PSDB fará convenção em agosto para escolher uma nova direção

O presidente nacional do PSDB, senador Tasso Jereissati(CE), confirmou nesta terça-feira (11) que o partido fará uma convenção extraordinária em agosto próximo para escolher uma nova direção.
As grandes lideranças não aceitam mais que o senador Aécio Neves permaneça à frente do partido depois que ele teve o mandato suspenso pelo ministro Édson Fachin (STF) após ser flagrado pedindo R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista.
A cúpula reuniu-se ontem (10) em São Paulo para tomar uma decisão sobre o governo Michel Temer mas a proposta de rompimento não foi aceita pela maioria. Com isso, receberam autorização para ficar em seus cargos os quatro ministros do partido, entre eles o pernambucano Bruno Araújo (Cidades).
Segundo Tasso Jereissati, “o que eu tenho dito não é consenso, mas o que tenho visto é que o partido está desembarcando (do governo), independentemente do meu controle e da minha vontade”. Essa é também a opinião do senador Cássio Cunha Lima (PB).
De acordo com o líder da bancada na Câmara Federal, deputado Ricardo Tripoli (SP), na CCJ o partido dará cinco votos pela aceitação da denúncia contra Michel Temer e dois contra. Um dos votos a favor será do pernambucano Betinho Gomes.
Participaram da reunião em São Paulo os governadores Geraldo Alckmin (SP), Marconi Perillo (GO), Reinaldo Azambuja (MS) e Pedro Taques (MT), os senadores Aécio Neves (MG)e José Serra (SP) e o prefeito João Dória.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo