Constrangimento ao judiciário


Portal Hoje em Dia - Coluna Esplanada
Por Leandro Mazzini

Em nova investida contra o Judiciário, senadores da base do presidente Michel Temer – encabeçados pelo líder do Governo, Romero Jucá (PMDB-RR) – planejam ressuscitar a PEC que acaba com o auxílio-moradia pago aos magistrados e procuradores do MPF.
A matéria está pronta para ser votada na Comissão de Constituição e Justiça, desde o dia 6 de março, sob relatoria do tucano Ricardo Ferraço (ES), mesmo parlamentar que relatou a reforma trabalhista rejeitada na Comissão de Assuntos Sociais.
O auxílio-moradia é garantido aos juízes e procuradores há mais de dois anos por meio de liminares concedidas pelo ministro Luiz Fux, do STF. Nesse período, o benefício já custou aproximadamente R$ 4,5 bilhões aos cofres públicos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo