Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Dia 19 de Março, Dia de São José

Imagem
Imagem

Igreja elege argentino Jorge Mario Bergoglio como novo papa

Imagem
Os sinos da basílica de São Pedro e a tradicional fumaça branca na chaminé da capela Sistina confirmaram, na tarde desta quarta-feira (13), a eleição de um novo papa. O primeiro anúncio foi esperado com ansiedade pela multidão, que comemorou a escolha do argentino Jorge Mario Bergoglio, de 76 anos para ocupar o mais alto cargo da Igreja Católica.
O novo líder da Igreja Católica Apostólica Romana, em meio aos 115 cardeais que participaram do processo, era arcebispo da Arquidiocese de Buenos Aires, desde 1998. E recebeu cerca de dois terços dos votos, representando 77 posições, aceitando a missão de comandar a Santa Sé. Bergoglio assume o comando do Vaticano 13 dias após a renúnica de Bento 16, que deixou o cargo em 28 de fevereiro, após declarar não ter mais forças para seguir no posto.
O primeiro papa latino americano, decidiu adotar o nome de Francisco I, deixando de lado toda a especulação acerca da nomenclatura que, dentro da tradição jesuíta, girava em torno dos nom…

Conheça um pouco da trajetória do papa Francisco I

Imagem
Jorge Mario Bergoglio nasceu em 17 de dezembro de 1936, em Buenos Aires. Foi ordenado para os jesuítas em 13 de dezembro de 1969 durante os estudos teológicos na Faculdade de Teologia de San Miguel, onde foi reitor de 1980 a 1986. Depois de completar sua tese de doutorado na Alemanha, serviu como confessor e diretor espiritual em Córdoba.
Foi nomeado bispo titular de Auca e Auxiliar de Buenos Aires em 20 de maio de 1992 e recebeu a consagração episcopal em 27 de junho do mesmo ano. Em 3 de junho de 1997, foi nomeado Arcebispo Coadjutor de Buenos Aires e Cardeal Antonio Quarracino em 28 de fevereiro de 1998. Bergoglio atuou como presidente da Conferência Episcopal da Argentina de 8 de novembro de 2005 até 8 de novembro de 2011. Em fevereiro de 2001, foi proclamado cardeal por João Paulo II.

Joaquim Barbosa nega pedido de José Dirceu para ir à Venezuela se despedir de Hugo Chavez

Imagem
Foi indeferido nesta quinta-feira (07) pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, o pedido de José Dirceu para ir à Venezuela prestar a última homenagem a Hugo Chavez. Barbosa ressaltou que José Dirceu foi condenado pelo STF em única instância e por isso não poderá sair do Brasil enquanto não cumprir a pena de 10 anos e 10 meses de prisão.
“Há, inclusive, decisão que o proíbe de ausentar-se do País, sem prévio conhecimento e autorização do Supremo Tribunal Federal”, salientou Joaquim ao site do STF. De acordo com o presidente da Corte, a alegação de que José Dirceu mantinha “relação de amizade” com o falecido, por si só, não é suficiente para afastar a restrição imposta pela decisão do Supremo. O ministro reclama da ausência de “ao menos, um grau de parentesco” de Dirceu com Chavez.

Estados não produtores de petróleo derrubam vetos de Dilma aos royalties

Imagem
BRASÍLIA - Parlamentares de estados não produtores de petróleo conseguiram derrubar o veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto de lei que trata da nova distribuição dos royalties do petróleo. Segundo a Mesa Diretora do Congresso, dos 63 senadores presentes, 54 votaram pela rejeição de todos os 142 dispositivos vetados.
Na Câmara, com o quórum de 405 deputados, os itens derrubados com menos votos receberam 349 manifestações pela rejeição. Já o dispositivo que recebeu mais votos pela derrubada teve 354 manifestações contrárias.
Foram quase cinco horas de debates e discussões acaloradas no plenário. Embora reconhecessem que não tinham votos suficientes para manter os vetos, deputados e senadores do Rio de Janeiro e do Espirito Santo protestaram durante toda a sessão. Eles obstruíram os trabalhos com a apresentação de requerimentos e questões de ordem para retardar a votação.
O resultado oficial vai ser proclamado ainda nesta quinta-feira (07) pelo presidente do Congre…

MST ocupa fazenda da senadora Kátia Abreu

Imagem
Trabalhadores sem-terra ocuparam, na manhã desta quinta-feira (7), a recepção do prédio do Ministério da Agricultura, em Brasília. Os manifestantes, a maioria mulheres, chegaram por volta das 6 horas. Elas estão acampadas desde a última terça-feira (5) ao lado do prédio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na capital federal.
Em Aliança (TO), um grupo de 500 mulheres ocupam a fazenda da senadora Kátia Abreu (PSD-TO), presidente da Confederação Nacional da Agricultura, às margens da rodovia Belém-Brasília, que foi interditada pelas manifestantes. As ações fazem parte da Jornada Nacional de Lutas das Mulheres Camponesas que ocorre em vários Estados do País.

“A ruralista e senadora Kátia Abreu é símbolo do agronegócio e dos interesses da elite agrária do Brasil, além de ser contra a reforma agrária e cometer crimes ambientais em suas fazendas por isso estamos realizando esse ato político e simbólico em sua propriedade”, afirma a dirigente do MST de …