domingo, 9 de julho de 2017

Encontro secreto teria selado derrubada de Temer


Do Jornal do Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia(DEM) teria recebido sigilosamente na residência oficial, na noite de quarta-feira, o senador Tasso Jereissati, comandante interino do PSDB. Na ocasião, os dois teriam discutido sobre a formação de um novo governo em caso de queda de Michel Temer. 
Na quinta-feira (6), Tasso Jereissati afirmou que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem “condições de juntar os partidos” para dar “um mínimo de estabilidade para o país”, e que o governo "caminha para a ingovernabilidade". 
De acordo com a revista Veja, os dois teriam concordado em manter a equipe econômica, seguir com as reformas e realizar mudanças pontuais no ministério.
Enquanto isso, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles disse em vídeo publicado neste sábado (8) que uma trajetória de crescimento é "mérito deste governo, do presidente [Michel] Temer, mérito da equipe que ele escolheu", e frisou que "o presidente Temer continua".
"Como já tenho dito em outras oportunidades, é que o presidente Temer continua, que esse governo continua, a equipe econômica está junto, foi escolhida por ele, vai continuar, e esta trajetória de recuperação da economia é um fato consolidado e que irá em frente", destacou.
O vídeo foi publicado na página "Agora Na Economia" e compartilhado pela página do Ministério da Fazenda, no Twitter. 
"Esse governo continua, a equipe econômica está junto, foi escolhida por ele"
O ministro Meirelles conclui o vídeo dizendo que as pessoas "podem continuar investindo, podem continuar consumindo, que o país vai manter essa trajetória de crescimento e de recuperação da economia".

Nenhum comentário:

Postar um comentário