Troca: Temer pode demitir Moraes por aprovação do teto


CBN - Basília Rodrigues e Raquel Miúra
Dono do trâmite da PEC do teto dos gastos públicos a partir de agora, Renan Calheiros recebeu sinalização do Palácio do Planalto de que, num futuro breve, haverá mudanças na Esplanada dos Ministérios. O alvo é o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, depois da Operação Métis da Polícia Federal que prendeu policiais legislativos. Em troca, Renan asseguraria a aprovação até o dia 13 de dezembro da emenda à Constituição que congela gastos federais.
O presidente do Senado ficou furioso quando o ministro defendeu a ação no Senado. Depois de pedir a cabeça dele para o presidente Michel Temer; em público, Renan Calheiros minimizou:

"Eu pedi? Que eu saiba nunca li a respeito (risos). Nomear ou exonerar ministros é competência do presidente da República".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense