PREFEITO DE MACEIÓ DIZ TER CORAGEM E DISPOSIÇÃO PARA ENFRENTAR RENAN


Diário do PoderMesmo diante de uma base empolgada, o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), não promete, nem anunciará candidatura por uma questão estratégica. Mas, naturalmente, será candidato ao Governo de Alagoas. Pelo menos foi com essa sinalização clara que saíram os líderes partidários de seu bloco, do encontro promovido pelo ministro dos Transportes Maurício Quintella Lessa, na noite da última sexta-feira (7), em sua residência, na capital alagoana.
Ao contrário da postura indiferente que tem assumido quando é questionado pela imprensa sobre o tema, o prefeito tucano disse estar “disposto e com coragem” para ser o candidato a governador do grupo que reúne as principais forças políticas de oposição aos projetos de reeleição do clã peemedebista do senador alagoano Renan Calheiros e do governador Renan Filho.

SINALIZAÇÃO DE RUI PALMEIRA TRANQUILIZA OPOSIÇÃO (FOTO: MATHEUS DE ARAÚJO)
Apesar da sinalização positiva de Rui Palmeira, o encontro ainda não o definiu como o nome daquele que será candidato da oposição, de forma definitiva. Mas o que todo o grupo esperava aconteceu: O grupo começou a dialogar e firmou o compromisso de ter encontros frequentes, com o propósito de construir um palanque forte em 2018.
Rui Palmeira foi o último a falar, diante de sua base de apoio, formada pelos líderes partidários do PR, do PDT, PP, DEM, PROS e do próprio PSDB. E analisou o quadro político de Alagoas, após as falas das lideranças convidadas.
Foi a primeira reunião estratégica do grupo que apoiou a reeleição do prefeito Rui Palmeira e permaneceu na base. O tucano se tornou pré-candidato natural das maiores forças políticas de oposição, em Alagoas, após derrotar o candidato recordista de votos e apoiado pela família Calheiros, o deputado federal Cícero Almeida (PMDB), em 2016.
Mesmo sem antecipar a campanha, e enfrentando problemas graves na infraestrutura urbana causados pelas fortes chuvas que mataram sete em Maceió, o prefeito aparece em segundo lugar na intenção de votos do eleitor alagoano, medida em pesquisas divulgadas recentemente, com média de dez pontos atrás do governador Renan Filho. Ambos têm avaliação acima de 60%.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo