quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Rodrigo Maia deixa governo em situação delicada

Gabriel Garcia

A aprovação do rquerimento de urgência para discutir o projeto que altera a Lei de Repatriação de Recursos (Lei 13.254/16) deixou sequelas na base aliada do presidente Michel Temer. Ideia, segundo a versão oficial, é estimular mais contribuintes a regularizarem os recursos que mantêm no exterior.

Vindo do mercado financeiro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), foi o fiador da proposta. Ele a colocou em votação sem acertar os ponteiros com Michel Temer. Essa era uma promessa do democrata com empresários.
O governo não tinha pretensão de mexer na lei, mas iria parecer derrota a rejeição do requerimento às vésperas da votação da Proposta de Emenda à Constituição que estabelece limite de gastos públicos. Acabou comprando a ideia.
Maia colocou o governo em uma bela saia justa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário