CENTRÃO FALA GROSSO, MAS TERÁ MENOS DE 100 VOTOS NA ELEIÇÃO DA CÂMARA

Diário do Poder

Na corrida pela presidência da Câmara, o candidato do “centrão”, grupo formado por 200 deputados de vários partidos, como PP, PR e PRB, dificilmente alcançará 100 votos na eleição do dia 2. Para não ficar de fora da Mesa Diretora, partidos do “centrão” devem apoiar a reeleição de Rodrigo Maia. A maioria do PSD, de Gilberto Kassab, deixou o candidato do partido, Rogério Rosso (DF), pendurado na brocha. 
O candidato André Figueiredo (PDT) deve ser bem votado. “Não que seja líder forte; os outros são fracos”, diz Jerônimo Goergen (PP-RS).
Rogério Rosso jogou a toalha nesta segunda, ao “liberar” a bancada do PSD, que na verdade jamais esteve presa a compromisso com ele.
Com apoio do PT, já acertado, Rodrigo Maia pode ser eleito em 1º turno. Deve ter cerca de 300 votos, incluindo de partidos de “esquerda”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo