terça-feira, 19 de junho de 2018

Marília anuncia Silvio como pré-candidato ao Senado


Blog da Folha
Um dos maiores defensores da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) durante o processo de impeachment, o deputado federal Silvio Costa (Avante) fechou uma aliança com a vereadora do Recife e pré-candidata ao Governo do Estado Marília Arraes (PT) e será pré-candidato a senador em sua chapa. O anúncio ocorre na manhã de hoje, em coletiva de imprensa, no Recife Praia Hotel.
Para os apoiadores da pré-candidatura de Marília, essa aliança minimiza as críticas com relação ao isolamento da vereadora dentro do partido - isso porque, para os que defendem uma aliança com o PSB, o PT não pode ficar no isolamento e a união com os socialistas significa ter mais chances na disputa eleitoral de outubro deste ano. E o anúncio do apoio de Silvio Costa dá certa robustez para a pré-candidatura dela. 
Até então sem palanque, o deputado federal e pré-candidato ao Senado, que articula apoios pelo Interior, havia afirmado que está construindo a sua candidatura e que não descartaria a possibilidade de lançar-se de forma avulsa à Casa Alta. “Existe a possibilidade real de ser candidato sem coligação ou com partidos pequenos, sem candidato a governador”, declarou Costa. A aliança com Marília, por outro lado, pode ser a maneira encontrada para viabilizar essa chapa.
Apesar das articulações, ainda não é certo que Marília Arraes vai se candidatar ao Governo do Estado, pois o seu futuro depende do diretório nacional da sigla, que baterá o martelo no mês de julho. A união com o deputado federal traz o Avante para a chapa, o que dá uma certa força para a petista pleitear a chance de se candidatar ao Palácio do Campo das Princesas com a nacional. Enquanto isso, a vereadora se articula e aguarda uma posição do partido, que ainda negocia com o PSB. 
Ir para o palanque de Marília Arraes distancia cada vez mais o deputado federal Silvio Costa do senador Armando Monteiro Neto (PTB), com quem manteve uma relação muito próxima de aliado. “Minha relação pessoal com Armando é inabalável. Mas podemos estar em campos políticos diferentes”, ponderou nesta segunda. 
O petebista é pré-candidato a governador na chapa das oposições, que virá com o nome do deputado federal Mendonça Filho (DEM) para o Senado em uma das vagas. A outra estaria sendo cotada para ter o deputado estadual André Ferreira (PSC) ou o deputado federal Daniel Coelho (PPS), como tem sido ventilado nessa semana. A vice, por sua vez, deve ficar com o PSDB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para ajudar Ciro Gomes, Cid deve se candidatar a governador

Uma reviravolta está prestes a acontecer nas eleições estaduais do Ceará. Isso porque Cid Gomes está a um passo de romper com o atual g...