Prefeito de Flores é eleito presidente do Cimpajeú

A votação para eleição da nova composição do Cimpajeú seguiu repleta de embates, hoje, no município de Afogados da Ingazeira. No plenário, enquanto Marconi Santana, prefeito de Flores, aguardava o início da votação e lamentava a falta de consenso entre os gestores, por um chapa única e na sala de reunião, onde Ângelo Ferreira, também candidato, se esquivava de qualquer tipo de entendimento e lançava ofensivas pela presidência do Consórcio.
"Nós procuramos o consenso porque o consórcio deve seguir unido. Terça eu já vou estar na Codevasf, eu quero o apoio do Alto, Médio e Baixo Pajeú, essa vai ser a gestão que mais vai trabalhar por todo Pajeú. Precisamos consolidar nossa união e não podemos ser barrados por questões menores. Vamos começar a trabalhar hoje, não só pelo fortalecimento de todos os municípios do Pajeú, mas também pelas cidades do Moxotó que integram o Cimpajeú.", discursou.
O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), defendeu que é necessário respeitar o processo democrático. “Não vamos começar uma votação sem a presença de todos, isso é feio para o consórcio”.
Nova presidência
O prefeito de Flores, Marconi Santana, foi eleito com os votos de Luciano Duque, Anchieta Patriota, Manuca, Zeinha, Lino, Sandra da Farmácia, Mário da Caixa, Tássio Bezerra, João Batista e Sávio Torres. Abstiveram-se da eleição Sebastião Dias, Tião, Tânia, Ângelo Ferreira, Evandro Valadares, Zé Patriota, Adelmo Moura e Geovani Martins.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense