2018: se não der Lula, PT pode ir de Ciro e Haddad





 



Se a candidatura de Lula ao Planalto em 2018 se inviabilizar por conta da Lava Jato, já há quem defenda que o PT apoie Ciro Gomes (PDT) e coloque o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, na vice.
Um dos entusiastas da ideia é o governador Camilo Santana (CE).
Caso Lula desista mesmo de assumir o comando do PT, o grupo mais próximo ao ex-presidente trabalha para que Márcio Macêdo, hoje tesoureiro da sigla, concorra ao posto com o senador Lindbergh Farias.
A candidatura de Lindbergh à presidência do PT, aliás, tem estimulado os nomes mais à esquerda da sigla a entrarem nas disputas regionais. No diretório municipal de SP, onde Paulo Fiorilo seria reconduzido, Juliana Cardoso deve concorrer. (Painel Folha de S.Paulo)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo