quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Mensalão: mandados de prisão podem sair antes do Natal

 As declarações do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmando que pode entrar até sexta-feira com pedido de prisão de todos os condenados no mensalão semeou pânico na Câmara, segundo o Poder Online.

Nos bastidores do poder se consideram bem acima de 50% as chances do ministro Joaquim Barbosa aceitar o pedido e decretar o encarceramento dos deputados – condenados, mas ainda não cassados – João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP) o mais rápido possível.

Como o texto do pedido de prisão já está pronto há dias, a decisão e expedição dos mandados também não necessitaria de delongas. Pode ser definido monocraticamente pelo ministro de plantão que, para azar dos condenados, vem a ser o próprio Barbosa.

A dúvida que mais perturba os sentenciados é se os mandados seriam cumpridos antes ou depois das festas de Natal e Ano Novo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ACM Neto afirma que 'as coisas estão caminhando' para o DEM apoiar governo Bolsonaro

 G1   Brasília Jair Bolsonaro se reúne com dirigentes e parlamentares do DEM na sede do governo de transição. Ao final do enc...