terça-feira, 11 de julho de 2017

Relator vota a favor da denúncia contra Temer; Maia articula cenário pós queda. Jornais de terça (11)


Após o relator Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) apontar que há indícios "sérios o suficiente" de corrupção e votar pela admissibilidade da denúncia, o governo aposta nas substituições dos parlamentares efetivos da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) – nove deputados foram trocados na última hora – para obter a vitória.

A oposição já admite que pode perder na CCJ, mas, por outro lado, dissidências na base do presidente Michel Temer, o alvo da denúncia em trâmite na Câmara, aumentam e devem se refletir no plenário, segundo apuração dos jornais.

As articulações dos dois lados estão nas primeiras páginas e nas manchetes dos matutinos. "Após revés na CCJ, Temer age para derrubar denúncia", afirma o Estado de S.Paulo. "Temer sofre derrota, mas aposta em trocas na CCJ", sublinha O Globo.

A Folha de S.Paulo destaca que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, sucessor imediato de Temer, já articula cenário pós-derrocada. Segundo o jornal, ele passou o domingo (9) imerso em articulações nas quais apontou um cenário da queda como irremediável.  "Em reuniões, Maia avalia ser inevitável a queda de Temer".

Nenhum comentário:

Postar um comentário