Maia volta a dizer “amém” para Meirelles


Josias de Souza
Há dois dias, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), teve um surto de independência: ''Não precisamos dizer amém ao Ministério da Fazenda”, disse o deputado, antes de referendar a aprovação de uma versão companheira da lei de socorro aos Estados quebrados, sem a exigência de contrapartidas.
Nesta quinta-feira, Maia voltou a rezar pelo catecismo de Henrique Meirelles. Almoçou com o ministro da Fazenda.
Na saída, declarou que todo o condomínio governista apoia Meirelles.
E aproveitou para reiterar o compromisso do condomínio com a reforma da Previdência, que espera aprovar até março de 2017.
Ah, bom!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo