Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Senado já indica aprovação de nova Prouradora

Imagem
Raquel Dodge deve ser sabatinada por parlamentares da CCJ no dia 12; base e oposição apontam qualidades na escolhida por Michel Temer O Estado de s. Paulo - Thiago Faria, Julia Lindner e Isabela Bonfim
Com um terço dos senadores alvo de investigações na Lava Jato, a subprocuradora-geral Raquel Dodge não deve enfrentar dificuldades para ter seu nome aprovado no Senado após ser indicada para comandar a Procuradoria-Geral da República pelo presidente Michel Temer. Na avaliação de parlamentares da base e da oposição, o fato de ela ter figurado na lista tríplice levada ao presidente a capacita para ocupar o cargo. Raquel Dodge
Raquel Dodge durante debate na sede da Procuradoria em 22 de junho de 2017 Foto: André Dusek/Estadão
A previsão é de que Raquel seja sabatinada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado no dia 12 de julho. O relator da indicação será o senador Roberto Rocha (PSB-BA), que já sinalizou um parecer favorável. “A princípio não há motivo para ser contra a indicação”…

Ministro do STF devolve mandato de Aécio e nega prisão

Imagem
Folha de São Paulo O ministro Marco Aurélio, do STF (Supremo Tribunal Federal), devolveu, hoje, o mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e negou pedido de prisão feito pela PGR (Procuradoria-Geral da República). Na decisão, Marco Aurélio informa que restabelece "a situação jurídico-parlamentar então detida, afastando as demais restrições implementadas". Com isso, o ministro retirou as medidas cautelares que haviam sido impostas ao tucano, tais como restrição de contatar investigados ou proibição de deixar o país, assim como a retenção de seu passaporte. "Provejo o agravo para afastar as medidas consubstanciadas na suspensão do exercício de funções parlamentares ou de qualquer outra função pública, na proibição de contatar outro investigado ou réu no processo e na de ausentar-se do país, devolvendo ao agravante a situação jurídica que lhe foi proporcionada pelos eleitores no sufrágio universal", escreveu o ministro. Ao negar o pedido de prisão, Marco Aurélio afirm…

Maia cumpre agenda no Recife ao lado de Mendonça

Imagem
Blog da Folha Em mais uma visita surpresa em menos de um mês, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), desembarcou em Pernambuco, hoje. Mais uma vez, o democrata participa de agenda ao lado do ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (PSB), e do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB). Desta vez, o trio participa de cerimônia de anúncio do programa Nordeste Conectado, ao lado do ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM). A solenidade acontece no auditório do Porto Digital, no Bairro do Recife. A agenda é mais uma demonstração da afinidade entre o presidente da Câmara e a ala dos insatisfeitos do PSB. Na última quinta-feira (29), o senador Fernando Bezerra Coelho foi questionado se deixaria o partido e afirmou que qualquer alteração de legenda depende da reforma política, que pode ser votada ainda este ano. No último dia 19, quando havia assumido interinamente a presidência da República na ocasião de viagem de Michel Temer (PMDB), Rodrigo Maia foi até Petrolina, n…

Maia discutirá com líderes rito da denúncia contra Temer

Imagem
Presidente da Câmara diz que é contra dar à denúncia mesmo rito do impeachment. Temer tem até dez sessões para se defender na CCJ. TV Globo Na Câmara dos Deputados, oposição e governo discordam sobre o andamento e a votação da denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer.
A sessão na Câmara não chegou a ser aberta. Nem o Palácio do Planalto nem a oposição estavam preocupados em garantir quórum para contar sessões nesta etapa do processo.
Temer tem até dez sessões da Câmara para apresentar a defesa na Comissão de Constituição e Justiça, mas não vai usar o prazo total. Tem pressa e deve fazer a entrega na segunda (3) ou na terça-feira (4). Estão previstas mais cinco sessões para o andamento do processo na CCJ, para entrega, discussão e votação do parecer do relator, que ainda vai ser escolhido. As divergências começam aí: aliados de Temer querem impor o ritmo dos trabalhos.
“Quem tem a maioria é a base do governo, que está melhorando o país, e é a base do governo que vai da…

O Clã Sarney de volta

Imagem
Portal Hoje em Dia – Coluna Esplanada Por  Leandro Mazzni
José Sarney, 86 anos, vai se candidatar ao Senado pelo Amapá. Ficou animado com números que apontam sua liderança para uma das duas vagas. Ele anunciou aposentadoria da política ao deixar o Senado, mas não do Poder. Despacha do novo escritório no Brasília Shopping, onde há filas para beija-mão. Roseana Sarney vai se candidatar ao Governo do Maranhão. A coalizão terá Zequinha Sarney (PV) e Edison Lobão (PMDB) (ele de novo) para o Senado.

PGR: Temer escolhe Raquel Dodge para suceder Janot

Imagem
Ela foi a segunda mais votada em eleição interna da ANPR, que elaborou lista tríplice com sugestões ao presidente. Temer quebrou tradição que vinha desde 2003 de escolher nome mais votado na lista. Subprocuradora da República Raquel Dodge, durante debate com candidatos à PGR (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil) Do G1 - Fernanda Calgaro
O presidente Michel Temer escolheu nesta quarta-feira (28) a procuradora Raquel Dodge para o comando da Procuradoria Geral da República, em substituição ao atual procurador-geral, Rodrigo Janot. O mandato de Janot à frente da PGR termina em setembro. O nome de Raquel Dodge foi anunciado pelo porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, em pronunciamento no Palácio do Planalto que durou 22 segundos. Ela foi a segunda procuradora mais votada na lista tríplice enviada a Temer pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR). "O presidente da República escolheu na noite de hoje a subprocuradora-geral da República, dra. Raquel Elias Do…

Temer teve reunião ontem fora da agenda com Gilmar

Imagem
Do Blog da Andréia Sadi
O presidente Michel Temer se reuniu nesta terça-feira (27) à noite, fora da agenda oficial, com o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Também participaram do encontro os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil). Procurado, o Palácio do Planalto confirmou o encontro e disse que eles trataram de reforma política.  O encontro, sem divulgação, ocorreu na véspera da escolha de Raquel Dodge para a Procuradoria-Geral da República e da sessão do STF sobre a validade da delação da JBS.  Três fontes da GloboNews disseram à reportagem que a sucessão de Rodrigo Janot foi discutida no encontro. O Planalto não comentou se o tema foi discutido, mas não explicou por que o encontro não foi divulgado. Segue a nota do Planalto: "O presidente Michel Temer marcou o jantar com o ministro Gilmar Mendes para discutir Reforma Política. Ao saberem do encontro, os ministros Eliseu Padilha e Mor…

Temer recebe lista com nomes para substituir Janot

Imagem
Do G1 A Presidência da República recebeu, na manhã de hoje, a lista tríplice com os nomes dos três procuradores da República mais votados na eleição interna do Ministério Público Federal (MPF) para a sucessão de Rodrigo Janot. Cabe a Temer a palavra final de definir o substituto de Janot, que deixará, em setembro, o cargo de procurador-geral da República. Ontem, a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) realizou a eleição interna do MPF para definir os nomes da lista tríplice. Na votação, o vice-procurador eleitoral, Nicolau Dino, recebeu 621 dos 1.108 votos dos procuradores do MPF. Ele é irmão do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). O vice-procurador eleitoral foi seguido por Raquel Dodge, que obteve 587 votos, e Mario Luiz Bonsaglia, que teve 564. Eles são os outros dois nomes da lista tríplice entregue a Michel Temer. Foram vencidos na votação os procuradores Ela Wiecko (424 votos), Frederico Santos (221 votos), Eitel Pereira (120 votos), Sandra Cureau (88 …

Eventual denúncia contra Temer ameaça travar nesta semana trabalhos da Câmara

Imagem
On G1
A Câmara dos Deputados corre o risco de ter os seus trabalhos paralisados nesta semana diante da eventual apresentação de denúncia pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente da República, Michel Temer. O prazo para o procurador-geral, Rodrigo Janot, decidir se oferece denúncia ou arquiva o caso termina nesta terça-feira (27). Caso ele resolva apresentar, a denúncia precisará do aval da Câmara antes de ser apreciada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Alvo de inquérito com base nas delações da JBS, Temer é investigado em razão da suspeita de ter cometido os crimes de corrupção passiva, obstrução de Justiça e participação em organização criminosa. O presidente tem negado todas as acusações dos delatores e afirmado que não renunciará ao mandato. Leia também:Perícia da PF conclui que aúdio da conversa entre Temer e Joesley não sofreu edição Uma vez apresentada a denúncia, caberá aos deputados – primeiro, no âmbito da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, depois, no p…

Líderes dizem que rejeição de acusação não é certa

Imagem
Na Câmara dos Deputados Representantes partidários na Câmara dizem que rejeição de acusação de Rodrigo Janot não é certa O Estado de S. Paulo- Julia Lindner
Líderes da base aliada de Michel Temer na Câmara dos Deputados afirmaram ao Estado não ser possível assegurar a rejeição da denúncia que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve apresentar até amanhã contra o presidente da República. Mesmo com uma coalizão estimada em cerca de 400 deputados, parlamentares ponderam que o teor da acusação formal e os seus desdobramentos podem influenciar o posicionamento dos congressistas, aumentando o risco de Temer sofrer um revés. A denúncia contra o presidente é apresentada no Supremo Tribunal Federal, que só pode julgar sua aceitação ou não com o aval da Câmara. Após ser encaminhada para a Casa, a acusação tramita primeiro na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes de seguir para o plenário. São necessários os votos de 172 dos 513 deputados para negar a autorização. Se aprovada p…