terça-feira, 18 de julho de 2017

“Só quem vende o caos é que é contra a gestão pactuada na Educação”, dispara Tôrres

A proposta de gestão pactuada na Educação não se trata de privatização, mas uma parceria para melhorar o atendimento na atividade meio.


A informação é do secretário de Comunicação Institucional do Governo da Paraíba, Luís Tôrres, que, durante entrevista nesta terça-feira (18), rechaçou o que classificou de ‘mentiras’ plantadas sobre o tema.


Segundo Torres, só os que vendem o caos e plantam irresponsabilidades do quanto pior melhor é que tem coragem de se posicionar contra essa medida.

“De forma inverídica cometem um crime muito forte falando mentiras sobre privatização. Privatizar é você pegar algo que é público e vender ao privado. Isso não passa nem perto do que será feito. O debate não passa nem perto disso. Não há uma linha, uma palavra sequer, seja no edital, seja no planejamento que está sendo que dê a entender isso. O que está se fazendo é um contrato de fomento para se garantir uma consultoria para se aperfeiçoar e dar suporte a serviços administrativos. É um processo de modernização e aprimoramento. Não passa pela atividade fim, pela atividade pedagógica. É uma questão de melhoria. Agora a gente tem que saber quem é contra essa questão de melhoria. Se colocarmos a pergunta no ar todos saberemos quem são, ou seja, aqueles que vendem o caos e quem torce pelo caos são os contras”, disse

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário