PP e PRB anunciam apoio à reeleição de Maia



PP e PRB anunciaram oficialmente, hoje, que vão apoiar a reeleição do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara. O anúncio foi antecipado ao Broadcast Político (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) pelos presidentes dos dois partidos, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira (PRB).
Com o apoio de PP e PRB, já são oito os partidos que oficializaram o apoio à recondução de Maia. Nas últimas semanas, PR, PSDB, DEM, PSB, PSD, PCdoB já tinham anunciado que a maioria de suas bancadas votarão em Maia. Embora ainda não tenha anunciado oficialmente, o PMDB também apoiará a reeleição de Maia, que conta com apoio velado do Palácio do Planalto.
Em troca do apoio à recondução do atual presidente da Câmara, o PP, que tem a quarta maior bancada, com 46 parlamentares, deve ganhar o direito de indicar o futuro líder do governo na Casa. O nome mais cogitado para o posto é o do atual líder da legenda, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PB). Atualmente, o cargo é ocupado pelo deputado André Moura (PSC-SE).
Além da liderança do Executivo na Câmara, o partido deve indicar o futuro 3º secretário da Mesa Diretora, responsável por autorizar o reembolso com passagens aéreas. Já o PRB, que tem a oitava maior bancada, com 22 deputados, terá o comando da Secretaria de Comunicação da Casa. O partido também negocia a indicação de um dos quatro suplentes da Mesa.
A eleição para a presidência e os outros cargos da Mesa Diretora está marcada para o próximo dia 2 de fevereiro. A votação é secreta. Além de Maia, disputa o posto o líder do PTB, Jovair Arantes (GO), e o deputado André Figueiredo (PDT-CE), único candidato da oposição. Para vencer a disputa, o candidato deve ter votos da maioria dos parlamentares presentes.
Em nota, o líder do PRB na Câmara, Márcio Marinho (SP), justifica que a "ampla maioria" da bancada decidiu apoiar a reeleição de Maia porque ele reúne "condições para garantir a estabilidade que a Câmara precisa em vista das importantes votações que deverão acontecer nos próximos dois anos".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo