feira, 30 de maio de 2014

PSB de Exu anuncia apoio a Armando Monteiro


Por Branca Alves



Socialistas destacam votação do petebista na região (Foto: Léo Caldas/Divulgação)

 Folha de Pernambuco

Após o prefeito de Exu, Leo Saraiva (PTB), anunciar apoio à chapa socialista, os pré-candidatos ao Governo de Pernambuco, senador Armando Monteiro Neto (PTB), e ao Senado, deputado federal João Paulo (PT), conseguiram, ontem, a adesão de um grupo do PSB de Exu, no Sertão do Araripe, liderado pelo ex-prefeito do município, Jailson Bento (PSB), que perdeu a eleição municipal, em 2012, por apenas um voto de diferença para Saraiva.
O ex-prefeito de Exu destaca o potencial de votos do petebista na região, superior ao do ex-governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB). “A gente confia no trabalho de Armando, votamos nele para senador em 2010. Inclusive, aqui em Exu, ele teve mais votos que Eduardo Campos. Acreditamos que ele, com a visão que tem, conhecendo Pernambuco como ele conhece, vai fazer muito mais, vai saber equilibrar as ações do Estado em todas as regiões”, declarou Bento, ressaltando a defesa de Monteiro as micro e pequenas empresas.
Além de Bento, sete dos 13 vereadores estão com o petebista. O presidente do PSB de Exu, vereador José Orlando Moreira Santos, o presidente da Câmara de Exu, vereador Arnaldo Clementino Costa (PSB), os vereadores João Carlos Cardoso Bento (PSB), Francisco Gomes da Silva (Chico de Dedê/PSB), Jurandir Severo de Carvalho (PSB), Miguel Moreira da Costa (PT) e Rigoberto Amaro de Alencar (PT). “A gente conta com ele para que finalmente o Governo do Estado dê atenção ao Sertão”, destacou o presidente do PSB local.

A “velha política” está dando as cartas na eleição da Bahia. O ex-governador Paulo Souto (DEM) lidera a pesquisa do Ibope à sucessão do governador Jaques Wagner (PT) com 42% de intenções de voto e o ex-deputado Geddel Vieira Lima (PMDB) a corrida pelo Senado (34%). Souto tem o apoio do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), o mais bem avaliado do país.

  Prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), o mais bem avaliado do país.

DEMOCRATAS lamenta saída de Joaquim Barbosa do STF

 O líder do DEM na Câmara dos Deputados, Mendonça Filho, lamentou a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, de deixar a corte, mas ressaltou o importante exemplo deixado pelo ministro – primeiro afrodescendente a chegar ao mais alto cargo do Poder Judiciário do Brasil. Barbosa anunciou nesta quinta-feira (29), durante sessão da Suprema Corte, que se aposentará do cargo de ministro no final do próximo mês de junho.

“Ele não se curvou aos poderosos e entrou para a história do país', disse Mendonça, ao ressaltar que a atitude de Barbosa, “ao exercer a sua função de maneira exemplar e não ceder à pressão do governo do Partido dos Trabalhadores durante o julgamento do mensalão, foi um importante marco na história da Justiça no Brasil”.

“Barbosa fez história no Poder Judiciário e na vida pública brasileira. Como qualquer ser humano, tinha suas características pessoais, defeitos e virtudes, mas foi um homem íntegro e de grande espírito público. É preciso agradecer ao trabalho e à luta em favor de uma justiça independente e respeitada no país”, declarou o democrata.

Nem Sucupira!

Por Magno Martins 
Em ano eleitoral, acontece de tudo, mas inauguração dupla de uma obra em Pernambuco é a primeira vez, entrando para assim para Guines Book.  Refiro-me à Via Mangue, que terça-feira será vistoriada pela presidente Dilma, uma inauguração disfarçada, e em 8 de junho, entregue oficialmente pelo prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB).
Nos últimos dias, PT e PSB têm batido boca pela paternidade da obra, tudo porque, ao contrário da eleição passada, quando pareciam dois pombinhos enamorados, agora estão divorciados, em palanques opostos.
De um lado, Dilma tentando a reeleição, com Lula e companhia limitada cabalando votos. De outro, o ex-governador Eduardo Campos, que roda o País batendo duramente na presidente, a quem carimbou de madrinha da inflação na entrevista que concedeu ao programa Roda Viva, segunda-feira passada.
A princípio, a Via Mangue estava programada para ser entregue, festivamente, no próximo sábado, mas imediatamente o ministro das Cidades, Gilberto Occhi, em visita ao canteiro das obras, ficou tão encantado com o equipamento que fez a cabeça da presidente para estar presente ao evento, o que obrigou a Prefeitura a remarcar a data.
Só que ontem, alegando problemas provocados pelas chuvas, o prefeito transferiu para o dia 8 a solenidade oficial, o que, estranhamente, não bateu novamente com a agenda de Dilma, que agora virá antes para uma vistoria. Nem Sucupira seria tão original!

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Paulo Souto lidera corrida pelo governo da Bahia


Paulo Souto - foto Agência Brasil



O geólogo Paulo Souto (DEM), lidera a pesquisa de intenção de voto para o governo daquele Estado.
De acordo com pesquisa do Ibope divulgada ontem pela TV Bahia, afiliada da Rede Globo, Paulo Souto (que já foi governador) detém hoje 42% das intenções de voto e venceria a disputa no primeiro turno.
O segundo colocado é a senadora Lídice da Mata (PSB) com 11% de intenções de voto e o terceiro o ex-chefe da Casa Civil do governador Jaques Wagner (PT), Rui Costa (PT).
Na corrida pelo Senado, Geddel Vieira Lima (PMDB) tem 34%, Otto Alencar (PSD) 14% e Eliana Calmon (PSB) 5%.
A pesquisa Ibope/Correio da Bahia foi realizada entre os dias 15 e 19 de maio com 1.008 entrevistados e sua margem de erro é de dois pontos percentuais, para cima ou para baixo. Ele foi registrada no TSE sob o número BR-00130/2014.

Governador decreta ponto facultativo nos dias 20, 23 e 26 de junho

O governador de Pernambuco assinou decreto, ontem, que o Diário Oficial publicou na edição de hoje (28), determinando que será ponto facultativo no Estado nos dias 20, 23 e 26 de junho, datas em que serão realizados jogos da Copa do Mundo na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata.
O decreto atinge servidores públicos da administração direta e indireta das repartições estaduais localizadas na área metropolitana do Recife, à exceção dos serviços cujo funcionamento seja indispensável, a juízo do chefe de cada órgão.
De acordo ainda com o decreto, nos dias de jogos da Seleção Brasileira o expediente nas repartições públicas e entidades da administração direta e indireta estadual acompanhará o que for decretado pelo Governo Federal.
No dia 20 de junho (sexta-feira), às 13h, jogarão na Arena Pernambuco as seleções da Itália e da Costa Rica.
Já no dia 23 de junho (segunda-feira), às 17h, acontecerá o jogo México x Croácia. E no dia 26 de junho (quinta-feira), às 13h, Estados Unidos x Alemanha.
Além destes jogos, a Arena Pernambuco sediará a partida entre Costa do Marfim e Japão, no dia 14 de junho (sábado), às 22h, e uma partida pela fase de oitavas de final, no dia 29 de junho (domingo), às 17h. Nessas datas, não haverá alteração.

PMDB promete a Dilma que vai com ela de novo nas próximas eleições

As principais lideranças do PMDB prometeram ontem à presidente Dilma Rousseff que irão marchar novamente com ela nas eleições de outubro próximo, reeditando a aliança PT-PMDB.
Foi durante um jantar oferecido a ela no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente Michel Temer.
Segundo o jornal “O Estado de São Paulo”, um dos peemedebistas presentes foi o líder da bancada na Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (RJ), que chegou a liderar uma rebelião na Casa contra o Palácio do Planalto.
De acordo com testemunhas, Dilma teria dito aos peemedebistas que um dos candidatos da oposição (Aécio Neves) representa “retrocesso, recessão e desemprego”, ao passo que o outro (Eduardo Campos) “uma hora diz que é contra o agronegócio porque polui, e é a favor do meio ambiente, e outra hora diz que vai colocar a meta de inflação em 3%, o que representa desemprego e recessão”.
Estavam no jantar, entre outros, o governador do Rio e candidato à reeleição, Luiz Fernando Pezão, assim como seu antecessor, Sergio Cabral.
Mais: o senador Jader Barbalho e seu filho, Helder, que será candidato ao governo do Pará, os presidentes da Câmara, Henrique Alves (RN), e do Senado, Renan Calheiros (AL), além do senador José Sarney.

Adversário histórico admite subir no mesmo palanque da família Maranhão em prol de Cássio

PB Agora

 O deputado estadual Vital Costa(PP), que no último pleito disputou o cargo de prefeito de Araruna e saiu derrotado pela prefeita Vilma Maranhão, admite agora unir-se a sua adversária em prol de um único objetivo: apoiar o senador Cássio Cunha Lima na disputa pelo governo do estado nas eleições deste ano.

Vital, em Araruna, sempre fez oposição ao grupo do ex-governador José Maranhão, do PMDB, assim como também a prefeita da cidade Vilma Maranhão e o deputado estado Benjamin Maranhão, ambos do Solidariedade. Para o deputado do PP, foi a iniciativa do Solidariedade de unir-se a Cássio que tornou essa parceria possível. “Essa decisão do Solidariedade é extremamente importante porque vem a somar em um projeto que a gente sempre defendeu e tenho certeza que o senador Cássio dará continuidade no ano que vem”, garantiu.

O deputado afirmou que o Solidariedade reconhece que a eleição do senador para governar a Paraíba seria a melhor opção e que o fato de sempre ter feito oposição a prefeita Vilma não será problema diante do objetivo atual. “Já disse ao senador que não será empecilho. Haverá convivência sem nenhum problema, pois estamos pensando no projeto de 2014”, enfatizou.

DEMOCRATAS apresenta plano de trabalho da CPMI da Petrobras

Branca Alves

Na primeira reunião da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), realizada nesta quarta-feira (28), o Democratas apresentou 14 requerimentos de convocação, transferências de quebras de sigilo e criação de subrelatorias. Além disso, conforme anunciado pelo líder do partido na Câmara, deputado Mendonça Filho, o partido requisita à Polícia Federal a íntegra do processo da Operação Lava Jato.
A CPMI vai investigar irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), na construção de refinarias como a Abreu e Lima, em Pernambuco, bem como denúncias de pagamento de propina para fechamento de contrato com a empresa holandesa SBM. Mendonça e o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) também sugeriram que os trabalhos da comissão não sejam interrompidos durante o recesso parlamentar.
“O governo fez um grande esforço para impedir a CPMI da Petrobras e contou com a proximidade da Copa do Mundo acreditando que os brasileiros teriam olhos apenas para o desempenho da Seleção. Mas o povo quer investigação e, se for preciso, o Democratas vai obstruir a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para garantir o funcionamento da comissão. Precisamos apurar esse mar de irregularidades numa empresa tão importante que está sucateada pela incompetência e denúncias de corrupção”, disse Mendonça Filho.
O líder do DEM propôs o foco da apuração em quatro figuras centrais: o doleiro Alberto Youssef, os ex-diretores da Petrobras, Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró, e o ex-presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli. Ele também sugeriu que o plano de trabalho da comissão seja aprovado no máximo até esta quinta-feira (29).
O deputado Rodrigo Maia afirmou que é fundamental também apurar os ritos das decisões da petroleira brasileira. Na sua visão, todas as figuras, do gerente ao membro do conselho de administração, são responsáveis por supostos prejuízos e desvios provocados a partir de decisões tomadas pela empresa.

Ele pode incendiar tudo. Planalto de olho nele



 O Palácio do Planalto e o PT estão monitorando cuidadosamente a
movimentação do coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Guilherme Boulos.

A informação é de Clarissa Oliveira, no blog Poder Online. Segundo a colunista, a avaliação é que nele reside boa parte do risco de protestos bem articulados contra o governo durante a Copa.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Ruy Carneiro comemora apoio do SDD e de Benjamim Maranhão

 O presidente estadual do PSDB, deputado Ruy Carneiro, considerou “muito bem vindos” os apoios do deputado Benjamim Maranhão e do Partido Solidariedade (SDD) à pré-candidatura do senador Cássio Cunha Lima ao governo do Estado.

“Saúdo a decisão do deputado Benjamim, de sua família e de seu partido, de se aliar ao nosso projeto, compreendendo que esse apoio agrega muito valor ético, moral e político, neste momento em que a Paraíba clama por mudanças profundas no jeito de fazer política e de conduzir a gestão pública”, destacou o presidente tucano.

O deputado Benjamim Maranhão anunciou o apoio do SDD ao projeto político do PSDB numa entrevista coletiva, nesta terça-feira, na sede da Associação Paraibana de Imprensa (API), ao lado da prefeita de Araruna, Wilma Maranhão, evento que também contou com a presença do senador Cássio Cunha Lima.

Cássio agradece a Wilma Maranhão apoio do Solidariedade

Cássio agradece a Wilma Maranhão apoio do SDD: “Sem a benção dela nada disso aconteceria”

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) comemorou o apoio do Solidariedade ao projeto político do PSDB na Paraíba, mas agradeceu a prefeita de Araruna pelo anúncio do apoio da legenda comandada pelo deputado Benjamim Maranhão.

“Minha saudação a prefeita Wilma Maranhão, sem a benção dela nada disso estaria acontecendo”, disse durante discurso na coletiva que formalizou a união entre as duas legendas para as eleições deste ano.

Sem esquecer de citar todos os presentes, Cássio fez questão de mostrar que sabia com quem estava se aliando e comparou a relação com os membros da família Maranhão a uma relação de fraternidade.

“É uma relação de muita fraternidade essa de nos unirmos. Semana passada tive a honra de conversar com eles no apartamento de Benjamim e lá ele me mostrava uma foto com Ronaldo, por isso hoje não há só a união de dois partidos, mas também um reencontro com o passado, pois já estivemos juntos em outras caminhadas”, destacou.

Cássio lembrou ainda, durante discurso, que a política era muito dinâmica, mas que permitiu aos dois grupos políticos, mesmo nos embates mais duros, manter uma postura de respeito. “Mesmo nesses embates, pudemos manter uma postura de respeito que nos permite trazer a unidade da força de oposição no pleito que se aproxima, mesmo que união das oposições não esteja em uma única pré candidatura”, declarou.

Juiz rejeita ação que pedia cassação de prefeita de Ouro Velho

O juiz eleitoral da 74ª Zona de Prata julgou improcedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral nº 18567.2012.615.0074, manejada pela Coligação 100% Ouro Velho, que pedia a cassação da Prefeita de Ouro Velho, Natália Carneiro Nunes de Lira.

Segundo os advogados Johnson Abrantes, Edward Johnson e Bruno Lopes, que atuaram na defesa da prefeita, não existia qualquer indício de prova nos autos de que poços artesianos tinham sido perfurados em troca dos votos dos munícipes de Ouro Velho, não tendo a coligação investigante, portanto, comprovado as acusações de compra de votos e de abuso de poder econômico.

“Não existia uma única prova nos autos que justificasse a procedência da ação de investigação judicial eleitoral proposta pela coligação investigante, pelo que o juiz legitimou o pleito ocorrido em Ouro Velho”, ressaltou o advogado Edward Johnson.

Assessoria

Dilma ataca novamente Eduardo em Pernambuco



 Depois da viagem prevista para esta sexta-feira a Pernambuco, Dilma Rousseff e Lula devem aparecer juntos ainda antes das convenções em Minas, Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná. Não por acaso, as duas primeiras agendas conjuntas serão nas bases políticas dos dois adversários da presidente, Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB). Na escala pernambucana, Dilma e o antecessor devem fazer críticas "cirúrgicas" a Campos, segundo estrategistas da campanha à reeleição.
O Planalto ficou contrariado com três ataques desferidos por Campos em Dilma nos últimos dias: a acusação de "ditadura" do setor elétrico, o apelido de "madrinha da inflação" e a insinuação de que há intervenção no Banco Central.

Base aliada irritada com José Jorge por não depor


 A base aliada ficou irritada com a recusa do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU)  José Jorge em atender ao convite para ir à CPI da Petrobras no Senado. Petistas estudam convocar para uma sessão secreta o ministro do TCU, a quem atribuem o vazamento de informações. A informação é de Vera Magalhães, na Folha de S.Paulo desta quarta-feira.

Ex integrande do Conselho de Administração da Petrobras, José Jorge comunicou que não poderá depor à CPI instalada no Senado,  argumentando que atua como relator de processos relacionados a temas que são objetos de investigação. O depoimento do ministro estava marcado para esta quinta-feira (29).
“Ele [José Jorge] já foi senador. Integrou o conselho de administração da Petrobras e hoje acompanha um conjunto de processos de investigação. Já tivemos outros ministros do TCU presentes em CPI. Lamentavelmente, José Jorge, que tem um conjunto de dados para ajudar na investigação, se nega a vir”, disse o relator da CPI, José Pimentel (PT-CE).

TSE muda número de deputados.



 O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou nesta terça-feira a mudança no número de deputados federais por Estado nas eleições deste ano. A decisão altera a composição das bancadas de 13 estados: perdem parlamentares os estados de Pernambuco, do Rio, da Paraíba, do Piauí, do Paraná, do Espírito Santo, de Alagoas e do Rio Grande do Sul. Ganham os estados do Pará, do Ceará, de Minas Gerais, do Amazonas e de Santa Catarina. O Pará, com quatro cadeiras, passa de 17 para 21 deputados; Minas Gerais e Ceará, mais duas vagas; Amazonas e Santa Catarina, um parlamentar.
Paraíba e Piauí terão a maior redução de bancada: perdem dois deputados federais cada um. Já Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Alagoas e Rio Grande do Sul perdem uma vaga na Câmara na próxima Legislatura (2015 a 2018).
A decisão é mais uma etapa na queda de braço entre o TSE e o Congresso. Em abril do ano passado, o Tribunal, acatou pedido da Assembleia Legislativa do Amazonas para redefinir o número de deputados federais por estados. A mudança mexe também na composição das Assembleias Legislativas e da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Em dezembro, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), promulgou o decreto legislativo mantendo a composição atual. A decisão final será do Supremo Tribunal Federal (STF), onde já tramitam ações contra a resolução do TSE.  O GLOBO

Se Eduardo Campos não atrair mais apoios partidários terá menos de dois minutos na propaganda eleitoral no rádio e na TV. Dilma tem o dobro do tempo de Aécio Neves e Eduardo juntos, para mostrar seu governo. E mais: em 45 dias, ela terá 1,4 mil inserções de 30 segundos (30 ao dia). Aécio 450 (10 ao dia) e Eduardo 180 (4 ao dia).


terça-feira, 27 de maio de 2014

PF investiga relações de doleiro com assessor de Roseana Sarney

roseana sarney
Claúdio Humberto

Roseana Sarney, governadora do Maranhão

A Polícia Federal investiga as relações do doleiro Alberto Youssef ao assessor especial da Casa Civil do Maranhão, Milton Braga Durans, ligado diretamente à governadora Roseana Sarney (PMDB). De acordo com o relatório da PF sobre a Operação Lava Jato, uma pessoa que acompanhava Youssef no dia em que ele foi preso deixou uma caixa na portaria de um hotel para Durans. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.
Câmeras de segurança mostram que Youssef e seu acompanhante, identificado como Marco Antônio de Campos Ziegert, chegaram juntos ao hotel Luzeiros, na madrugada do dia 17 de março, mas se hospedaram em quartos diferentes.
Com base em imagens de câmeras de segurança interna, às 3h29, Youssef subiu até o andar do acompanhante com uma das duas malas pretas que trouxe. Ele retorna sem o objeto para seu quarto, “dando a entender que deixou a referida mala no quarto de Marco Ziegert”, de acordo com o relatório da PF.
Às 10h47, Ziegert sai do hotel com a mala deixada por Youssef, em um táxi. Ele retorna ao local às 15h30 sem nada. Nesse momento, ele deixa uma caixa na recepção do hotel, que, segundo a PF, deveria ser repassada para Durans. Segundo o hotel, o assessor do governo maranhense foi ao estabelecimento dias depois para retirar a encomenda. O advogado de Youssef afirmou que a encomenda era uma caixa de vinho.

Apoio à reeleição de Dilma estaria prejudicado

Branca Alves

Integrantes do PMDB respiram aliviados por conseguirem conter as pressões para que a convenção do partido não formalize a aliança com a presidente Dilma Rousseff (PT), que busca a reeleição em 2014. No entanto, segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o apoio à reeleição da petista já está prejudicado.
Ainda de acordo com a publicação, avaliações internas apontam que deserções em Estados como Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul são irreversíveis. Além disso, que não há ordem superior que possa engajar as lideranças locais na campanha de Dilma.

Marco Aurélio rejeita liminar do PT sobre trabalho externo

Agência Brasil 

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido apresentado pelo PT para revogar as decisões do presidente da Corte, Joaquim Barbosa, que cassou os benefícios de trabalho externo dos condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Nas decisões, Barbosa entendeu que os condenados não têm direito ao benefício por não terem cumprido um sexto da pena.
Com base no Artigo 37 da Lei de Execução Penal (LEP), que prevê o cumprimento de um sexto da pena ao preso do regime semiaberto antes da autorização para deixar o estabelecimento prisional para trabalho, Barbosa negou pedido feito pela defesa do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e revogou o benefício do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, dos ex-deputados federais Valdemar Costa Neto, Pedro Corrêa e Carlos Alberto Pinto Rodrigues (Bispo Rodrigues), além de Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do então Partido Liberal (PL).

Jarbas Vasconcelos comemorou, ontem, apoio do ex-vereador Liberato Costa Júnior à sua pré-candidatura de deputado federal. “Liberato é uma legenda do Recife. Uma referência para todos recifenses. É uma honra contar com o seu apoio, com o seu engajamento”, disse o senador.

Jarbas esteve, à tarde, na casa do ex-vereador e decano da Casa de José Mariano, no Hipódromo. Durante o final de semana, o ex-governador de Pernambuco recebeu apoio dos tucanos Claudiano Martins Filho e Leonardo Martins, prefeito de Inajá. 

Tucanos aferem tamanho de Daniel Coelho

Folha de Pernambuco

 A pesquisa pode não ser a variável determinante na decisão de Aécio Neves sobre candidatura própria em Pernambuco. Mas o PSDB pernambucano encomendou amostra para ter, em mãos, dados concretos sobre o tamanho daquele que seria seu candidato majoritário: Daniel Coelho. O tucanato concluiu que não poderia tomar qualquer decisão local baseada em disse me disse e foi à ponta do lápis. Animaram-se com o que viram. Detectaram, com base nos dados colhidos até o final da semana passada, que a herança da corrida majoritária protagonizada por Daniel em 2012 ainda tem peso significativo. Procuraram estudar como um pré-candidato tucano se comportaria em meio aos dois postulantes já lançados no páreo: Armando Monteiro Neto e Paulo Câmara. Concluíram que Daniel teria o dobro do potencial do socialista na partida e de posse dessa consulta devem se guiar daqui para frente. A despeito da dimensão do jogo nacional e do local, o PSDB-PE não nutria tamanha expectativa. 

Em 2012, Daniel Coelho, por pouco, não levou a corrida pela Prefeitura do Recife para o 2º turno. Terminou o pleito com 27,65% à frente do candidato do PT, Humberto Costa, com 17,43%

Comunicação do PT critica Ronaldo por apoio a Aécio

O Globo.

Apesar de a presidente Dilma Rousseff (PT) não tê-lo feito, o secretário nacional de Comunicação do Partido dos Trabalhadores, José Américo Dias, criticou, nesta segunda-feira (26), a declaração de apoio feita pelo ex-jogador Ronaldo Nazário, em entrevista ao Valor Econômico, ao pré-candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves.

“O ruim é preparar o terreno desse jeito. Ele está tentando se dissociar para preparar o lado do Aécio. Ele pertence à organização da Copa do Mundo, é responsável pela execução dos trabalhos do evento. É como alguém que tenta se dissociar na reta final para evitar qualquer tipo de desgaste”, afirmou Dias.

Na última sexta-feira (23), o ex-atacante da seleção brasileira de futebol disse se sentir envergonhado com os atrasos e dificuldades do país nos preparativos para o torneio; culpou os governos pelos problemas e afirmou que as críticas feitas pela Fifa ao Brasil por não ter cumprido prazos são “justas”.
Ronaldo, no entanto, defendeu que o Mundial não seja alvo de protestos.

Armando e João Paulo recebem apoio de lideranças do PSB


                                                                            Foto: Léo Caldas


Antes de participar da décima plenária do Pernambuco 14, em Nazaré da Mata, nesta segunda-feira (26), o pré-candidato ao governo do Estado, senador Armando Monteiro (PTB), e o pré-candidato ao Senado, deputado federal João Paulo (PT), encontraram várias lideranças da Mata Norte para receber apoio político.

Dentre os membros do PSB que declararam adesão estão a vereadora de Lagoa do Carro, Maria José da Costa, e o ex-prefeito de Camutanga, José Trigueiro. Na manhã de ontem (domingo, 25), durante a realização da plenária do Pernambuco 14, em Palmares, na Mata Sul do Estado, Armando e João também receberam o apoio do ex-candidato a prefeito pelo PSB em Gameleira, Tarcizio Feijó. No evento, ele reivindicou maior atenção às estradas da região e disse que está com Armando e João por eles reunirem a experiência e competência necessárias para conduzir o desenvolvimento de Pernambuco.
Mais apoios - Durante o giro pela Zona da Mata nesta segunda-feira, Armando e João também se reuniram com lideranças dos municípios de Chã de Alegria, Paudalho, Itambé e Ferreiros. Deste último município, que é administrado pelo prefeito Gileninho (PSB), estão com Armando e João o vice-prefeito Toinho do PT e o vereador José Roberto (PT).
Além da vereadora do PSB de Lagoa do Carro, outros sete vereadores do município garantiram o apoio a Armando e João. São eles: o presidente da Câmara Municipal, Josivan Valdemar (PSC) e os vereadores José Carlos da Silva (Solidariedade), José Cavalcanti (PDT), Arlindo Inácio (PR), Sérgio Vasconcelos (PCdoB), José Carlos da Cruz (PSC) e Daniel Silva (PSDB).
De Paudalho, estiveram os vereadores Valquíria de Gustavo (PT), Albertino Estevão (PSDB), Milton José (PSDC), Lindalva Oliveira (PPS), Sérgio Dias (PT) e Neo Amorim (PR).

TCE rejeita contas de ex-prefeito de São Vicente Férrer



A 1ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE) emitiu parecer prévio, por unanimidade, recomendando à Câmara de São Vicente Ferrer, a rejeição das contas de governo da prefeitura da cidade, relativas ao exercício financeiro de 2012, época em que o município era gerido pelo prefeito Pedro Augusto Pereira Guedes (DEM). De acordo com o voto do relator, conselheiro Carlos Porto, foram cometidas várias falhas relativas à aplicação de limites de recursos nas áreas de educação, saúde, previdência social e gestão previdenciária.

Durante o exercício citado, o gestor consumiu todo o saldo de “restos a pagar”, não deixando saldo para o seu sucessor, o que fere o Artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal. Ele também deixou de recolher parte da contribuição previdenciária dos servidores ao Regime Próprio de Previdência Social, totalizando R$ 113.339,50, o que corresponde a 17,25% do total a ser recolhido durante o exercício.


.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Três ex-ministros do TSE integram o “comitê jurídico” de Aécio Neves


aecio neves foto andrea rego barros



Três ex-ministros do Tribunal Superior Eleitoral integram o “comitê jurídico” do senador Aécio Neves (PSDB-MG), segundo informa “O Globo” desta segunda-feira.
Cada um vai atuar numa área específica, incluindo a questão das novas mídias que têm sido muito utilizadas por petistas para atacar o senador.
Os ex-ministros são Carlos Eduardo Caputo Bastos, Marcelo Henriques Ribeiro de Oliveira e José Eduardo Rangel de Alckmin.
O time também será integrado pelo ex-sub-procurador-geral da República José Roberto Figueiredo Santoro, que tem bom trânsito no Ministério Público Federal.
Também foram recrutados os advogados Flávio Henrique Pereira da Costa e Gustavo Kanffer.

Pesquisa do Correio mostra que Cássio tem 45,9%, Ricardo, 26,6% e Veneziano 10,3%

 Pesquisa de intenções de voto (consulta estimulada) realizada pelo Instituto Souza Lopes, em parceria com o Sistema Correio de Comunicação, revela que, se as eleições fossem hoje, o pré-candidato do PSDB ao Governo da Paraíba, Cássio Cunha Lima, teria 45,9% das preferências dos paraibanos. O governador Ricardo Coutinho, pré-candidato do PSB, teria 26,6%.


Em terceiro lugar, ficaria o pré-candidato do PMDB, Veneziano Vital do Rêgo, com 10,3%. Tárcio Teixeira (Psol) teria 0,7%. Em seguida, ficaria Leonardo Gadelha (PSC), com 0,5% e Major Fábio (Pros), com 0,3%. Os votos brancos e nulos seriam 8,1%. Não souberam responder e não opinaram na pesquisa 7,7% dos entrevistados.

A pesquisa foi realizada entre os dias 20 e 23 de maio nas quatro regiões geoadministrativas do Estado da Paraíba: Mata, Agreste, Borborema e Sertão. O Instituto Souza Lopes ouviu 1.500 eleitores de todas as faixas etárias. O erro amostral é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%.

A pesquisa foi realizada com base em dados oficiais do censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). Está registrada no TRE-PB sob o número PB-010/2014 e no TSE, com o número BR-00125/2014. O registro ocorreu no último dia 20.

Aliado de Armando afirma que até Fundarpe é usada para cooptar prefeitos



Prefeito de Camocim de São Félix afirma que Foto: Léo Caldas/Divulgação
 Eleições e Notícias

Prefeito de Camocim de São Félix afirma que foi cooptado pela Fundarpe. Foto: Léo Caldas/Divulgação
Um dia antes de o governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PSB), afirmar que acusações sobre cooptação de prefeitos são inverídicas, o prefeito de Camocim de São Félix, Uilson de Moura França, do partido de Armando Monteiro Neto (PTB), fez denúncias contra o governo do Estado. Em depoimento, neste domingo (25), durante a plenária do Pernambuco 14, em Palmares, ele denunciou que foi assediado por integrantes do Palácio do Campo das Princesas e da Fundarpe para aderir à pré-candidatura do PSB ao Governo do Estado.
Aliado de Armando Monteiro, que é pré-candidato ao governo do Estado, Uilson disse que foi procurado por integrantes da equipe do governo estadual, que ofereceram compensações para que ele apoiasse Paulo Câmara.
“Eles perguntaram qual a obra dos meus sonhos para poder votar neles. Eu disse que a obra dos meus sonhos é Armando Monteiro ser governador de Pernambuco”, revelou o prefeito.
Uilson disse que na última semana voltou a ser assediado. Desta vez, um representante da Fundarpe ligou para o gestor dizendo que Paulo Câmara ia mandar dinheiro para a realização do São João no município.
“Na sexta passada recebemos uma ligação da Fundarpe. E observamos a preocupação deles, dizendo que nós de Camocim de São Félix iríamos receber dinheiro para fazer o São João, do candidato deles. O que nós sabemos é que este rapaz vai ser candidato e não que ele é governador para mandar dinheiro para canto nenhum. Camocim vai receber dinheiro do Estado porque é polo e, assim como os outros polos, Camocim também tem direito de receber”, afirmou Uilson.

Diga NÃO ao IMPOSTO...

Pernambuco merece respeito!

Ex-governador e senador em esquema fraudulento



 O ex-secretário da Casa Civil, da Fazenda e da Copa de Mato Grosso, Éder Moraes (PMDB), foi o principal operador do esquema de empréstimos fraudulentos com instituições financeiras investigado pela Polícia Federal durante a operação “Ararath”.
As operações financeiras teriam ocorrido com o aval, conhecimento e no interesse do então governador do estado e atual senador Blairo Maggi (PR), (Foto) e com a autorização do governador do estado Silval Barbosa, que na época era vice de Maggi. As informações constam do inquérito que tramita na 5ª Vara Federal em Mato Grosso. Portal G1

Alianças partidárias estão na raiz da corrupção



 Josias de Souza
* Como ocorre às vésperas de toda eleição, o espírito de bazar baixou na política brasileira. Os partidos negociam seu tempo de propaganda no rádio e na tevê à luz do dia, na frente das crianças. Barganha-se de tudo, com exceção da mãe, que não tem valor de mercado. Há cenas constrangedoras, como a que aparece na foto acima. Um encontro de Dilma Rousseff com Fernando Collor. Um rindo para o outro, em comunhão fraternal de interesses.
* Com isso, o país vive sob uma eterna crise de compostura. As ruas são incapazes de enxergar ética nos políticos. E os políticos são incapazes de demonstrá-la.
* Dilma tem a aparência de uma mulher decente. Não apenas no sentido de honesta, mas em todos os sentidos que a palavra engloba. Pelo que se sabe dela, e até pelo seu jeitão, híspido como um cacto, a presidente tem uma boa cara. Mas não há semblante austero que resista à confraternização com personagens como Collor – escorraçado da Presidência em 1992, nas pegadas de uma CPI que teve o ex-PT no papel de torquemada.
ELA NÃO ESTÁ SÓ
* Dilma não está só nesse esforço para desmoralizar a política. Aécio Neves inclui em sua coligação o Solidariedade do deputado Paulo Pereira da Silva. Conhecido como Paulinho da Força Sindical, o personagem não tem propriamente uma boa biografia.
* Eduardo Campos faz pose de representante da “nova política”. Mas governou Pernambuco a bordo de uma aliança em que coube de tudo – do PP de Severino Cavalcanti ao PR de Inocêncio Oliveira. Deve-se a higienização do seu discurso a exigências de Marina Silva. Antes da adesão da criadora da Rede, Campos negociava alianças com o mensaleiro preso Roberto Jefferson (PTB) e com o ex-ministro Carlos Lupi (PDT), afastado da pasta do Trabalho sob suspeita de corrupção.
* Enquanto forem tratadas como normais, as alianças partidárias esdrúxulas continuarão fazendo do Brasil essa democracia em que a corrupção deixou de ser rotina para virar uma emergência. Perdeu-se no caminho algo essencial: o recato. Daí a sucessão de escândalos, um engolfando o outro. Para que a coisa se resolva, algo de muito anormal precisa suceder no Brasil.

A lista dos prováveis fichas sujas do Tribunal de Contas, liberada na última quinta-feira com mais de 1,5 mil gestores, deixou muita gente com os nervos à flor da pele, entre eles pré-candidatos a deputado, com os ex-prefeitos de Serra Talhada, Carlos Evandro, e de Carnaíba, Anchieta Patriota, ambos do PSB. Magno Martins

Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco

domingo, 25 de maio de 2014

“Me especializei em derrotar o PT”, diz tucano Aécio Neves

O senador e pré-candidato à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB-MG), classificou como “jogo sujo” os boatos que circulam na internet sobre um suporto uso de drogas .Para o tucano, estas manifestações mostram que seus detratores não têm aspectos negativos de sua vida sobre os quais falar.
Aécio atribuiu os ataques a uma guerrilha e parte do “submundo da internet”. “Isso é uma tática de guerrilha, de gente que usa esse submundo pra difundir inverdades e tenta influenciar a imprensa séria. Mas nós não vamos entrar nesse debate sujo”, disse.
O senador ainda afirmou que os boatos são uma tentativa de denegrir sua reputação.”Nos últimos 15 anos eu me especializei em derrotar o PT. Todos me conhecem, sabem da minha vida honrada. Quando eu vejo esse tipo de manifestação, eu fico feliz. Porque vejo que não há nada em minha vida pública que possa ser atacado.
O senador esteve neste sábado no Rio Grande do Sul em uma convenção estadual do PP para lançar a senadora Ana Amélia Lemos para a disputa do governo estadual.

Cid e Ciro ameaçam: apoio de Lula ou vamos para Aécio Neves



 Os irmãos Ferreira Gomes — Cid, o governador, e Ciro, o ex-deputado — se cansaram dessa história de Lula dizer ao PMDB que apoiará a candidatura do senador Eunício Oliveira ao governo do Ceará, enquanto Dilma ficará com o candidato deles, seja quem for. Quem informa é Denise Rothenburg, na sua coluna do Correio Braziliense deste domingo.
Diz a colunista que a irritação dos Gomes é tal que o próprio Ciro já avisou ao ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante:
Ou Lula segue no mesmo barco ou eles vão apoiar Aécio Neves. Pelo visto, acaba aí a história de Dilma e Lula se dividirem nos palanques.

O peso dos nanicos e os puxadores de votos

 As candidaturas nanicas estão fazendo diferença nesta fase da eleição. No Datafolha, os nanicos têm juntos 7%. Numa simulação de votos válidos, isso corresponde a 9,21%. No Ibope, eles tiveram 5%. O que em votos válidos dá 6,57%. Esse desempenho está inflado, pois no pleito de 2010, os nanicos obtiveram 1,15% dos votos válidos.
Em São Paulo, estão praticamente definidos os puxadores de votos à Câmara este ano: No PT, será o ex-presidente do Corinthians André Sanchez; no PRB, Celso Russomano e Doctor Ray(foto à direita); no PSC, Marcos Feliciano; e no PR, Tiririca.
Os demais partidos estão em fase de definições. O PMDB quer convencer a atriz e apresentadora Luíza Mell (foto do centro) a concorrer a deputada federal. Os tucanos incentivam José Serra e no PSD não se descarta a candidatura de Gilberto Kassab.  (Ilimar Franco - O Globo)

sábado, 24 de maio de 2014

Ronaldo detona o Brasil: vergonha com atraso da Copa


Ronaldo durante coletiva nesta sexta-feira Foto: PAULO WHITAKER / REUTERS

Ronaldo durante coletiva nesta sexta-feira - PAULO WHITAKER / REUTERS



  • ‘É o meu país, o país que eu amo, e a gente não podia estar passando essa imagem lá fora’, disse o ex-atacante
  • Membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, o ex-atacante da seleção brasileira Ronaldo disse se sentir envergonhado com os atrasos e dificuldades do país nos preparativos para o torneio, mas defendeu que o Mundial não seja alvo de protestos e culpou os governos pelos problemas.
    - As pessoas olham o Mundial como o grande vilão do nosso país e não é. A gente não pode esquecer que o nosso Brasil não era essa maravilha toda antes da Copa do Mundo. Era igual ou pior - disse ele, acrescentando que há um temor entre os estrangeiros de vir ao país.
    - O que eu ouço lá fora é que todo mundo tem um receio, principalmente por causa da segurança. Mas o que a gente passa lá fora é que o Brasil tem melhorado nessa questão e que na Copa do Mundo não vai ter nenhum problema - garantiu.
    Ronaldo acredita que as críticas feitas pela Fifa ao Brasil por não ter cumprido prazos são justas, já que o país concordou com todas as exigências da entidade quando aceitou ser sede da competição, em 2007.   O Globo

    Xuxa, Eduardo e o pastor: 'parecia Maria Madalena'



     Constrangimento na Câmara - A polêmica envolvendo Xuxa e o deputado evangélico Pastor Eurico, do PSB de Pernambuco, chegou em Eduardo Campos, como era de se imaginar. Ao saber que o correligionário havia acusado Xuxa de cometer “a maior violência contra crianças em um filme pornô”, Eduardo ligou para Beto Albuquerque, seu braço-direito e líder da bancada.
    Albuquerque contou o ocorrido e a conversa que teve com o deputado. O espalhafatoso Pastor Eurico foi enquadrado. Albuquerque cobrou explicações e disse que ele tinha sido agressivo e desrespeitoso. O Pastor não baixou a crista e rebateu:
    - Eu falei o que eu penso.
    Albuquerque ainda não engoliu a rebeldia do correligionário e os
    possíveis danos ao partido e, agora, diz o que pensa:

    - Parecia o apedrejamento a Maria Madalena, só que não tinha nem Jesus para perguntar quem atiraria a primeira pedra. Foi uma atitude
    absurda. Revista Veja

    STF quer investigação sobre Sarney e o Banco Santos


     O Supremo Tribunal Federal recebeu pedido de investigação contra o senador José Sarney (PMDB-AP) por suposta irregularidade em episódio envolvendo o Banco Santos. O caso foi distribuído ao ministro Dias Toffoli, que encaminhou o material para que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, possa se manifestar. O processo foi enviado pela Justiça Federal de São Paulo.
    Em fevereiro, o Ministério Público Federal em São Paulo informou ter elementos concretos de possível prática de delito por parte do senador devido a sua ligação pessoal com o banqueiro Edemar Cid Ferreira, controlar do banco. Sarney teria feito saque de R$ 2 milhões um dia antes de o Banco Central decretar intervenção na instituição, em 2004.

    sexta-feira, 23 de maio de 2014

    Enriquecimento ilícito: PF investigou filho de Lula



     Relatório da Polícia Federal relata as andanças de Fábio Luís Lula da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná. Produzido pelo Núcleo de Inteligência da PF, o documento afirma que Lulinha, como é conhecido, manteve encontros em janeiro de 2008 com diretores de Itaipu, a empresa binacional de energia.
    Na época, Lula era presidente da República. O relatório ganhou selo de confidencial e foi classificado pela PF como um caso de “enriquecimento ilícito”, apesar de não haver menção explícita ao crime no texto.  O GLOBO

    Eduardo rompe acordo com Aécio em Pernambuco e Minas Gerais



     O pré-candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, anunciou nesta quinta-feira que o partido lançará candidato próprio ao governo de Minas Gerais, e que o acordo com Aécio Neves, pré-candidato do PSDB, que previa apoio mútuo em Minas e Pernambuco, é apenas um pacto de não agressão que o PSB faz com todos os partidos.
    — O pacto de não agressão é com todos os partidos. Sempre fiz política assim. Temos aliança com o PSDB em vários locais, mas não há pacto (de acordo mútuo) — afirmou Campos.
    Com o fim do acordo, o nome mais cotado para ser o candidato do PSB ao governo de Minas é o do deputado federal Júlio Delgado, embora Marina Silva, que será vice de Campos, prefira o ambientalista Apolo Heringer.
    — Há uma divisão no PSB de Minas. Mas a tendência mais forte, e que está crescendo, é a de lançar a candidatura do deputado Júlio Delgado. Como direção nacional, nós vamos acompanhar a decisão do partido no estado — disse Campos.
    A argumentação do ex-governador pernambucano confirma a tendência do PSB de lançar candidatos próprios nos estados de maior representatividade. Já no Rio Grande do Norte, o partido optou por lançar a ex-governadora Vilma de Faria como pré-candidata ao Senado, apoiando a chapa formada por Henrique Eduardo Alves (PMDB) e João Maia (PR) ao governo.  O GLOBO

    Bruno Araújo admite disputar Governo do Estado











     
    O presidente estadual do PSDB, deputado federal Bruno Araújo, admitiu pela primeira vez que seu nome esta à disposição do partido para uma eventual candidatura a governador, caso o deputado estadual Daniel Coelho não entre na disputa e este seja o desejo do candidato tucano ao Palácio do Planalto, senador Aécio Neves.

    “Estamos sintonizados com o projeto nacional de Aécio Neves. O vereador André Régis já se dispõe a disputar o Senado, e se o partido decidir pelo projeto de abrir um palanque nacional no estado, o meu nome também está à disposição”, disse Bruno, adiantando, entretanto, que seu projeto é tentar renovar o mandato na Câmara dos Deputados.

    "Geraldo vai levar puxão de orelha de Eduardo"















     

    O candidato a governador pelo PTB, senador Armando Monteiro Neto, respondeu as declarações do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB),  de que faz sua campanha alicerçada em "duas mentiras e uma omissão", que, segundo o gestor municipal, seriam o fato de ter experiência administrativa e se passar como candidato apoiado pelo ex-governador Eduardo Campos (PSB).
    “Quando Geraldo parte para o debate político – e esta já é a segunda vez - entra mal na forma e no conteúdo, desqualificando as pessoas, desrespeitando o nível do debate”, disse o trabalhista.
    “O problema do prefeito é falta de treino. O ex-governador Eduardo Campos está em São Paulo, que é quem o orienta no plano administrativo e político. O que imagino é que quando o guru dele vir a Pernambuco vai puxar a sua orelha, para colocá-lo de maneira mais próxima no processo político”, completou.

    Na sua passagem pelo Sertão do Pajeú no próximo fim de semana, o candidato do PSB, Paulo Câmara, não passa mais por Afogados da Ingazeira. A pedido do prefeito José Patriota (PSB), o comando da campanha socialista deixou o município para outra etapa. No lugar de Afogados da Ingazeira entra São José do Egito, a terra dos poetas.

    São José do Egito terra da poesia!