sábado, 19 de maio de 2018

Herdeiro de José Alencar entra no jogo de 2018


Josias de Souza
O empresário Josué Gomes da Silva, presidente da Coteminas, gigante do setor têxtil, manifestou em conversas privadas o desejo de participar da sucessão presidencial de 2018. Embora seja herdeiro de José Alencar, ex-vice-presidente de Lula, Josué migrou do MDB para o PR e se move em direção ao bloco partidário de centro-direita, que reúne DEM, PP, PRB e Solidariedade. Ele declarou a líderes do grupo que se dispõe a concorrer como vice ou até como candidato ao Planalto.
O diálogo é cuidadoso, pois o bloco dispõe de três presidenciáveis declarados: Rodrigo Maia (DEM), Aldo Rebelo (Solidariedade) e Flávio Rocha (PRB). Nenhum deles alçou voo nas pesquisas. Mas todos mantêm na raia suas candidaturas, pelo menos como um objetivo retórico.
Um dos interlocutores de Josué Gomes é Rodrigo Maia, o presidente da Câmara. Ele diz aos amigos que o bloco partidário deve atuar conjuntamente. E prevê que a definição sobre o nome do candidato deve ficar para julho. Celebra como algo muito positivo a entrada em cena do presidente da Coteminas.
A participação de Josué está condicionada à posição do PR, a legenda à qual se filiou. O ex-presidiário do mensalão Valdemar Costa Neto controla o partido. Qualquer decisão passa por ele. E Valdemar ainda não autorizou o PR a se integrar ao bloco que reúne o DEM e três partidos do chamado centrão. Também não deixou claro o que pensa sobre a participação de Josué no processo sucessório.
A prioridade de Valdemar é eleger deputados federais. O número de deputados serve de base para o rateio do fundo partidário e do tempo de TV. Quando maior a bancada, mais dinheiro e mais espaço na vitrine eletrônica. De resto, uma bancada volumosa aumentaria o poder de barganha do PR no exercício de sua especialidade: o fisiologismo.
Por todas essas razões, Valdemar diz aos correligionários que não quer “desperdiçar” verbas do fundo de financiamento eleitoral numa campanha para o Planalto. Mas o todo-poderoso do PR pode abrir uma exceção caso o desejo de participação de Josué envolva a disposição de abrir o próprio bolso. A lei permite o autofinanciamento. E o herdeiro de José Alencar dispõe de um saldo médio bem acima da média.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Barroso pode propor que decisão sobre Lula seja executada imediatamente

Blog do Valdo Cruz Se mantiver a posição que vem adotando recentemente, o ministro Luís Roberto Barroso pode propor a execução imediata ...