Rodrigo Maia quer votar denúncia contra Temer antes do recesso

“O Brasil não pode ficar parado. É uma denúncia contra o presidente da República. É grave. Espero que a gente consiga votar essa matéria o mais breve possível. A votação no plenário precisa de um quórum muito alto (dois terços), por isso é importante que possamos entender que o Brasil não pode esperar 15 dias. Do meu ponto de vista pessoal, não podemos deixar essa matéria para agosto”.
Foi com essas palavras que o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu nesta terça-feira (11) que a denúncia contra o presidente da República, Michel Temer, seja votada antes do recesso parlamentar.
Na véspera, o relator da matéria na Comissão de Constituição e Justiça, deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), deu parecer favorável à admissibilidade da denúncia.
Segundo ele, “estão demonstrados na denúncia (feita pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot) indícios suficientes de autoria. E tudo nos leva à conclusão de que, no mínimo, sólidos indícios existem na prática delituosa”.
A partir desta quarta-feira (12), os membros da CCJ iniciarão a fase de debates sobre o parecer do relator. O presidente da Comissão, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), facultará a palavra por até 15 minutos aos 66 membros do colegiado e seus respectivos suplentes. De Pernambuco fazem parte da CCJ os deputados Tadeu Alencar (PSB) e Betinho Gomes (PSDB).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo