Temer: "Se quiserem que eu saia, têm que me matar"


Temer diz que não renuncia: "Se quiserem que eu saia, têm que me matar"
André Coelho | Agência O Globo
O Globo - Lauro Jardim

Não admite renúncia nem em reuniões a dois com velhos aliados. Eunício Oliveira teve, na quarta-feira à noite, uma conversa com Temer e abordou, com jeito, a possibilidade de o presidente deixar o cargo.
Temer foi enfático em sua resposta sem mesóclises ao presidente do Senado.
— Fique tranquilo, não vou renunciar, não vou sair. Vou recorrer até o fim. Se quiserem que eu saia, têm que me matar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense