segunda-feira, 10 de julho de 2017

Ceará bate recorde de criminalidade no Nordeste

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, divulgados neste final de semana e publicados pelo jornal “O Povo”, revelam que janeiro a junho deste ano o Estado registrou um aumento de 31,9% no número de homicídios em relação ao mesmo período do ano passado.
Ao todo, foram assassinadas 2.299 pessoas nos seis primeiros meses de 2017 – média diária de 16 mortes. O governador é o petista (com cara de tucano) Camilo Santana, aliados dos ex-ministros Ciro e Cid Gomes.
Em 2016 foram contabilizadas 1.743 homicídios no mesmo período. Os números vêm crescendo desde janeiro, após 16 meses de redução nos assassinatos. Neste primeiro semestre, em cinco dos seus meses houve aumento de assassinatos tal qual ocorreu também em Pernambuco.
O mês de junho foi o mais violento do ano. Foram registradas 474 mortes violentas no Estado, 91% a mais que em junho do ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário