segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Ciro Gomes: “Me chamam de doido porque não podem de chamar de corrupto ou incompetente”

Em conversa com internautas nesta sexta-feira (11), o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) declarou que é o candidato mais preparado para assumir a Presidência da República em janeiro de 2019.
Lembrou que já foi deputado estadual e deputado federal, prefeito de Fortaleza, governador do Ceará e ministro da Fazenda no governo Itamar Franco e da Integração Nacional no governo Lula.
Além disso, já foi candidato à Presidência da República em duas ocasiões – 1998 e 2002, estando devidamente habilitado para conduzir os destinos do Brasil.
Ao ser questionado sobre o seu conhecido “pavio curto”, o ex-ministro respondeu que carrega a pecha de “doidão” porque seus adversários não podem chamá-lo de corrupto ou incompetente.
Sobre o deputado Jair Bolsonaro (RJ), que deverá ser candidato pelo “Patriotas” (sucedâneo do PEN), Ciro Gomes declarou que ele nunca administrou “uma bodega”, lembrando a “experiência trágica” da ex-presidente Dilma Rousseff, que chegou ao Palácio do Planalto sem experiência administrativa e fez um governo desastroso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário