segunda-feira, 31 de maio de 2010

Equipe fará estudo sobre ampliação da duplicação

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) assume que o seu perfil é urbano e que precisará da ajuda de aliados do Interior para sua campanha ganhar corpo fora da Região Metropolitana do Recife. Entretanto, o peemedebista pode ter uma carta na manga que lhe renderia votos importantes no Sertão: a duplicação da BR-232 até o município de Arcoverde, porta de entrada da região. A ideia surgiu com o deputado federal José Mendonça (DEM). O democrata pediu ao ex-governador que executasse a obra para garantir ainda mais a “interiorização do desenvolvimento” a todo o Estado. Solicitação que foi vista com bons olhos por Jarbas, porém ele prefere não fazer de imediato a promessa. Primeiro, pediu à sua equipe um estudo completo para saber se há viabilidade.

LULEI !!! (NÃO DEIXE DE LER!!!)‏

Leia ao menos o quadro de comparações!!!


QUE ESTE E-MAIL CIRCULE PELO BRASIL INTEIRO E TODO O RESTO DO MUNDO TB.

ESSE TEXTO DEVE-SE TRANSFORMAR NA MAIOR CORRENTE QUE A INTERNET JÁ VIU!!!

Apesar do lado cômico que algumas de suas medida trazem:
(bem, mas isso é coisa de brasileiro mesmo, rsrsrsrs...)

a) Ser um alcóolatra que instituiu uma lei seca,

b) Um analfabeto que assinou uma reforma ortográfica,

b) Ter um filho formado em porcaria nenhuma, que é o gênio das finanças,

c) Ter tido a cara de pau de pedir a Deus para dar INTELIGÊNCIA a Barack Obama, que é formado em Harvard.

Depois disso, EU TINHA QUE MUDAR DE LADO. Resolvi lular!

kkkkkkkkkkkkkk.....

Que me desculpem os meus amigos e por favor, não me critiquem, nem mandem

e-mails indignados.

Antes, reflitam melhor sobre a situação atual... (e vejam pq realmente "Lulei")

Vejam os dados abaixo passados pelo jornal "The economist":



Senhores,

Com isenção de ânimo e sem paixões políticas, conhecer indicadores sociais e econômicos publicados pelo Jornal
"The Economist", comparando os Governos FHC e Lula.
A diferença é muito grande... É bom lembrar.

LEIAM O QUE FOI PUBLICADO NO JORNAL THE ECONOMIST


The Economist publicou!
Situação do Brasil antes e depois: Itens

Nos tempos de FHC Nos tempos de LULA
Risco Brasil 2.700 pontos 200 pontos
Salário Mínimo 78 dólares 210 dólares
Dólar Rs$ 3,00 Rs$ 1,78
Dívida FMI Não mexeu Pagou
Indústria naval Não mexeu Reconstruiu
Universidades Federais Novas Nenhuma 10
Extensões Universitárias Nenhuma 45
Escolas Técnicas Nenhuma 214
Valores e Reservas do Tesouro Nacional 185 Bilhões de Dólares Negativos 160 Bilhões de Dólares Positivos
Créditos para o povo/PIB 14% 34%
Estradas de Ferro Nenhuma 3 em andamento
Estradas Rodoviárias 90% danificadas 70% recuperadas
Industria Automobilística Em baixa, 20% Em alta, 30%
Crises internacionais 4, arrasando o país Nenhuma, pelas reservas acumuladas.
Cambio Fixo, estourando o Tesouro Nacional. Flutuante: com ligeiras intervenções do Banco Central
Taxas de Juros SELIC 27% 11%
Mobilidade Social 2 milhões de pessoas saíram da linha de pobreza 23 milhões de pessoas saíram da linha de pobreza
Empregos 780 mil 11 milhões
Investimentos em infraestrutura Nenhum 504 Bilhões de reais previstos até 2010
Mercado internacional Brasil sem crédito Brasil reconhecido como investment grade

É claro que houve tantos outros fatos negativos, mas os outro tb e não fizeram NADA!!!

ACORDA BRASIL!
""
FHC, o farol, o sociólogo, entende tanto de sociologia quanto o governador de São Paulo, José Serra, entende de economia.
Lula, que não entende de sociologia, levou 32 milhões de miseráveis e pobres à condição de consumidores; que não entende de economia, pagou as contas de FHC, zerou a dívida com o FMI e ainda empresta algum aos ricos.

Lula, o "analfabeto", que não entende de educação, criou mais escolas e universidades que seus antecessores juntos, e ainda criou o PRÓ-UNI, que leva o filho do pobre à universidade.



Lula, que não entende de finanças nem de contas públicas,
elevou o salário mínimo de 64 para mais de 200 dólares, e não quebrou a previdência como queria FHC.

Lula, que não entende de psicologia, levantou o moral da
nação e disse que o Brasil está melhor que o mundo.
Embora o PIG - Partido da Imprensa Golpista, que entende de tudo, diga que não.

Lula, que não
entende de engenharia, nem de mecânica, nem de nada, reabilitou o Proálcool, acreditou no biodiesel e levou o
país à liderança mundial de combustíveis
renováveis.

Lula, que não entende de política, mudou os paradigmas mundiais e colocou o Brasil na liderança dos países emergentes, passou a ser respeitado e enterrou o G-8.


Lula, que não entende de política externa nem de conciliação, pois foi sindicalista brucutu, mandou às favas a ALCA, olhou para os parceiros do sul, especialmente para os vizinhos da América Latina, onde exerce liderança absoluta sem ser imperialista.. Tem fácil trânsito junto a Chaves, Fidel,
Obama, Evo etc. Bobo que é, cedeu a tudo e a todos.


Lula, que não entende de mulher nem de negro,
colocou o primeiro negro no Supremo (desmoralizado por brancos), uma mulher no cargo de primeira ministra, e pode fazê-la sua sucessora.

Lula, que não entende de etiqueta, sentou ao lado da rainha e afrontou nossa fidalguia branca de lentes azuis.


Lula, que não entende de desenvolvimento, nunca ouviu falar
de Keynes, criou o PAC, antes mesmo que o mundo inteiro dissesse que é hora de o Estado investir, e hoje o PAC é um amortecedor da crise.

Lula, que não entende de crise, mandou baixar o IPI e levou a indústria automobilística a bater recorde no trimestre.


Lula, que não entende de português nem de outra
língua, tem fluência entre os líderes mundiais, é respeitado e citado entre as pessoas mais poderosas e influentes no mundo atual.

Lula, que não entende de respeito a seus pares, pois é um brucutu, já tinha empatia e relação direta com Bush - notada até pela imprensa americana - e agora tem a mesma empatia com Obama.

Lula, que não entende nada de sindicato, pois era apenas um agitador, é amigo do tal John Sweeny e entra na Casa Branca com credencial de negociador, lá, nos "States".


Lula, que não entende de geografia, pois não sabe
interpretar um mapa, é ator da mudança geopolítica das Américas.

Lula, que não entende nada de diplomacia internacional, pois nunca estará preparado, age com sabedoria em todas as frentes e se torna interlocutor universal.

Lula, que não
entende nada de história, pois é apenas um locutor de bravatas, faz história e será lembrado por um grande legado, dentro e fora do Brasil.

Lula, que não entende nada de conflitos armados nem de guerra, pois é um pacifista ingênuo, já é cotado pelos palestinos para dialogar com Israel.


Lula, que não entende nada de nada, é melhor que todos os outros
. Alem de receber o premio de estadista GLOBAL

E aí? Vai repassar este e-mail também, né?

TAMARINEIRA SIM! DIA DO MEIO AMBIENTE‏

Até um poste seria melhor que a tal de Dilma!‏

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Miriam Lacerda é vice de Jarbas

Em discurso curto e firme, o senador Jarbas Vasconcelos anunciou-se pré-candidato ao Governo do Estado. O peemedebista aproveitou para revelar também o mistério do vice em sua chapa. Será a deputada estadual do DEM, Miriam Lacerda, que, segundo ele, vai ajudá-lo no interior.

"Tenho que ter uma pessoa que me ajude no interior, que tenha história, para eu ter absoluta confiança para ganhar eleição. Queria apresentar a vocês minha candidata, Miriam Lacerda", anunciou.

Os 5 mil militantes da oposição aplaudiram bastante o anúncio da deputada, que é mulher de Tony Gel (DEM), ex-prefeito de Caruaru. No Chevrolet Hall.

"Os partidos e o mundo político da oposição exigiam que eu fosse candidato. Ponderei. Tenho a profunda consciência de que fui um dos melhores senadores, mas não estava nos meu planos disputar. Aceitei ser candidato porque o povo me pediu”.

Jarbas destacou que a desvantagem nas pesquisas não é problema. Para ele, sua vida sempre foi marcada por deasafio.

“Sempre tive vontade maior quando as lutas eram desiguais. A desigualdade tocava em mim, me dava ânimo, como dá em mim agora. Vamos tornar essa luta já já igual e vamos vencer a eleição”

Jarbas relembrou feitos do primeiro mandato, como a duplicação do trecho Recife-Caruaru da BR 232.

“Esse Estado não cresceria e não pararia de choramingar dia e noite se não tivéssemos investido. Pernambuco precisava de água, de estradas, portos e aeroportos porque se não não mantinha aqueles que investiram”.

Com JARBAS e SERRA, Pernambuco Pode Mais I