domingo, 9 de julho de 2017

Mendonça, Jungmann e Fernando Filho seriam mantidos por Rodrigo

Coluna Fogo Cruzado 

Três dos quatros ministros pernambucanos seriam mantidos pelo presidente por Rodrigo Maia
A essa altura do campeonato, não se tem mais dúvida de que a Câmara dos Deputados dará autorização ao STF para processar e julgar o presidente Michel Temer por crime de corrupção passiva. O presidente ainda teria hoje os 172 votos necessários para o arquivamento da denúncia, mas a base do governo está se desintegrando com tanta rapidez que talvez na próxima semana ele já não tenha mais. O relator do processo na Comissão de Constituição e Justiça, deputado Sérgio Zveiter, do PMDB do Rio de Janeiro, deve dar um parecer pela admissibilidade da denúncia, o que certamente influenciará muitos indecisos no plenário. O presidente Rodrigo Maia tem plena consciência dessa situação e por isso já se articula para a eventualidade de ser convocado pela Constituição para substituir Michel Temer por 180 dias. Caso isto ocorra, ele não mexerá na equipe econômica e manteria também alguns dos atuais ministros, entre eles Mendonça Filho (Educação), Raul Jungmann (Defesa) e Fernando Filho (Minas e Energia).

Nenhum comentário:

Postar um comentário