Casa do candidato Neco é alvo da polícia em Jaboatão


Do G1-PE. 
A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou uma operação nesta sexta-feira (14). O objetivo é desarticular um suposto esquema de corrupção na Câmara de Vereadores de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife (RMR). Um dos mandados está sendo cumprido na casa do ex-presidente do Legislativo municipal e candidato a prefeito da cidade Manoel Pereira Neco (PDT), que disputará o segundo turno, no  domingo (30).
Ao todo, são cumpridos 48 mandados de busca e apreensão domiciliar. Desse total, 19 são realizados em endereços dos integrantes do Legislativo. A Câmara tem 27 parlamentares. Esta é a 27ª Operação de Repressão Qualificada deste ano, denominada ‘Caixa de Pandora’.
Segundo a corporação, os suspeitos teriam praticado os crimes de peculato -- crime por meio do qual um funcionário público se utiliza do cargo que exerce para obter algum benefício --, abandono de cargo público, falsificação de documentos e associação criminosa.
Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela juíza da 2ª Vara Criminal de Jaboatão. Dos 48, 19 serão cumpridos em endereços de vereadores. Participam da operação 354 policiais civis, incluindo delegados, agentes e escrivães.
A ação, coordenada pela Diretoria Integrada Especializada (Diresp) e pela Gerência de Controle Operacional Especializada (GCOE), é supervisionada pela Chefia da Polícia Civil. Ainda de acordo com a corporação, a investigação teve início há cinco meses e o material apreendido será levado ao Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense