Temer e Jucá: ação por comando do PMDB no Senado


O Globo - Cristiane Jungblut
As disputas internas no PMDB do Senado fizeram com que o presidente Michel Temer deflagrasse nesta segunda-feira uma operação para “apaziguar os ânimos” dentro da cúpula do partido. Temer conversou com vários interlocutores do Senado, entre eles o líder do PMDB na Casa, senador Eunício Oliveira (CE), que é o candidato para suceder Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado.
Também nesta segunda, o presidente do partido, senador Romero Jucá (RR), garantiu, em mensagem publicada nas redes sociais, que Eunício é o candidato do PMDB. No entanto, Jucá confirmou que há disputas pela posição de líder do partido.
Como O GLOBO mostrou nesta segunda, o fim da “era Renan” causou uma disputa de poder envolvendo a presidência do Senado, a liderança do partido e outros postos-chave como a Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ). Nos últimos tempos, Eunício, Renan e o líder do governo no Congresso e presidente nacional do PMDB, senador Romero Jucá (PMDB-RR), vinham divergindo de como o grupo lidaria com a nova configuração de poder.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense