Após fazer acenos para o DEM, grupo “Coelho” agora busca aproximação com o PTB

Acompanhado do senador Fernando Bezerra (PSB), seu pai, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), reuniu-se nesta quarta-feira (19) com o senador Armando Monteiro(PTB) e outros parlamentares da Oposição a pretexto de tratar de emendas parlamentares de interesse do município e da região.
Além dos dois senadores, participaram da reunião o deputado federal Sílvio Costa (Avante-PE) e os estaduais Augusto César e José Humberto Cavalcanti, ambos do PTB.
Durante o encontro, o prefeito Miguel Coelho manifestou seu interesse de fortalecer parcerias para Petrolina e buscar apoios junto a parlamentares, independente de posicionamentos políticos.
“Tenho dito que o nosso compromisso é para recuperar nossa cidade, deixando-a no patamar que ela merece. Então, todo apoio, seja através de emenda parlamentar ou de articulação política para a construção de projetos, obras e ações para nossa cidade, será bem-vindo”, disse o prefeito.
Segundo ele, ter o apoio para essa empreitada do senador Armando Monteiro e de deputados do seu grupo político “vai agregar muito ao futuro de Petrolina”.
Armando Monteiro disse na reunião que destinará mais de R$ 3 milhões em emendas parlamentares para esporte e turismo no município de Petrolina e elogiou os primeiros meses de trabalho do prefeito Miguel Coelho.
“Temos visto a marca do dinamismo e do comprometimento de Miguel Coelho nesse início de trabalho na prefeitura. Essa visita foi para reforçar esse reconhecimento e oferecer nossa disposição em contribuir para uma cidade tão estratégica para o crescimento do Estado de Pernambuco”, disse o líder petebista.
O grupo “Coelho” está conversando também com o Democratas através do ministro Mendonça Filho e do presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (RJ).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo