Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

Mãe, Dirça Piancó de Oliveira, um ano de saudades...

Imagem
Dizer obrigado, às vezes, não é suficiente para agradecer a tão amável e gentil pessoa que nos momentos das nossas vidas, aqueles mais difíceis, nos estende a mão amiga e nos oferece amparo.

Estou agradecida a você e não sei neste instante como retribuir tanto carinho, mas é claro que encontrarei uma maneira de fazê-lo. Estou à sua disposição para quando precisar, a qualquer momento e a qualquer hora.


Grato sou a Ti, ó mãe, pelas bênçãos recebidas,
Pelas horas passadas da noite,
Por esta manhã cristalina em minha alma,
Que muito tem alegrado o meu coração,
Trazendo ricas virtudes para a minha vida.
És o mãe da minha vida, em quem confio,
A quem entrego a minha vida, a minha alma,
O meu coração nesta expressão de louvor.
Seja bendito o teu nome para sempre.
Eu te louvarei enquanto viver,
Em reconhecimento de que as bênçãos que tenho recebido
São obras das tuas mãos maternas e amorosas.


E, obrigado por tudo! 
Benone Leão

FBC e Jarbas discutem crise e eleições

Imagem
O deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB) e o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) se reuniram, hoje, no Recife. Na pauta do encontro a situação política do País e a volta dos trabalhos do Congresso Nacional, que acontece na próxima semana. Jarbas e Bezerra certamente incluiram na conversa as eleições no Recife. O senador, embora não assuma, tem se manifestado nos bastidores um entusiasta defensor da candidatura jarbista a sucessão de Geraldo Júlio. Na avaliação de Jarbas, o segundo semestre em Brasília será marcado por embates entre o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o Governo Federal.  “Será um semestre muito difícil. Como o presidente da Câmara anunciou o rompimento com o Governo, corremos o risco de trabalharmos diante do famoso “toma lá, dá-cá”. E nós não podemos, como representantes eleitos da população, sermos pautados por quem não tem condições éticas de conduzir sua função”, afirma Jarbas. Para o senador Fernando Bezerra Coelho, o momento político do País req…

Ex-governador do RN preso no Rio

Imagem
Portal G1 O ex-governador do Rio Grande do Norte Fernando Freire foi preso na manhã deste sábado (25) em Copacabana, Zona Sul do Rio. De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança (Seseg) do Estado Rio de Janeiro, ele foi capturado por agentes da Subsecretaria de Inteligência (Ssinte). Com quatro mandados de prisão em aberto, todos expedidos pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Freire estava foragido desde 2014. Ele foi condenado a 13 anos e quatro meses de reclusão, além de 400 dias-multa por desvio de recursos públicos.

Freire foi levado para a 12ª DP (Copacabana). De acordo com a delegada Thaiane Moraes, o ex-governador deverá permanecer na unidade policial até segunda-feira (27). Segundo ela, a Polícia Civil precisa que a Justiça do Rio Grande do Norte envie uma autorização para que ele seja transferido.

Ainda de acordo com a delegada, Fernando Freire estava há três meses no Rio. Ele foi preso em um condomínio na Avenida Atlântica, em Copacabana. Após ser detido, ele t…

Pelo afastamento de Eduardo Cunha

Imagem
* Jarbas Vasconcelos  O cenário é turvo. Na Câmara dos Deputados, os trabalhos do segundo semestre nem recomeçaram e já dão sinais de que as dificuldades e os embates serão uma constante. A começar pelas denúncias que envolvem o atual presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que numa demonstração oportunista e aproveitadora anuncia posições pessoais como se tal comportamento pudesse ser dissociado do cargo que hoje ocupa. Não pode.

Para que os trabalhos na Câmara Federal ocorram com mais tranquilidade e com o debate reestabelecido –o que não vimos no primeiro semestre–, e para que o próprio presidente da Casa possa se explicar e se defender das acusações que lhe pesam, o seu afastamento é o melhor caminho.

No governo do ex-presidente Itamar Franco, o então ministro da Casa Civil, Henrique Hargreaves, se afastou para que as denúncias que existiam na época contra ele fossem esclarecidas. Isso foi feito e ele retornou ao cargo.

Esse tipo de atitude, no atual momento que vivemos, serve d…

Ministro do TCU acusado de desvio

Imagem
O ex-tesoureiro da Prefeitura de Campina Grande (PB) Rennan Trajano Farias afirmou à Folha que, em 2010, fez entregas de dinheiro em espécie ao então candidato ao SenadoVital do Rêgo

Trincheira do PMDB para defender Cunha

Imagem
Peemedebistas já ensaiam discurso para dar sustentação a Eduardo Cunha quando acontecer sua esperada denúncia na Lava Jato. "Denúncia não significa condenação. Veja só o caso de Adarico Negromonte, denunciado e absolvido", diz Lúcio Vieira Lima (BA). Para um partido que não lança um nome ao Planalto desde 1994, o PMDB exibe agora ampla vitrine de possíveis candidatos à Presidência da República em 2018. O vice Michel Temer, que em viagem internacional revelou a investidores um certo desejo de concorrer, conversou mais de uma vez sobre a possibilidade de a ministra Kátia Abreu (Agricultura) sair candidata.  (Folha de S.Paulo - Natuza Nery)

Vigília pede rejeição das contas de Dilma

Imagem
Um grupo de pouco mais de 50 pessoas se reuniu na avenida Paulista no final da tarde deste domingo para pedir que o Tribunal de Contas da União (TCU) reprove as contas da presidente Dilma Rousseff referentes ao ano de 2014. A manifestação ocorreu em frente à sede paulista do tribunal e contou com velas acesas formando a frase “SOS TCU”. — Queremos não só a reprovação das contas devido às pedaladas fiscais e aos passivos que foram deixados, mas também queremos uma maior independente dos tribunais de contas — afirmou Carla Zambelli, porta-voz do movimento Nas Ruas, um dos organizadores da vigília, que também ocorre em outras capitais do país. A reprovação das contas da presidente Dilma, caso ocorra, pode dar início a um processo de impeachment. O Ministério Público de Contas já sugeriu a reprovação das contas por considerar que as pedaladas fiscais feriram a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Após as velas acesas, os manifestantes gritaram “fora, Dilma”, “rejeita, TCU” e “Lula na Papuda…

As digitais de Lula

Imagem
As digitais de Lula A capa da revista Veja desta semana ainda está dando muito o que falar. Com o título “A vez dele” e uma foto de um Lula extremamente envelhecido, revela que o operador da empreiteira OAS, Léo Pinheiro, o maior amigo do ex-presidente, que reformou toda a sua fazenda de Atibaia, decidiu contar ao Ministério Público Federal tudo o que sabe sobre a participação de Lula no petrolão e como o filho Lulinha ficou milionário. Segundo a reportagem, Léo Pinheiro não quer repetir o que fez o Marcos Valério do mensalão, que está mofando numa penitenciária de Minas Gerais. “Léo e Lula são bons amigos. Mais do que por amizade, eles se uniram por interesses comuns. Léo era operador da empreiteira OAS em Brasília. Lula era presidente do Brasil e operado pela OAS. Na linguagem dos arranjos de poder baseados na troca de favores, operar significa, em bom português, comprar”, diz um dos trechos da matéria. Para acrescentar:” Agora operador e operado enfrentam circunstâncias amargas. O …

Bolsonaro vem aí?

Imagem
Ilimar Franco – O Globo O desempenho de Jair Bolsonaro na pesquisa MDA chamou a atenção. Dirigente de partido de oposição diz que os cerca de 5% podem decidir 2018. Cita o pleito de 2014, definido por 3,2% de votos. A desmoralização do PP governista (Lava-Jato) abre portas para sua candidatura. Se vingar, num 2º turno, o voto do segmento não irá por gravidade para outro candidato. Mas de forma organizada e será negociada.  O fermento à direita O Movimento Brasil Livre, o Revoltados Online e o S.O.S. Forças Armadas, vinculados ao que se define como direita, foram a vanguarda e usaram as redes sociais para chamar o protesto de 15 de março. Pregam contra o comunismo, pelo combate à corrupção e contra a interferência do Estado na economia. O Revoltados elegeu Jair Bolsonaro como maior porta-voz de suas ideias. O S.O.S. prega a intervenção militar. Todas essas organizações vão às ruas atacando as cotas, os nordestinos, os sem-teto e alguns usam símbolos como a suástica nazista. A corrupção (n…

Ação às 18h pela rejeição das contas de Dilma

Imagem
Tereza Cruvinel Está marcada para o dia 16 de agosto a grande manifestação dos grupos anti-Dilma e favoráveis a impeachment ou qualquer foram de remoção da presidente do poder. Eles, entretanto, resolveram fazer neste domingo, 26 de julho, manifestações simultâneas em todas as capitais, a partir das 18 horas, conclamando o TCU a rejeitar as contas de Dilma. O "SOS TCU" é um ensaio, um teste da receptividade à nova investida contra o governo. Desde ontem os movimentos que participam da convocação estão mobilizando simpatizantes através das redes sociais. Fazem parte da ofensiva os grupos Brasil Livre, Nas Ruas, Vem Pra Rua, Brasil Melhor, BH Contra a Corrupção, Pátria Livre, Gigantes Brasileiros, Acorda Brasil, Democracia e Ética, Força Democrática, Caras Pintadas e For a Dilma Vitória. Eles anunciam também um panelaço para o dia 6 de agosto, quando será exibido no rádio e na televisão o programa semestral do PT, que vem sendo preparado por João Santana e terá a participação da …

O não de FHC a Lula e Dilma

Imagem
Fernando Brito Três dias depois de iniciada, a "onda" criada a partir do boato – publicado pela Folha – de que o ex-presidente Lula estaria fazendo sondagens para uma conversa entre Dilma e Fernando Henrique Cardoso, produziu-se o que qualquer pessoa de bom-senso sabia que iria se produzir. Nada, a não ser mais uma demonstração de arrogância do decano do tucanato, que publicou uma nota grosseira dizendo que "o momento não é de aproximação com o governo" e que "qualquer conversa não pública com o governo pareceria conchavo na tentativa de salvar o que não deve ser salvo". Grosseira porque se serve de uma especulação para dar foros de verdade ao que ele próprio não é capaz de afirmar que aconteceu: a sondagem para um contato. E porque recusar-se a uma conversa com a Presidente da República significa, na prática, negar-lhe a legitimidade de Chefe de Estado que as urnas lhe deram. E isso não se faz na democracia, embora não se precise ou nem mesmo se deva concord…

José Dirceu perde mais uma na Justiça Federal gaúcha

Imagem
Por Inaldo Sampaio O ex-ministro José Dirceu perdeu mais uma batalha nesta quarta-feira (22) no afã desesperado de evitar uma nova prisão por suposto envolvimento no escândalo da Petrobras. É que a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Porto Alegre) indeferiu o recurso (agravo regimental) interposto por ele contra a decisão do juiz Nivaldo Brunone, que lhe negou um habeas corpus preventivo para não ser preso por ordem do juiz Sérgio Moro. Dirceu entrou com um “pedido de reconsideração” perante o próprio Brunone, que o indeferiu, e por esse motivo decidiu recorrer ao colegiado. A 8ª Turma, porém, manteve a decisão do magistrado, que alegou em seu despacho não dispor de elementos para conceder um habeas corpus preventivo porque não sabe sequer se o ex-ministro está sendo de fato investigado.

Delação pode levar a inquérito contra Dilma

Imagem
Kennedy Alencar Investigadores avaliam se há indício de crime contra ex-tesoureiro Edinho Silva A delação premiada do presidente da UTC, Ricardo Pessoa, pode resultar em inquéritos no STF (Supremo Tribunal Federal) contra a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva. Motivo: a colaboração premiada de Pessoa derruba o argumento que foi utilizado pelo Ministério Público para não investigar a presidente quando o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, analisou as delações do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Quando Janot pediu ao STF no início de março a abertura de inquéritos em relação a políticos com foro privilegiado, ele sustentou que os fatos narrados sobre a presidente tinham ligação com o mandato anterior. Portanto, concluiu que não poderiam ser utilizados para sustentar uma investigação no atual mandato. Mas a delação premiada de Ricardo Pessoa invalida esse argumento. Segundo…

PF quer Odebrecht e Andrade em prisão comum

Imagem
A Polícia Federal solicitou à Justiça que os executivos das empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez, presos há quase um mês na superintendência do órgão em Curitiba, sejam transferidos para um presídio comum. A informação é da Folha de S.Paulo. O pedido foi feito ao juiz Sergio Moro, responsável pelas ações da Operação Lava Jato. Se a proposta for aceita, eles devem seguir para o Complexo Médico Penal, onde estão outros presos da Lava Jato, numa ala separada dos demais presos. Segundo a colunista Monica Bergamo, a transferência dos executivos e empreiteiros presos na Lava Jato para o Complexo Médico-Penal do Paraná deve causar desconforto às famílias, que estão entre as mais ricas do país. Elas agora terão que passar por revista íntima para visitar os parentes detidos, o que não ocorria na superintendência da Polícia Federal. Marcelo Odebrecht tem recebido, entre outras, a visita da mulher, Isabela, e da irmã, Mônica Odebrecht, que é também advogada da empreiteira e pode ir mais vezes …

Aécio: mudança prova incapacidade do governo

Imagem
Em nota, o senador Aécio Neves (PSDB) criticou a mudança do superávit primário anunciada nesta quarta-feira (22) pelo governo federal. "A revisão para baixo da meta do superávit primário é mais uma prova da incapacidade do governo de cumprir com os compromissos assumidos e decorre de inúmeros e repetidos erros na condução da política econômica nos últimos anos. A medida já era esperada e demonstra que, ao contrário do que havia sido divulgado pelo governo federal, o ajuste ainda é incerto e não será rápido. O cenário para os próximos anos é de um ajuste fiscal difícil e que exigirá um aumento do superávit primário ao longo dos próximos três anos", afirmou. Ele disse ainda que "depois de mais de seis meses, tem-se a impressão de que se avançou quase nada e a responsabilidade desse desastre ocorrido com o Brasil é do governo do PT que gastou ao longo dos últimos anos além do crescimento da economia, adiou o pagamento de despesas e 'fez o diabo' para vencer as eleiç…

Lula vai a FHC ver crise e conter impeachment

Imagem
Da Folha de S.Paulo – Marina Dias e Ricardo Balthazar Ex-presidente autorizou amigos a procurar antecessor e falou com Serra O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou amigos em comum a procurar seu antecessor, o tucano Fernando Henrique Cardoso, e propor uma conversa entre os dois sobre a crise política. O objetivo imediato do movimento é conter as pressões pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. Há cerca de duas semanas, amigos de Lula discutiram separadamente com ele e FHC a possibilidade de um encontro dos dois. Os contatos ocorreram às vésperas de o tucano viajar de férias para a Europa. Lula disse a aliados que a conversa poderia ser por telefone e antes de Fernando Henrique viajar. O tucano preferiu deixar a definição de um eventual encontro para ser discutida depois que ele voltar ao Brasil, em agosto. Não foi o primeiro aceno de Lula à oposição. Em maio, ele encontrou o senador José Serra (PSDB-SP) na festa de um amigo comum e disse que gostaria de marcar uma conv…

Simon faz coro com Jarbas e defende afastamento de Eduardo Cunha

Imagem
Por Inaldo Sampaio
“A posição dele ficou muito delicada”, disse nesta terça-feira (21) em Porto Alegre o ex-senador Pedro Simon (PMDB-RS) sobre o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusado pelo empresário Júlio Machado de cobrar 5 milhões de dólares de propina por um contrato assinado entre a empresa dele e a Petrobras. Simon faz coro com outro histórico do PMDB, o deputado Jarbas Vasconcelos (PE), que chamou Cunha de “ditador” e defende o afastamento dele da presidência da Casa, embora tenha sido seu eleitor. “Ele (Cunha) é inimigo do Executivo, e inimigo ele pode ser. Agora, presidente da Câmara e inimigo do governo é uma coisa complicada. E com essas acusações, então. O ideal, nesse sentido, seria o afastamento dele”, disse o senador gaúcho.

Pesquisa: Dilma vem deter a queda no Nordeste

Imagem
A presidente Dilma Rousseff deve iniciar a jornada de viagens para tentar brecar a queda nas pesquisas pelo Nordeste, informa Mônica Bergamo, hoje na sua coluna da Folha de S.Paulo. Revela Mõnica que o governo está fazendo levantamento de obras que ela pode inaugurar. As regiões de projetos da transposição do rio São Francisco em fase de finalização estão entre as prioridades.

Já a coluna Painel da Folha infora que pode haver mudanças na articulação política do governo. O vice Michel Temer cogita colocar um nome de sua confiança na Secretaria de Relações Institucionais. Os cotados são Rodrigo Rocha Loures e Tadeu Filipelli, ambos do PMDB.

Severino Cavalcanti: "Câmara piorou muito"

Imagem
Da Folha de S.Paulo - Leonardo Souza Ex-presidente da Câmara que renunciou em 2005 acusado de receber propina do dono de um restaurante da Casa, Severino Cavalcanti, 84 anos, avalia que a instituição piorou muito desde sua saída. "Está muito ruim. Você só ouve piadas", disse em entrevista à Folha por telefone. "Na minha gestão era porta aberta, todo mundo tinha entrada. Não tinha esse negócio de 'eu sou o dono do mundo'". A referência é ao atual presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusado de US$ 5 milhões em propina por um lobista que faz delação na Operação Lava Jato. * Folha - Como o sr. avalia o trabalho da Câmara neste ano? Severino - Está havendo um certo tumulto. A coisa tem que ser fiscalizada. Quem deve tem que pagar. O que o sr. acha da atuação de Eduardo Cunha como presidente da Câmara? Eu achava que ele, no início, estava tentando realmente acertar. Mas agora está tomando umas posições um pouco confusas. Se ele participou, digamos, de alguma coi…

Maioria quer impeachment

Imagem
Por Magno Martins  Maioria quer impeachment Os números mais preocupantes para o Governo na pesquisa CNT-MDA que saiu, ontem, apontando Dilma com estratosféricos 70% de rejeição, são outros que não receberam tanto destaque. Para 62,8% dos entrevistados, o Congresso deveria abrir imediatamente o processo de impeachment da presidenta. Para os que são favoráveis ao impeachment, 26,8% citaram as irregularidades nas prestações de contas do Governo (pedaladas fiscais); 25,0%, a corrupção na Petrobras; 14,2%, irregularidades nas contas da campanha em 2014 e 44,6% consideram os três motivos como justificativa para o impeachment. Para 78,3% dos entrevistados, a presidente sabia das maracutaia na Petrobras. Desse grupo, 69,2% consideram que Dilma é culpada pela corrupção que está sendo investigada e 65,0% acham que o ex-presidente Lula também é culpado. Ainda em relação aos que acompanham ou já ouviram falar do escândalo, 40,4% consideram que o maior culpado na operação Lava Jato é o governo, s…