Sertão concentra as cidades de maior bem-estar de Pernambuco


Curiosa Mente
Tuparetama, no Sertão, é o município pernambucano que apresenta as melhores condições de bem-estar para os seus habitantes, de acordo com dados revelados pelo Ibeu (Índice de Bem-Estar Urbano), ranking realizado pelo Observatório das Metrópoles, baseado nas condições ambientais, de mobilidade, habitacionais, de serviços coletivos e infraestrutura de cada cidade do Brasil. Apesar de ser o melhor do estado, Tuparetama ocupa apenas a 561ª posição no ranking nacional, o que mostra a situação desfavorável de Pernambuco como um todo. O “pódio” dos melhores municípios para se viver no estado é seguido por Cedro (887º no Brasil), também no Sertão, e Cupira (910º no Brasil), no Agreste de Pernambuco.
Do lado oposto, está Araçoiaba, município da Região Metropolitana do Recife (RMR), e cidade que oferece as piores condições de bem-estar para os seus pouco mais de 15 mil moradores no estado. Além disso, ela aparece entre as 100 piores do Brasil, com posição de número 5.520 entre os 5.565 municípios brasileiros. Os locais que completam o “pódio” de piores lugares para se morar no estado também fazem parte da RMR: São Lourenço da Mata (5406º no Brasil) e Itamaracá (5386º no Brasil). Maior cidade do estado, o Recife é apenas o 103º, entre os 185 municípios de Pernambuco (2843º no Brasil) quando o assunto é o bem-estar urbano oferecido aos seus habitantes.
Entre as capitais brasileiras, a cidade faz parte do grupo que propiciam condições médias de bem-estar, ocupando a 15ª posição. Nesse grupo de cidades, o primeiro lugar ficou com Vitória (Espírito Santo), seguida por Goiânia (Goiás) e Curitiba (Paraná). Dentro da Região Nordeste, Aracaju (Sergipe) é a capital melhor colocada, com a sétima posição. Em seguida, aparecem João Pessoa (Paraíba) e Fortaleza (Ceará), seguida pela capital pernambucana. Outras grandes cidades de Pernambuco também apresentam posições modestas. Jaboatão dos Guararapes é a 177ª em condições de bem-estar no estado (5126º no Brasil), enquanto Olinda é a 162ª (4570ª no Brasil). Petrolina, no Sertão é apenas o 58º melhor município em termos de bem-estar (2348º no Brasil), e Caruaru, no Agreste, é a 29ª melhor cidade pernambucana (1721ª no Brasil).
Distante da realidade pernambucana, o melhor município para se viver no país é Buritizal, considerada cidade-modelo do interior de São Paulo. Entre as 100 melhores cidades, inclusive, além de São Paulo (com 84 municípios), apenas Minas Gerais (11 municípios), Paraná (quatro municípios) e Santa Catarina (um município) são representados no ranking. Já entre as 100 piores, a diversidade de estados é maior, com 15 unidades federativas. O “campeão” entre as piores cidades é o Pará, com 41 municípios. O estado do Norte do país é seguido pelo Maranhão (32) e Amazonas (10).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo