quinta-feira, 10 de agosto de 2017

PMDB pune Jarbas pelo voto contra Temer




O presidente nacional do PMDB, senador Romero Jucá (RR) enviou, há pouco, ao deputado Jarbas Vasconcelos e mais quatro parlamentares do PMDB, a decisão da executiva do partido de puni-los com a suspensão das atividades partidárias por um prazo de 60 dias, em razão de terem contrariado a orientação da liderança peemedebista na Câmara, pelo voto contra o pedido de investigação do presidente Michel Temer feito pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ao lado, o documento assinado por Jucá.
Por Magno Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário