Lava-Jato pede extinção de punibilidade de Dona Marisa


O Globo - Gustavo Schimitt
Procuradores da Lava-Jato pediram nesta quarta-feira a extinção da punibilidade da ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu no último dia 3, vítima de aneurisma cerebral. Junto com Lula, dona Marisa respondia a dois processos na Lava-Jato por lavagem de dinheiro - um referente ao tríplex do Guarujá e outro à cobertura vizinha ao apartamento do casal, em São Bernardo do Campo.
Com a morte, os processos são extintos. No entanto, a defesa de Lula pediu ao juiz Sérgio Moro a absolvição da ex-primeira dama nos processos da Lava-Jato. O magistrado ainda não se manifestou sobre o assunto nos autos.
Dona Marisa Letícia havia comprado a cota referente a um apartamento padrão da Bancoop, a cooperativa dos bancários, no edifício Solaris, no Guarujá. Com a insolvência da cooperativa, a OAS assumiu a construção do prédio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense