Líder do DEM diz que Temer foi desleal


O Globo
O líder do DEM na Câmara, deputado Efraim Filho (PB), considerou desleal a atitude do PMDB de tentar cooptar para o partido os dissidentes do PSB que já estão negociando com o DEM. Na manhã de hoje, o presidente Michel Temer esteve com os dissidentes do PSB, que depois foram ao encontro do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). Nos bastidores, há um jogo de aproximação e afastamento de Temer e Maia. Segundo o líder, no caso do PSB há um grupo que está discutindo a migração para o DEM.
“Essa atitude de hoje (a reunião de Temer com o PSDB e o contato de dirigentes do PMDB com deputados) foi recebida na bancada com um certo constrangimento. Não é a atitude que se espera de um aliado. Não foi um ato leal”, disse Efraim Filho.
Rodrigo Maia, no entanto, disse que está "tudo tranquilo" em relação ao encontro de Temer com parlamentares dissidentes do PSB.
“Está tudo tranquilo. O problema não saiu daqui”, disse Maia.
Já o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), entrou em campo para acalmar os ânimos e marcar o jantar de hoje à noite entre Temer e Maia. O ministro da Educação disse ao GLOBO que o clima é tranquilo.
“Sem irritação”, disse Mendonça Filho.
Os ministros Moreira Franco (PMDB) e Antonio Imbassahy (PSDB) também participarão do jantar de hoje.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo