JUCÁ DIZ QUE “NÃO HÁ ANIMOSIDADE” NA BANCADA DO PMDB NO SENADO

O presidente nacional do PMDB, senador Romero Jucá (RR), usou sua conta no Twitter, nesta segunda-feira, 26, para negar que esteja na disputa pela sucessão de Renan Calheiros na presidência do Senado. “Gostaria de esclarecer de uma vez por todas que não sou candidato a presidente do Senado. Temos um entendimento para a sucessão do Renan…não há nenhuma disputa ou animosidade na bancada”, escreveu.
Renan tentou sem sucesso convencer Jucá a renunciar à presidência do PMDB. Pelo acordo, Renan ficaria com o comando do partido, em troca apoiaria Jucá para presidência do Senado. “O nosso candidato é o senador Eunício Oliveira, líder da bancada. Sou hoje o presidente nacional do PMDB e líder do governo no Congresso”.
Pelo Twitter, Jucá reconheceu, contudo, que há disputa pela vaga de líder do PMDB. “Existem postulações legítimas que serão debatidas pela bancada”. Renan disputa a liderança com Raimundo Lira e Eduardo Braga. Peemedebistas dizem que os dois últimos têm mais chances do que Renan de conseguir a vaga.
Apesar das negativas, nesta semana recomeçam as negociações sobre a disputa pelo comando do Senado e da Câmara. Renan e Jucá não gostam da ideia de Eunício Oliveira na presidência do Senado porque ele é considerado um nome de fora do grupo deles. (AE)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense