Prisão de publicitário assusta políticos do PT e do PMDB


André Gustavo Vieira da Silva é acusado de intermediar repasse de propina ao ex-presidente do BB e da Petrobras Aldemir Bendine
Época – Coluna Expresso – Murilo Ramos
A prisão do publicitário André Gustavo Vieira da Silva, alvo da Operação Cobra, 42ª fase da Lava Jato deflagrada pela Polícia Federal, assusta políticos do PT e do PMDB.
Vieira da Silva é compadre do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, enrolado no mensalão e no petrolão.
O publicitário ganhou projeção e contratos durante o mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Vieira da Silva mantém ligações também com caciques do PMDB.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense