Maia volta a dizer “amém” para Meirelles


Josias de Souza
Há dois dias, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), teve um surto de independência: ''Não precisamos dizer amém ao Ministério da Fazenda”, disse o deputado, antes de referendar a aprovação de uma versão companheira da lei de socorro aos Estados quebrados, sem a exigência de contrapartidas.
Nesta quinta-feira, Maia voltou a rezar pelo catecismo de Henrique Meirelles. Almoçou com o ministro da Fazenda.
Na saída, declarou que todo o condomínio governista apoia Meirelles.
E aproveitou para reiterar o compromisso do condomínio com a reforma da Previdência, que espera aprovar até março de 2017.
Ah, bom!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense