JOSÉ SERRA CHORA AO DISCURSAR EM ESTÁDIO, NA HOMENAGEM ÀS VÍTIMAS

Diário do Poder

Muito emocionado, o ministro José Serra (Relações Exteriores) acabou com sua reputação de político "cerebral": ele chorou copiosamente durante seu discurso na impressionante homenagem que milhares de torcedores do Atlético Nacional de Medellin fizeram aos brasileiros que morreram na queda do avião que levava à cidade o time do chapecoente. Enquanto chorava, Serra foi aplaudido de pé e arrancou lágrimas da apresentadora da cerimônia, que lhe segurava o microfone.
Discurssando em castelhano, Serra embargou a voz várias vezes, agradecendo "muitíssimo" a solidariedade dos colombianos. Ao final, em lágrimas, o ministro confessou que esta foi a maior emoção que sentiu em toda a sua vida.
Quase todos os colombianos que lotam o estádio Atanasio Giradot vestem camisas branca e verde, cores de ambos os times que deveriam jogar nesta noite a final da Copa Sulamericana. A plateia foi um show à parte. Foram levadas ao estádio muitas coroas de flores, faixas em homenagem aos brasileiros e um coro de arrepiar cantando "ê, ê, ê, ê, vamos, vamos, Chape".
Serra chegou ao estádio acompanhado do ministro Roberto Freire (Cultura). Ambos representaram o governo brasileiro nas cerimônias fúnebres de Fidel Castro, em Cuba, antes de desembarcarem em Medellin.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense